Quando e como começam a se manifestar os sintomas da bipolaridade?

  • +A
  • -A

Momentos de depressão e episódios de euforia em alternância, com frequência, duração e intensidades variadas, que vão de níveis leves aos mais graves. Esta é a realidade de pessoas que sofrem com o transtorno bipolar. Trata-se de um distúrbio psiquiátrico cujas causas ainda não foram definidas ao certo, mas há evidências de que esteja relacionado a fatores genéticos e a alterações funcionais do cérebro.

A bipolaridade costuma atingir jovens entre 15 e 25 anos, mas também é possível diagnosticá-la em crianças e pessoas mais velhas. Apesar de não ter cura, pode ser controlada por meio de remédios, da psicoterapia e de um estilo de vida mais saudável, o que abrange melhores hábitos alimentares, não ingestão de substâncias psicoativas, como a cafeína e o álcool, e diminuição do estresse.

Variações entre mania e depressão

Os episódios de humor são divididos em três: a mania, com humor expansivo e eufórico, hipomania, uma forma mais branda da mania, e a depressão, caracterizada por sentimentos de tristeza, vazio e baixa autoestima. A psiquiatra Ana Hounie aponta alguns dos principais sintomas do transtorno bipolar: “Nas crianças, os mais perceptíveis sintomas são a irritabilidade, a falta de estabilidade entre mania e depressão, o transtorno de déficit de atenção e a hiperatividade. Entre os adolescentes, o quadro caracteriza-se pela ansiedade, abuso de substâncias psicoativas e traços psicóticos.”

Segundo Hounie, estas atitudes merecem atenção, especialmente porque podem ser confundidas como normais devido às mudanças intensas nessas fases da vida. Para ela, os primeiros sintomas aparecem, em 60% dos casos, como crises de depressão, o que torna difícil o diagnóstico do transtorno.   

Dificuldade no diagnóstico

Na juventude, a manifestação dos sintomas do transtorno bipolar podem trazer prejuízos para a vida adulta. “Na infância e adolescência há maior frequência de irritabilidade e sintomas psicóticos. Esses episódios são graves e comprometem de forma significativa vários aspectos do funcionamento da criança e do adolescente, com sérias consequências para suas vidas na fase adulta”, afirma a psiquiatra.

O tratamento da doença deve ser seguido com rigor pelo paciente, para evitar a constante ocorrência de crises e a instabilidade emocional. Muitos costumam usar o álcool e as drogas como válvula de escape, mas é importante saber que eles podem piorar o quadro e anular o efeito da medicação. A família também deve ter acompanhamento psicológico, pois a doença é capaz de afetar a todos.

COLABORARAM NESTE CONTEÚDO: 
Dra. Ana Hounie

Dra. Ana Hounie

Psiquiatria

CRM: 94382 / SP

TAGS
psicologico
transtorno-bipolar

FIQUE POR DENTRO DE DICAS
DE SAÚDE
E BEM-ESTAR

7 comentários para "Quando e como começam a se manifestar os sintomas da bipolaridade?"

Francisca gois

Sinto muita tristeza que dói meu coração! Sinto falta das pessoas que perdi principal as que morreram,e sempre sinto vontade de parti dessa vida!e quando não posso ficar deitada e concentrada nisto fico muito irritada e agressivá se não lutar comigo mesma ,quebro o que tem perto de mim brigo com as pessoas e tenho vontade de agredi-lo! Isso tbem é um sintoma?tomo uns remédios que o psiquiatra passa mas não faz o que sinto desaparecer!

CUIDADOS PELA VIDA

Oi Francisca, é complicado diagnosticá-la apenas com essas informações. É importante fazer um acompanhamento periódico com o médico que prescreveu o medicamento, assim ele poderá reavaliar o tratamento e fazer as alterações necessárias. Melhoras.

undefined

Como saber a diferença entre depressão e tristeza profunda?

CUIDADOS PELA VIDA

Oi, temos em nosso site uma matéria com informações que podem te auxiliar com esta dúvida, segue o link:
https://cuidadospelavida.com.br/saude-e-tratamento/depressao/derrubamos-mitos-que-rondam-depressao-tristeza
Lembrando que isso não te isenta de comparecer em uma consulta com o médico para obter maiores orientações. Abraços.

Evandy

Francisca quero te dizer que Jesus é o psicólogo mais especializado do mundo. Ele pode curar vc! Busque a Ele de todo seu coração e vai achar. Leia a palavra de Deus! E encontrará cura pra sua vida. Jesus te ama.

Dani

Isso vai, passar saia gastando e as vezes irritada.. Tive uma depressao com uma mudanca brusca na minha vida…. Tive um episodio de depressao no mestrado… os médicos que ia nunca acertavam o medicamento… Agora o Doutor Leandro Luz que atende em Porto Alegre, acertou de primeira…. tenho deficit de atencao e hiperatividade junto…. atualmente ele me deu Lamitor e Venvance… estou ótima me senti outra, não engorda nenhum dos dois, você se sente calma, sem brigar ou consumir compulsivamente… Quando estava depre., ele me receitou Alenthus, em 10 dias fiquei boa!! Seja persistente, leia bons livros… os de comédia, por exemplo…. Faço yoga, zumba e hidroginástica além da terapia…escuto músicas para controlar minha ansiedade e relaxar também… Mudei minha carga horária… trabalhava muito não tinha qualidade de vida… Estudei um pouco sobre aromaterapia e meditação, faço automassagem nos meus pés… SOU OUTRA PESSOA ESTOU MUITO BEM COMO NUNCA ESTIVE ANTES… TRABALHO BEM DISPOSTA FAÇO NOVAS AMIZADES…NOVOS SENTIDO DE VIDA PARA MIMGrande abraço que seja útil minhas dicas… para você e para outras pessoas

CUIDADOS PELA VIDA

Oi Dani, obrigada por compartilhar sua história conosco! Parabéns pelo empenho na busca de uma maior qualidade de vida. Abraços.

Deixe seu comentário

Obrigado por compartilhar sua opinião! Todos os comentários passam por moderação, por isso podem não aparecer imediatamente na matéria.