A puberdade precoce pode ser confundida com outro problema de sintomas semelhantes?

  • +A
  • -A

Em casos de puberdade precoce, os pacientes, que são meninos e meninas entre 8 e 10 anos de idade, apresentam como sintomas características sexuais, as quais normalmente só apareceriam anos mais tarde. Esse tipo de manifestação pode ocorrer também em outros distúrbios ligados ao crescimento, então para que não haja confusão, é necessário buscar um bom especialista que garanta um diagnóstico preciso.   

Reconhecendo a puberdade precoce


“O
diagnóstico da puberdade precoce é clínico, ou seja, o médico especialista que analisar a criança com sintomas suspeitos conseguirá, na maioria das vezes, identificar a presença do problema em seu consultório. Porém, alguns exames laboratoriais e de imagem devem ser solicitados para determinação de possíveis causas”, informa a pediatra Cintia Lago. 

Uma das complicações mais características e que ajudam a identificar a puberdade precoce é a baixa estatura na vida adulta. Como o problema consiste na antecipação do crescimento e desenvolvimento, o fim deste processo também é antecipado, então o indivíduo pára de crescer e se desenvolver no início da vida adulta, fase ainda importante nesse sentido.

Tratamento inibe liberação de hormônios sexuais


Segundo a especialista, caso a puberdade precoce seja confirmada, o tratamento deve ser indicado por um especialista (endocrinopediatra), com o objetivo de bloquear o eixo hormonal, impedindo a progressão dos caracteres sexuais. É muito importante que esse
tratamento seja iniciado o quanto antes, para aumentar as chances de controle dos sintomas e impedir complicações na vida adulta do paciente. 

Exatamente por isso que os especialistas indicam um tratamento com medicamento aplicável (injeção) contendo substância capaz de inibir a liberação dos hormônios sexuais. Dessa maneira, o paciente interrompe a manifestação precoce das características sexuais e adultas no geral, voltando a manifestá-las apenas quando o medicamento for interrompido, ou seja, na fase de puberdade propriamente dita.    

 

Foto: Shutterstock

COLABORARAM NESTE CONTEÚDO: 
Dra. Cintia Mirella Lago da Fonseca

Dra. Cintia Mirella Lago da Fonseca

Pediatria

CRM: 982822 / RJ

TAGS
crescimento

FIQUE POR DENTRO DE DICAS
DE SAÚDE
E BEM-ESTAR

Nenhum comentário para "A puberdade precoce pode ser confundida com outro problema de sintomas semelhantes?"
Seja o primeiro a comentar

Obrigado por compartilhar sua opinião! Todos os comentários passam por moderação, por isso podem não aparecer imediatamente na matéria.