Bico de papagaio: médico explica condição comum em pacientes com artrose


  • +A
  • -A

“Bico de Papagaio” é uma expressão popular, que se refere ao osteófito, uma das alterações que acontecem na artrose ou osteoartrite diagnosticada na coluna das pessoas. Vamos entender um pouco mais sobre essa condição que pode provocar dor nos pacientes.

O surgimento do “bico de papagaio” se dá após o desgaste das cartilagens entre as vértebras da nossa coluna. Esse desgaste faz com que haja um crescimento de uma ponta do osso vertebral, ou seja, uma espécie de biquinho que pode ser visto por meio das radiografias.

“O bico de papagaio é uma formação de tecido ósseo que surge junto ao bordo da articulação. Pode se formar devido ao envelhecimento, processo degenerativo, traumatismo ou por instabilidade mecânica. Uma das causas mais frequentes acontece na osteoartrite devido ao desgaste da articulação”, explica o ortopedista Paulo Roberto Dias dos Santos.  

Tratamento para o “bico de papagaio”

Ainda segundo o médico, o fato de um paciente ter a osteofitose, como também é conhecida a doença, não significa que ele terá dores em todos os casos. No entanto, fatores como vida sedentária e obesidade aumentam os riscos de ocorrer alguma “sintomatologia dolorosa”.

O tratamento recomendado pelos profissionais é a prática de atividades físicas, policiamento da postura no dia a dia e alguns medicamentos. De acordo com o Dr. Paulo Roberto, produtos à base de condroitina e glicosamina são alguns dos mais usados neste processo.

Dr. Paulo Roberto Dias dos Santos é ortopedista formado pela Universidade Federal de São Paulo (Unifesp) e atua em Osasco e São Paulo. CRM-SP: 33269

TAGS
osteoartrite

FIQUE POR DENTRO DE DICAS
DE SAÚDE
E BEM-ESTAR

1 comentário para "Bico de papagaio: médico explica condição comum em pacientes com artrose"

Cleyde

O bico de papagaio não tem cura mais ele para de crescer ou cresce ate a morte?

Deixe seu comentário

Obrigado por compartilhar sua opinião! Todos os comentários passam por moderação, por isso podem não aparecer imediatamente na matéria.