Osteoporose: Como se proteger de possíveis fraturas no punho facilitadas pela doença?

  • +A
  • -A

As fraturas ósseas estão entre as principais complicações da osteoporose. Como a doença deixa o esqueleto frágil, especialmente nos idosos, qualquer movimento pode gerar uma fratura. Segundo o Ministério da Saúde, um a cada 20 idosos que sofrem uma queda acabam quebrando o osso e as fraturas no punho estão entre as mais frequentes. 

Tratamento da osteoporose ajuda a evitar fraturas


Para evitar fraturas no punho facilitadas pela osteoporose, é preciso procurar auxílio médico. “O risco de fratura é reduzido com o tratamento da osteoporose, que é feito com exercício físico,
alimentação rica em cálcio (ou quando necessário, a suplementação), reposição de vitamina D e medicações específicas para a doença”, afirma a geriatra Thaísa Segura. 

É fundamental também adotar medidas para prevenir as quedas, papel tanto do idoso quanto dos familiares e cuidadores. O paciente com osteoporose deve utilizar calçados adequados e se segurar nos corrimões ao subir e descer escadas. Já a família pode ajudar melhorando a iluminação de ambientes escuros, retirando tapetes e outros objetos do chão e protegendo as quinas dos móveis. 

Por que fraturas no punho são frequentes?


De acordo com a especialista, existe uma razão bem simples para a grande frequência de fraturas no punho quando comparadas a fraturas em outras áreas do corpo: “O punho é uma articulação de maior risco porque o paciente costuma ter o reflexo de apoiar a mão no chão ao cair e isso leva a um maior impacto nessa região”.

Existem ainda outras áreas que merecem atenção quando o assunto são as fraturas causadas pela osteoporose. Nos quadris, na coluna e nas costelas, as fraturas podem levar a quadros infecciosos, causar dor crônica e reduzir drasticamente a mobilidade do paciente, aumentando a necessidade de um cuidador e diminuindo sua qualidade de vida. 


Dados do Ministério da Saúde:
http://bvsms.saude.gov.br/bvs/dicas/184queda_idosos.html

Foto: Shutterstock

COLABORARAM NESTE CONTEÚDO: 
Dra. Thaísa Segura da Motta Rosa

Dra. Thaísa Segura da Motta Rosa

Geriatria

CRM: 133363 / SP

TAGS
ossos
osteoporose

FIQUE POR DENTRO DE DICAS
DE SAÚDE
E BEM-ESTAR

Nenhum comentário para "Osteoporose: Como se proteger de possíveis fraturas no punho facilitadas pela doença?"
Seja o primeiro a comentar

Obrigado por compartilhar sua opinião! Todos os comentários passam por moderação, por isso podem não aparecer imediatamente na matéria.