Dossiê insulina: entenda como a substância age no organismo e por que é tão importante para o metabolismo


  • +A
  • -A

O surgimento do diabetes é ocasionado pela redução na quantidade de insulina fabricada pelo corpo ou ainda por problemas relacionados a sua atuação no organismo. “A insulina é um hormônio produzido pelo pâncreas. Em pessoas saudáveis, é liberada de acordo com a necessidade de captação da glicose do sangue para gerar energia”, explica a endocrinologista Daniele Zaninelli.

O diabetes e a insulina

Existem dois tipos principais de diabetes. No tipo 1, o paciente diabético deixa de produzir insulina, o que torna a aplicação do hormônio indispensável para a saúde do corpo. Já no tipo 2, considerado o mais comum, as células do corpo mostram resistência ao hormônio e impedem sua ação.

No tipo 2, a necessidade do uso de insulina varia de acordo com a fase em que a doença se encontra. Nos estágios iniciais, em que o pâncreas ainda é capaz de produzir o hormônio em quantidades suficientes, os medicamentos antidiabéticos orais formam a base do tratamento. “Com a evolução da doença, o pâncreas perde gradativamente a capacidade de produção da insulina e seu uso pode tornar-se necessário”, afirma Daniele.

Uso logo após o diagnóstico

Nesses casos, a endocrinologista explica que o uso da insulina não deve ser adiado, a fim de evitar complicações da doença. Caso o diabetes não seja controlado pela ação de medicamentos e do hormônio, as consequências podem se espalhar por todo o organismo e vão desde fraqueza e perda de peso até hipertensão. “Na falta de insulina, o organismo não consegue usar a glicose como fonte de energia e passa a utilizar a gordura. Isso gera um desequilíbrio que só se resolve com doses adequadas do hormônio”, alerta a endocrinologista.

A aplicação de insulina não deve ser feita sempre no mesmo local. É importante alternar entre coxas, braços, abdome e nádegas para prevenir a formação de nódulos e outras alterações que dificultem a absorção da substância pelo corpo. A velocidade com que o organismo capta o hormônio varia de acordo com o lugar de aplicação e também com o tipo de atividade física que o paciente pratica.

 

Dra. Daniele Zaninelli é endocrinologista, formada pela Universidade Federal do Paraná (UFPR) e atua em Curitiba (PR). CRM-PR: 16876

TAGS
diabetes
insulina

FIQUE POR DENTRO DE DICAS
DE SAÚDE
E BEM-ESTAR

1 comentário para "Dossiê insulina: entenda como a substância age no organismo e por que é tão importante para o metabolismo"

Valfir

Curto sempre matérias referentes ao diabetes,pelo fato de ter diabetes!

Deixe seu comentário

Obrigado por compartilhar sua opinião! Todos os comentários passam por moderação, por isso podem não aparecer imediatamente na matéria.