O que acontece quando um diabético come açúcar? Endocrinologista ajuda a explicar o processo


  • +A
  • -A
Imagem do post O que acontece quando um diabético come açúcar? Endocrinologista ajuda a explicar o processo

A ideia de que pessoas com diabetes não podem consumir açúcar é um dos muitos mitos e falsas informações sobre a doença e acabam confundindo pacientes e familiares. É preciso ser bem orientado por endocrinologistas e nutricionistas para não exagerar nas restrições alimentares e deixar o organismo sem nutrientes e outras substâncias importantes.

Uma pessoa com diabetes pode comer doces e outros alimentos ricos em carboidratos, que são constituídos por açúcares, desde que sejam em pequenas quantidades. O tipo mais encontrado na mesa dos brasileiros é o açúcar chamado de comum. Ele fornece energia ao corpo, mas aumenta as taxas de glicose no sangue, controlada pela insulina. O problema é que nos diabéticos a produção de insulina é insuficiente.

Hiperglicemia: a glicose fora de controle

Quando um diabético consome açúcar exageradamente, o nível de glicose fica descontrolado, resultando num quadro conhecido como hiperglicemia. Entre as complicações estão a desidratação, dificuldade de enxergar, podendo entrar estado de coma. O endocrinologista André Faria alerta para a necessidade de controle do problema: “A longo prazo, a hiperglicemia pode levar a complicações crônicas, como a cegueira, falência dos rins e lesão nos nervos, além de aumentar consideravelmente o risco de infarto do miocárdio, derrame cerebral e outras complicações cardiovasculares”, alerta o médico.

Para que o corpo volte ao normal, cada diabético deve ser orientado por um especialista, para que possa receber cuidados específicos. Em geral, é importante manter um peso adequado, praticar atividades físicas regularmente, além de seguir rigorosamente uma dieta balanceada. Em alguns casos é necessário o uso de medicação, como a suplementação de insulina, em pacientes com mais tempo de doença e nos que têm diabetes tipo um.

Atenção à dieta

O endocrinologista afirma que deve-se prestar atenção ao tipo de carboidrato consumido. “A qualidade do carboidrato ingerida é muito importante: alguns tipos de comidas ricas em carboidratos são melhores que outras”, explica Faria. O médico destaca vegetais, frutas, feijão e grãos integrais não processados como fontes positivas de fitonutrientes ao corpo e colaboradores da saúde do organismo. Já pão branco, bolos e refrigerantes são listados como exemplos de fontes não saudáveis de carboidratos.

Dr. André Faria é endocrinologista formado pela USP e atende em São Paulo. CRM-SP: 131486

TAGS
diabetes

FIQUE POR DENTRO DE DICAS
DE SAÚDE
E BEM-ESTAR

26 comentários para "O que acontece quando um diabético come açúcar? Endocrinologista ajuda a explicar o processo"

Silvia maria de Araújo Santos

Sou diabético tipo 2 o não devo comer

Claudia

O q o pre diabetico deve fazer qdo ingere alimentos com alto indicie de glicose e começa a sentir os sintomas???

Leci Valença

Gostaria de saber pq quando um diabético come açúcar sente tanta dor nas pernas ( sinto muitas dores quando como algum doce ou mesmo uma fatia generosa de um bolo “elaborado….delicioso?)

Cuidados Pela Vida

Olá Silvia, de acordo com a endocrinologista Mariana Guerra “A alimentação aconselhada ao paciente diabético deve ser variada e equilibrada, muito semelhante à indicada para a população não diabética. Devemos evitar carboidratos que contêm acréscimo de gordura, açúcar e sódio, e restringir alimentos ricos em sacarose a, no máximo, 10% da caloria do dia; você deve evitar alimentos ricos em gordura saturada, como carnes gordas, manteiga, óleos de dendê, leite integral, bacon, torresmo, embutidos (linguiça, salaminho, presunto, salsicha e mortadela), gordura hidrogenada vegetal, frituras, tortas industrializadas, bolos, fast food, pipoca de microondas, sorvete de massa, biscoitos salgados e recheados.” Abraços.

