Depressão: Quais mudanças no estilo de vida podem ajudar no tratamento da doença?

  • +A
  • -A

A depressão é uma doença crônica marcada pela tristeza profunda, mas que também causa ansiedade, mudanças no sono e no apetite. Fazer o tratamento com um psiquiatra é essencial para a remissão dos sintomas e para a manutenção da qualidade de vida. Algumas medidas aplicadas no dia a dia facilitam todo esse processo.


Ter hora para dormir e acordar ajuda no tratamento da depressão


Segundo o psiquiatra Giovani Missio, manter o ritmo biológico regulado é uma medida comportamental extremamente importante para o tratamento da depressão. “É necessário
definir horários para dormir e para acordar, dormir pelo menos 6 horas e não mais que 10 em hipótese nenhuma, acordar antes das 8h da manhã e iniciar a rotina com atividade física e social intensa logo nas primeiras horas do dia”, aconselha o médico.

O combate à depressão também requer que o paciente evite o uso de álcool e outras drogas, especialmente no início do tratamento. “O álcool pode agir como gatilho para crises de ansiedade ou sintomas depressivos nos dias seguintes ao seu consumo e, com isso, prejudicar a recuperação do paciente e aumentar o risco de recaídas“, explica o especialista.


Exercícios físicos melhoram qualidade de vida do paciente


Em alguns casos, a pessoa depressiva deve recorrer à psicoterapia para controlar o estresse, que também é prejudicial à doença. “Para o paciente recuperado ou de menor gravidade, fazer meditação diariamente com o
método mindfulness pode ajudar no autoconhecimento e no controle dos próprios pensamentos, emoções e comportamentos, contribuindo para evitar recaídas”, destaca Doutor Giovani.

Outra mudança no estilo de vida que ajuda no tratamento da depressão é deixar o sedentarismo de lado e iniciar a prática de exercícios físicos, que libera endorfina e serotonina, dois neurotransmissores responsáveis pela sensação de bem-estar. Inclusive, diversos estudos têm mostrado que alterações no nível de serotonina estão ligadas ao desenvolvimento da doença.

 

Foto: Shutterstock

COLABORARAM NESTE CONTEÚDO: 
Dr. Giovani Missio

Dr. Giovani Missio

Psiquiatria

CRM: 127682 / SP

TAGS
depressao
psicologico

FIQUE POR DENTRO DE DICAS
DE SAÚDE
E BEM-ESTAR

1 comentário para "Depressão: Quais mudanças no estilo de vida podem ajudar no tratamento da doença?"

Angela Maria Cunha

Sofre com depressão a mais de 20 anos,foi uma grande decepção em meu casamento que átingiu meu emocional e nunca fiz acompanhamento com pisiquiatra só com neurologista me afastei da sociedade da família principalmente filhos e esposo que me chamam de maluca , vivo só trancada em meu quarto e eu estou sentindo uma vontade de acabar de vez com tudo isso pois estou muito cansada de sofrer e ainda ser maltrata por quem me traiu e hoje nem meus remédios não compra , tenho que depender da minha mãe que vive com 1 salário mínimo.Os medicamentos todos caros alguns nem dá pra comprar.E eu com 58anos e muito debilitada…entego esse monstro nas mãos de Deus. Me desculpa. Obrigada.

Deixe seu comentário

Obrigado por compartilhar sua opinião! Todos os comentários passam por moderação, por isso podem não aparecer imediatamente na matéria.