Qualquer pessoa pode sofrer com a depressão?


  • +A
  • -A
Imagem do post Qualquer pessoa pode sofrer com a depressão?

A depressão é uma das doenças psiquiátricas mais frequentes no mundo, causando apatia, problemas de autoestima e até pensamentos suicidas. Apesar disso, ainda há muita desinformação e preconceito a respeito da doença. É preciso mudar este quadro, já que qualquer pessoa pode sofrer com a depressão e, assim, precisar de ajuda dos familiares e de um profissional especializado.

Depressão pode aparecer em qualquer pessoa e em diferentes épocas da vida


“No Brasil, a depressão afeta 10,4% das pessoas e pode aparecer em qualquer indivíduo e em
qualquer época da vida, sendo ligeiramente mais comum em pessoas entre os 18 e 25 anos e do sexo feminino”, afirma o psiquiatra Giovani Missio. Entre os jovens, o suicídio é preocupante: segundo o Ministério da Saúde, é a quarta causa de morte entre os 15 e 29 anos de idade.

De acordo com os estudos mais avançados sobre o tema, a depressão surge como resultado de mudanças na quantidade de neurotransmissores no cérebro e qualquer indivíduo pode, em algum momento da vida, apresentar esse desequilíbrio. Vale destacar, no entanto, que pessoas com predisposição genética estão mais sujeitas a sofrer com a doença.

Histórico familiar facilita desenvolvimento de depressão


Ter familiares que já passaram pela depressão é, inclusive, um dos maiores fatores de risco para a doença. “Os principais fatores de risco são história familiar de depressão,
mudanças de vida, trauma e estresse. Outras doenças crônicas, como cardiopatias, diabetes e câncer, também aumentam o risco para o aparecimento do transtorno. Estas últimas, em especial, nas idades mais avançadas”, diz o especialista.

Além disso, pacientes com outras doenças psiquiátricas, como ansiedade, fobias e abuso de substâncias, também estão mais sujeitos a desenvolver depressão. Esses casos são chamados de comorbidades e precisam de uma atenção especial. O tratamento, por exemplo, deverá abranger o controle dos sintomas dos dois ou mais problemas diagnosticados.

Dr. Giovani Missio é psiquiatra, graduado pela Universidade Federal da Grande Dourados (UFGD), especialista pela Associação Brasileira de Psiquiatria (ABP) e atua em São Paulo. CRM-SP: 127682

Foto: Shutterstock

TAGS
depressao
psicologico

FIQUE POR DENTRO DE DICAS
DE SAÚDE
E BEM-ESTAR

7 comentários para "Qualquer pessoa pode sofrer com a depressão?"

Luciana

Eu queria saber o q faço p ter mais ânimo eu só quero ficar deitada e sinto muito cansaço no joelho e eu tomo anciolitico o Pondera de 10mh

CUIDADOS PELA VIDA

Oi Luciana, recomendo que procure seu médico e informe tais sintomas. Abraços

Ticiane

Quando essa doença veio eu tinha 26 anos e foi em 2014 foi horrível pensei em realmente tirar minha propria vida sofri Muito muito mesmo tive medo de sair de casa não consegui trabalhar só sabia chorar e coração acelerado direto …me tratei e fiquei Boa. Depois de 2 anos tive uma recaída ano passado e foi pior do que a primeira coração a mil não parada de acelerar por nada não conseguia dormi .só vinha ânsia de vomito náusea e não conseguia comer … comecei a me tratar de Novo.. Estou bem melhor. Hoje tenho 30 anos me trato com uma psiquiatra. Tome clonazepam e escilex e hoje faz duas semanas que estou sem meu remédio o escilex… Estou com meus pensamentos bem longe da realidade fora de me. náusea vomito não consigo comer que vem como uma sensação que eu comi demais e meu estômago fica inritado. Mais estou levando a vida .tenho muita vontade de só ficar deitada em casa .Mais não posso tenho que trabalhar ficar em casa acho que é pior estou enfrentando … Mais vou ter uma consulta com minha psiquiatra..E eu engordei muito mais de 10kg com o escilex e não quero mais tomar ele pois ele me deixa indisposta não consigo fazer nada e além mais me bloqueou na minha vida sexual não sinto prazer nenhum…queria sua orientação nisso pode me ajudar o que fazer. Agradeço muito

CUIDADOS PELA VIDA

Olá Ticiane, é muito importante que você siga a prescrição médica e continue tomando seu medicamento. Em uma próxima consulta, exponha esses problemas para sua psiquiatra, ela saberá administrar seu problema da melhor forma. Uma dica de ouro é encontrar algum hobbie que te dê prazer, por exemplo, a atividade física. É comprovado cientificamente que caminhadas e corridas pelo menos 3 vezes por semana ajudam a elevar as taxas de endorfina e serotonina no organismo. Estes dois neurotransmissores são importantíssimos no combate à depressão, pois promovem sensações de prazer e bem-estar. Mas essa é só uma dica! Converse com sua psiquiatra a respeito, e ela saberá definir a melhor estratégia para você. Abraços.

Dinaldo

A algumas semanas, venho percebendo que sintomas da depressão que estavam estabilizado estão retornando mesmo com o uso normal dos medicamentos!O meu ambiente familiar pode favorecer o reaparecimento dos sintomas ?

CUIDADOS PELA VIDA

Olá Dinaldo, a depressão pode ser causada por fatores genéticos ou por fatores ambientais, sendo esse último influências externas diversas, como o ambiente em que se vive. Não há como “cravar” a causa da depressão, o máximo que o médico pode fazer é supor a causa da doença por meio do depoimento do paciente. Abraços.

Lucilei

Esse ano estou assim perdi.minha voz por uma semana quando sarei já me deu dor no estômago quando vou melhorando infeccionou as tendinite e agora voltou a dor no estômago e cabeça,gostaria de saber se tem alguma relação com depressão ou stress?

Deixe seu comentário

Obrigado por compartilhar sua opinião! Todos os comentários passam por moderação, por isso podem não aparecer imediatamente na matéria.