Cuidados Pela Vida

Oi Claudia, para que o corpo volte ao normal, cada diabético deve ser orientado por um especialista, para que possa receber cuidados específicos. Abraços.

Cuidados Pela Vida

Oi Leci, quando a doença não está controlada e as taxas de açúcar no sangue estão altas, ela pode atrapalhar a circulação sanguínea e provocar problemas nos membros inferiores. É necessário consultar um médico especialista regularmente, para que possam ser prescritas medicações com o objetivo de manter as taxas glicêmicas em níveis saudáveis.

Washington Rocha

Sou diabético porém tem dias que minha taxa de glicose fica abaixo de 68. Nesses casos posso comer açúcar? sds

Cuidados Pela Vida

Oi Washington, cada diabético deve ser orientado por um especialista, para que possa receber cuidados específicos quanto a dieta e tratamento. Abraços.

Leni souza de oliveira

Realmente quando eu como 1 fatia fina de bolo durante o dia nao altera minha glicose qdo faço no outro dia o teste da gliose tá normal já comí até msm 1 pedaço pequeno de pao doce tá sempre normal a glicose tenho 69 anos e sou diabética tem uns 40 anos.

Cuidados Pela Vida

Oi Leni, é preciso ser bem orientado por endocrinologistas e nutricionistas para não exagerar nas restrições alimentares e deixar o organismo sem nutrientes e outras substâncias importantes. Abraços.

Marta Oliveira

Não entendo este quadro em minha vida ainda.

Vera Lúcia

A diabetes quando está 117 em jejum pode causar danos à saúde?

Cuidados Pela Vida

Oi Vera Lúcia, esse valor não é o normal para um paciente que está em jejum. Realize uma consulta com o gastroenterologista. Abraços.

Kelly

Boa noite!Eu tenho 26 anos de idade e fiquei sabendo q estou com diabética.Gostaria de saber quanto q a glicose tem ficar no dia dia sem ser em jejum e com dieta? E se eu corro o risco de está com diabete tipo 1?

Cuidados Pela Vida

Oi Kelly, a diabetes tipo 1 é um resultado da destruição das células betas pancreáticas, levando à deficiência total ou quase total de insulina no organismo. Em geral costuma acometer crianças e adolescentes. Na diabetes tipo 2 a insulina é produzida com dificuldade pelas células betas pancreáticas, caracterizando um quadro de resistência insulínica, o que dificulta a manutenção da glicose em níveis normais. O seu médico poderá te orientar quanto aos valores e condutas adequadas para o seu tratamento. Abraços.

Elisabete

Quando uma pessoa pode se considerar diabética ?

Cuidados Pela Vida

Oi Elisabete, de acordo com a endocrinologista Daniele Zaninelli: “Como regra geral, uma glicemia de jejum com valores até 99mg/dL é considerada normal. Quando está entre 100 e 125mg/dL, pode ser indicativa de pré-diabetes, e acima de 126mg/dL, de diabetes”.

Andréia

Olá. Tive uma crise há uns meses atrás e ao fazer o exame fui diagnosticada com pré diabética, porém durante a crise os níveis de glicose ficou bem alto. Descuidei e fugi da dieta literalmente, agora.tive outra.crise e a glicemia foi a 300, mas depois de cortar os doces e massas está regular. O que pensar? Ainda sou pré diabética ou já posso ser considerada diabética?

Cuidados Pela Vida

Oi Andréia, leve o resultado dos exames realizados para o médico que o solicitou, assim ele pode esclarecer suas dúvidas e realizar as orientações adequadas. Abraços.

