Hipoglicemia: Saiba como detectar sinais, como se prevenir e o que fazer durante crise


  • +A
  • -A
Imagem do post Hipoglicemia: Saiba como detectar sinais, como se prevenir e o que fazer durante crise

Um quadro de hipoglicemia, muito comum em pacientes diabéticos, apresenta diversos sinais, tais como sensação de fome, sudorese, fraqueza, alteração do estado mental, sonolência, e, em casos mais graves, perda de consciência, convulsões e até coma. “Pode-se confirmar o diagnóstico com a medida da glicemia capilar”, comenta a endocrinologista Daniele Zaninelli.

 

Fazer diversas refeições ao longo do dia é essencial para evitar hipoglicemia

 


A médica afirma que a prevenção deve ser feita por meio da manutenção de uma rotina alimentar que evite pular refeições. “Pacientes em uso de hipoglicemiantes orais ou insulina devem realizar um pequeno lanche entre as principais refeições. Para evitar recorrência da hipoglicemia, após a melhora inicial o paciente deve ingerir um lanche com fibras e proteínas, que garantem uma oferta de glicose com absorção mais lenta”, indica Daniele.

Alimentar-se antes da prática de exercícios físicos também é importante para a prevenção de hipoglicemia. Dependendo do tipo de atividade física, pode ser necessário mudar o local da aplicação de insulina, no caso dos diabéticos. “Por exemplo, deve-se aplicar insulina nos braços quando for realizar exercícios que exigem mais das pernas”. Vale ressaltar que o consumo de álcool também favorece a hipoglicemia, então, sua ingestão não é recomendada.

 

Procedimentos para lidar com quadros de hipoglicemia

 


Se o paciente estiver acordado, devem ser oferecidos a ele alimentos que aumentem rapidamente as taxas de glicose no sangue. “Um copo de refrigerante ou suco adoçado com açúcar garante uma melhora inicial. No caso de estar desacordado, aconselha-se colocar uma colher de açúcar ou mel em sua boca, com cuidado, entre a gengiva e a bochecha”.

Quando as crises de hipoglicemia forem frequentes, deve-se entrar em contato com o médico assistente para ajuste das doses dos medicamentos. “Pode ser necessário acionar um serviço de emergência para atendimento médico imediato nos casos mais graves ou sem resposta adequada”, completa a médica.

 

Dra. Daniele Zaninelli é endocrinologista formada pela Universidade Federal do Paraná (UFPR) e atua em Curitiba. CRM-PR: 16876

Foto: Shutterstock

TAGS
diabetes
glicose
hipoglicemia
insulina

FIQUE POR DENTRO DE DICAS
DE SAÚDE
E BEM-ESTAR

6 comentários para "Hipoglicemia: Saiba como detectar sinais, como se prevenir e o que fazer durante crise"

Humberto dos Reis Filho

Excelente informações.grato;Humberto.

CUIDADOS PELA VIDA

Obrigado, Humberto. Abraços

Ney Julio Pires Fernandes

muito bom saber sobre a hipoglicemia , pois sou diabético e já tive esses sintomas, e gostaria de fica sempre em formado desse a sunto

CUIDADOS PELA VIDA

Olá Ney, acompanhe nosso site e facebook onde sempre publicamos mais informações e dicas sobre como cuidar do diabetes.

Julia Ferreira

Excelente essa informação, tenho sofrido isso na pele com minha mãe. Ela tem acordado na madrugada com sudorese e muita tontura, quando verifico a glicemia, geralmente está em 45 ou 50 mg/dl, faço uma água com açúcar bem docinha e depois de algum tempo ela começa a melhorar. Não deixo ela voltar a dormir, enquanto não chega em 90 mg/dl. Agora aprendi como prevenir, vou fazê-la se alimentar várias vezes ao dia. Obrigada pelas dicas.

CUIDADOS PELA VIDA

Oi Julia, é importante também que sua mãe passe em consulta com o endocrinologista para que ele possa indicar o tratamento preventivo. Abraços.

Deixe seu comentário

Obrigado por compartilhar sua opinião! Todos os comentários passam por moderação, por isso podem não aparecer imediatamente na matéria.