Mulheres precisam realizar reposição hormonal aliada ao tratamento de osteoporose?


  • +A
  • -A

De acordo com um levantamento da Abrasso (Associação Brasileira de Avaliação Óssea e Osteometabolismo), a osteoporose atinge 10 milhões de brasileiros. A doença é mais comum em mulheres, principalmente após a menopausa, já que depois da última menstruação ocorre uma perda abrupta dos hormônios sexuais, como o estrogênio, fundamental para a manutenção do cálcio no tecido ósseo.

Os benefícios da reposição hormonal

Segundo o ortopedista Dr. Marcos Britto, a reposição hormonal é uma das soluções para o tratamento das pacientes que têm a patologia nos ossos. “A reposição hormonal deve sempre ser avaliada invidualmente em cada paciente. Já foi comprovado que essa reposição traz enormes benefícios à saúde músculo esquelética de mulheres que optaram por este tipo de tratamento´”, explica o médico. “A presença de hormônios femininos é um fator de proteção de massa óssea e auxilia nos tratamentos de osteopenia (estágio menos avançado da doença) e da osteoporose”.

Por que é comum ter osteoporose após a menopausa?

Segundo o ortopedista, na pós-menopausa ocorre a interrupção da produção dos hormônios sexuais femininos, o que pode resultar na perda de 1 a 2% da massa óssea por ano. “Em algumas pacientes, 10 anos após a menopausa observamos a perda de 20% da massa óssea total, ou seja, uma mulher com ótima massa óssea aos 45 anos pode desenvolver a osteoporose aos 55 anos”, afirma o médico.

Alimentação rica em cálcio e banhos de sol diários previnem a osteoporose

A osteoporose é causada pela perda de cálcio nos ossos, portanto, é muito importante manter uma alimentação rica com a substância. “As mulheres jovens devem aumentar a ingestão de leite e derivados, alimentos ricos em cálcio, além de fazer 30 minutos de atividades físicas por dia. A prevenção sempre é a melhor maneira de evitar a osteoporose”, esclarece o ortopedista.

O médico ainda tranquiliza os pacientes que já identificaram que estão com baixa massa óssea, afirmando que a osteoporose tem cura com tratamentos aliados à alimentação. “É importante saber que o cálcio que ingerimos na dieta precisa ser absorvido e, para isso, precisamos da vitamina D. Essa vitamina, na verdade, é um hormônio produzido na pele quando nos expomos ao sol. Portanto, é fundamental tomar um pouco de sol todos os dias”, diz Britto. “Para ter um esqueleto forte, caminhe todos os dias ao menos 30 minutos no sol da manhã ou final da tarde, tome leite semidesnatado e coma queijo branco todos os dias”.

Dr. Marcos Britto é médico ortopedista, especialista e membro titular da Sociedade Brasileira de Ortopedia e Traumatologia – SBOT; membro titular da Sociedade Brasileira de Artroscopia e Traumatologia do Esporte. CRM-RJ 52.53862-0

TAGS
ossos
osteoporose

FIQUE POR DENTRO DE DICAS
DE SAÚDE
E BEM-ESTAR

2 comentários para "Mulheres precisam realizar reposição hormonal aliada ao tratamento de osteoporose?"

Alzira pinto de freitas

Dr. Marcos Brito, gostaria de saber se é preciso fazer reposição hormonal para obter sucesso na cura da osteoporose?obrigada

CUIDADOS PELA VIDA

Olá Alzira, a reposição hormonal é uma das soluções para a Osteoporose. Contudo, o Dr. Marcos Britto afirma que a Osteoporose tem cura com tratamentos aliados a alimentação seguida de banhos de Sol diários. É sempre recomendável que você consulte um especialista presencialmente para que o mesmo faça uma avaliação individualizada e posso traçar a melhor estratégia para para o seu caso. Abraços.

Deixe seu comentário

Obrigado por compartilhar sua opinião! Todos os comentários passam por moderação, por isso podem não aparecer imediatamente na matéria.