Ivane

Meu marido tem 35 anose tem diabetes magra tem uns 04 anos mede 1,75de altura e deve estar pesando 65 Kg….. quase nunca vai ao médico…..fuma muito toma energético de vez enquando…toma muito café adoçado com adoçante e quase todos os dias come e um ou dois pedaços de doce feito com açúcar comum….e não faz dieta…..come de tudo em grandes porções …..um detalhe me deixa muito intrigada….. ELE COME O QUE TEM…..BEBE MUITA…MUITA ÁGUA MESMO…..ELE DEVE BEBER UNS 08 A 10 LITROS DE ÁGUA POR DIA E FAZ XIXI A NOITE TODA..E CONTINUA BEBENDO ÁGUA DURANTE A NOITE TB … ELE DEVE SE LEVANTAR UMAS 04 VESES DURANTE A NOITE…..DETALHE GERALMENTE ELE DEITA ENTRE 10 DA NOITE E 03 DA MADRUGADA SE LEVANTA PRA TRABALHAR…..TRABALHA DIA TODO DE SEGUNDA A SEGUNDA PRATICAMENTE E NÃO SE QUEIXA DE NADA SÓ DE MUITO CANSASSO…..ESSE CANSASSO É PROVENIENTE A CARGA HORÁRIA TRABALHADA UMA VEZ QUE E O TRABALHO DELE E UM TRABALHO LEVE…. OU ESSE CANSASSO É PROVENIENTE AO DIABETES QUE ELE TEM E NÃO FAZ TRATAMENTO DIREITO……..OBS..ELE ESTAVA USANDO DUAS DOSES DE INSULINA UMA DE MANHÃ OUTRA A NOITE DEPOIS PASSOU USAR SO UMA DOSE E ULTIMAMENTE NÃO USA NENHUMA…..ESTÁ SEM NENHUM MEDICAMENTO….E A GLICOSE DELA ESTÁ APARENTEMENTE NORMAL …..ISSO ESTÁ CERTO????

Cuidados Pela Vida

Oi Ivane, é complicado fornecer orientações apenas com essas informações. É necessário que seu esposo realize avaliação com o médico especialista para que ele identificar o motivo do cansaço exagerado e o oriente com relação a dieta correta para ele. Abraços.

Leila

Olá, sou diabética tipo 2 e meu médico indicou um comprimido de glibenclamida pela manhã, eu comecei fazendo isso, só que duas horas depois eu me sentia muito mal e tinha sensação de desmaio, então comia alguma coisa doce para me sentir melhor, mesmo assim, ainda ficava tonta por algum tempo. Por conta própria comecei a tomar meio comprimido depois do café da manhã que sempre tem duas fatias de bolo. Aí quando o remédio faz efeito não sinto mais nada, meio que o remédio compensa o doce. Duas horas depois meço minha glicose e está sempre em torno de 125 porque já não estou mais em jejum, pelo que o médico falou sem jejum o normal é em torno de 145. Estou certa? Ou estou cometendo um erro terrível, fico preocupada! OBS: A noite meço também e está abaixo de 150.Obrigada.

João Henrique

Estou com pré-diabete e tenho 15 anos, tenho chance de melhorar ingerindo pouca quantidade de açúcar durante a semana?

Sandra

Tenho diabts tipo 2 qual o mal que ela me traz e se eu não consegui a risco a dieta da nutricionista e perigoso no que

Cuidados Pela Vida

Oi João Henrique, temos em nosso site uma matéria com informações que podem te auxiliar com esta dúvida, segue o link:
https://cuidadospelavida.com.br/saude-e-tratamento/diabetes/pre-diabetes-pode-ser-revertido
Lembrando que isso não te isenta de comparecer em uma consulta com o médico para obter maiores orientações. Abraços.

Cuidados Pela Vida

Oi Sandra, como alerta Dr. Luiz Carlos: “O diabetes descompensado por muitos anos pode levar a complicações crônicas como a retinopatia diabética com perda gradual da visão e podendo evoluir para cegueira”. Outra complicação capaz de diminuir a qualidade de vida é a neuropatia diabética, condição que pode desencadear um processo de dor crônica, principalmente nos membros Inferiores. Por isso é importante que o paciente siga corretamento o tratamento e orientações prescritas pelo médico. Abraços.

Deixe seu comentário

Obrigado por compartilhar sua opinião! Todos os comentários passam por moderação, por isso podem não aparecer imediatamente na matéria.

x