Quais são os principais fatores ambientais relacionados a quadros de depressão?


  • +A
  • -A

Quadros de depressão podem se formar pela influência de fatores ambientais, ou seja, eventos traumáticos que funcionam como gatilhos para que os sintomas da doença passem a se manifestar. Esses fatores estão geralmente ligados à perda de entes queridos, fracassos na vida pessoal ou amorosa, problemas no trabalho, entre outros.  

Depressão e fatores ambientais

 

“Experiências adversas na infância, como perda de parentes, baixo suporte social, abuso físico ou sexual, por exemplo, aumentam o risco de uma pessoa desenvolver um quadro depressivo. Eventos estressores da vida, como desemprego e tragédias, também podem contribuir nesse sentido, assim como privação de sono e uso de substâncias psicoativas”, informa a psiquiatra Erika Mendonça.

A forma como esses fatores ambientais reagem com o cérebro, aumentando o risco de depressão, ainda não é conhecida, de acordo com a especialista. “As teorias mais aceitas atualmente falam sobre redução da serotonina cerebral e elevação dos níveis de cortisol”. Vale ressaltar que a serotonina é um neurotransmissor importante para a regulação do humor, sono, apetite, entre outras funções; enquanto o cortisol é um hormônio diretamente envolvido na resposta do corpo ao estresse e que, apesar de benéfico, pode causar problemas quando está presente em excesso.  

Prevenção de quadros depressivos

 

Também não se sabe ao certo ainda em que nível evitar estressores diminui a chance de depressão. “Isso pode variar muito de acordo com cada pessoa, já que o ambiente interage com características genéticas”, afirma Erika. Além disso, nem todos os fatores ambientais relacionados à depressão são evitáveis. Os que podem ser controlados estão relacionados à saúde (evitar uso de drogas e álcool em excesso, estresse, etc).

Para prevenir a depressão, é importante manter mente e corpo constantemente sãos para que os mesmos sejam capazes de suportar o peso dos fatores ambientais. Isso não garante imunidade a esses fatores ou impede que a depressão, uma doença com alguma carga genética, se manifeste, mas, dessa forma, você aumenta as suas chances de se manter saudável. Prática de exercícios e atividades prazerosas em geral também são ótimos aliados de uma vida com mais saúde mental e física.   

 

Dra. Erika Mendonça de Morais é psiquiatra formada pela Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo (USP) e atua em São Paulo. CRM-SP: 124933

Foto: Shutterstock

COLABORARAM NESTE CONTEÚDO: 
TAGS
depressao
psicologico

FIQUE POR DENTRO DE DICAS
DE SAÚDE
E BEM-ESTAR

4 comentários para "Quais são os principais fatores ambientais relacionados a quadros de depressão?"

Miriam

Fui diagnosticada com depressão a seis anos faço tratamento ja aconteceu de tudo perca de memória tentativas de suicídio etc.mais nunca sobe o por que da depressão.Sempre acho que é genética pois minha vó morreu em cima de uma.cama e os médicos disseram que ela perdeu a vontade de viver então penso q pode ser isso por não entender por que está doença que mim mata e muitas pessoas não entende o por que da confusão da minha cabeça.

Irene

Meu neto está com 17 anos, mora comigo, foi diagnosticado com TOC e depressão há 5 anos. Percebo uma ansiedade e um desânimo em determinados momentos. Ele rói as unhas, se cutuca até sangrar, procrastina suas tarefas escolares e hábitos de higiene e alimentação. Está em tratamento psiquiátrico desde o início dos sintomas, mas é muito angustiante para mim, vê-lo nesse sofrimento. Ele fez muitas sessões com psicólogos, algumas com nutricionista e insisti para fazer uma atividade física, sem sucesso.

Rose

Estou sofrendo muito com depressao ja tem um tempo nao saio mais de dentro do quarto e as vezes q sai tentei me matar na rua me joguei na linha do trem😢hoje nao durmo ja tem tempo nao consigo ajuda da area pública nao sei o q sera de mim 😭😢

CUIDADOS PELA VIDA

Oi Rose! Obrigado por compartilhar conosco sua história. Já inciou o tratamento com o especialista? E de extrema importância o acompanhamento. Abraços.

Deixe seu comentário

Obrigado por compartilhar sua opinião! Todos os comentários passam por moderação, por isso podem não aparecer imediatamente na matéria.