A partir de qual idade devemos fazer um exame de densitometria óssea?


  • +A
  • -A

O exame de densitometria óssea é capaz de medir, por meio de imagens, a densidade dos ossos, ou seja, o quão forte o esqueleto está a ponto de resistir a traumas sem fraturas. Este exame é muito indicado para o diagnóstico de osteopenia ou osteoporose. Nesse aspecto, ele é mais preciso que o raio X simples, já que consegue apontar um diagnóstico bem mais precoce (o qual deve ser interpretado por um profissional qualificado).

De acordo com a reumatologista Hellen de Carvalho, a indicação do exame de densitometria óssea não depende necessariamente da idade do paciente, mas sim da presença de fatores de risco que predispõem à osteoporose. “Por exemplo, mulheres a partir do climatério têm uma tendência maior à osteoporose pela perda hormonal progressiva”, informa a especialista.

Fatores que exigem a realização da densitometria óssea


Outras situações especiais que
favorecem a osteoporose precoce: síndrome mal absortivas, doenças crônicas – principalmente inflamatórias -, endocrinopatias, uso de medicamentos por tempo prolongado (como o corticoide), tabagismo, consumo excessivo de bebida alcoólica, sedentarismo ou a presença na família de pessoas mais próximas com fratura por osteoporose.

“O biotipo da pessoa também é um determinante, pois pessoas de pele clara, baixa estatura e olhos claros tendem à osteoporose mais precocemente que aquelas de pele escura. Os homens mais velhos, com doenças crônicas como a espondiloartrite anquilosante, também apresentam osteoporose precocemente e devem fazer logo o exame. Enfim, tanto o reumatologista quanto o endocrinologista saberão indicar o momento certo para a realização do exame”, afirma a médica.

Como é feito o exame de densitometria óssea?


Quanto antes o exame for feito, mais cedo se inicia o tratamento – caso haja necessidade – e, assim, as chances de recuperação aumentam bastante. “O exame é simples, indolor e sem contraste. Basta deitar-se na maca sem objetos metálicos e aguardar enquanto o aparelho faz a leitura à distância, acima do corpo, sem nenhum contato”, finaliza.

 

Foto: Shutterstock

COLABORARAM NESTE CONTEÚDO: 
Dra. Hellen de Carvalho

Dra. Hellen de Carvalho

Reumatologia

CRM: 10033 / DF

TAGS
ossos
osteoporose

FIQUE POR DENTRO DE DICAS
DE SAÚDE
E BEM-ESTAR

Nenhum comentário para "A partir de qual idade devemos fazer um exame de densitometria óssea?"
Seja o primeiro a comentar

Obrigado por compartilhar sua opinião! Todos os comentários passam por moderação, por isso podem não aparecer imediatamente na matéria.