Como identificar os sinais de depressão na infância?


  • +A
  • -A

A depressão não é um quadro exclusivo de adolescentes e adultos. Pode ocorrer também com crianças. Nos pequenos, os sintomas são bem semelhantes, apesar de haver algumas especificidades. É fundamental que os pais estejam atentos constantemente ao comportamento de seus filhos para procurarem um especialista o quanto antes, caso identifiquem alguma tendência depressiva.

“Assim como em adultos e adolescentes, um episódio depressivo na infância é diagnosticado quando a criança apresenta por um período de duas semanas irritação ou humor deprimido, associado a perda de interesse ou prazer”, afirma a psiquiatra Ana Cláudia Ducati. “Tais sintomas podem levar ao prejuízo social ou acadêmico”, complementa.

Sintomas de depressão na infância


Segundo a médica, crianças também podem apresentar outros sintomas, como incapacidade de ganhar peso esperado, insônia ou hipersonia diária, agitação psicomotora ou retardo, fadiga ou perda de energia diárias, sentimentos de inutilidade ou culpa inadequada, capacidade reduzida de pensar ou de se concentrar e pensamentos recorrentes de morte.

Alguns sintomas são típicos durante a infância. Conforme aponta a especialista, o quadro depressivo em crianças pode se manifestar através de queixas somáticas, agitação psicomotora e falta de prazer frequente. Por outro lado, desesperança, retardo psicomotor e ilusões são mais comuns em adolescentes e adultos. “As crianças também vão apresentar menos problemas de sono e apetite. Embora consigam expressar bem suas emoções, elas podem manifestar sentimentos depressivos na forma de raiva ao invés de tristeza”.

Depressão na infância tem tratamento


O tratamento de depressão em crianças e adolescentes inclui psicoeducação e intervenções de apoio nas formas mais leves. Quando o quadro depressivo é moderado ou grave e a criança apresenta perdas mais significativas, associadas a pensamentos ou comportamentos suicidas, o tratamento farmacológico se faz necessário. “A psicoterapia também pode ser efetiva quando o tratamento é continuado por seis meses ou mais”.

Dra Ana Claudia Ducati Dabronzo é psiquiatra geral e da infância e adolescência, formada pela Universidade de São Paulo (USP). CRM: 150.562

Foto: Shutterstock

COLABORARAM NESTE CONTEÚDO: 
TAGS
depressao
psicologico

FIQUE POR DENTRO DE DICAS
DE SAÚDE
E BEM-ESTAR

3 comentários para "Como identificar os sinais de depressão na infância?"

Viviane pereira

Olá meu filho tem apresentados estes sintomas.come pouco tem dificuldade para dormir chora p dormir diz q fica pençando muito tem dormido muito tarde porq não consegue pegar no sono pode ser depressão

CUIDADOS PELA VIDA

Oi Viviane, marque uma consulta com o pediatra do seu filho, e relate para ele os sintomas e comportamentos que você têm observado, assim ele poderá realizar uma avaliação e irá te orientar adequadamente. Abraços.

Manhago

Olá Sra. Viviane. Alem de ser necessário leva-lo ao médico é importante também que a senhora faça observações sobre o comportamento dele, observe se ele não fica muito na internet ou em redes sociais, se tem algum problema na escola, com amigos, algum problema de saúde que ele não consegue relatar, etc. Tudo isso depende de sua CONVERSA com ele, seja uma mãe gentil e carinhosa, leve-o para passear no campo, pescar, andar em uma trilha, pois fazendo isso o corpo se cansa e o sono vem com mais facilidade. Faça alguma atividade, não o deixe em casa sentado e sem fazer nada, pois o ostracismo causa uma série de problemas. Um Grande Abraço.

Deixe seu comentário

Obrigado por compartilhar sua opinião! Todos os comentários passam por moderação, por isso podem não aparecer imediatamente na matéria.