Depressão no inverno: como lidar com os dias frios e não se abater?


  • +A
  • -A

A depressão é uma das doenças psiquiátricas mais discutidas nos últimos anos e provoca um sentimento intenso de tristeza, além de apatia, pessimismo, ansiedade, insegurança e até dificuldades para se concentrar. Apesar de os cuidados com a doença serem importantes durante todo o ano, o inverno requer uma atenção especial, já que é possível que os sintomas piorem nesta estação.

Inverno pode piorar irritabilidade e sonolência causadas pela depressão


“Quem tem o diagnóstico de depressão pode apresentar uma piora de alguns sintomas na época do inverno. Isso não parece estar relacionado à temperatura, mas à menor luminosidade neste período”, afirma a psiquiatra Érika Mendonça de Morais. O inverno também é responsável pelo surgimento da
depressão sazonal, um subtipo da doença.

Os pacientes depressivos podem ter mais sonolência, irritabilidade, falta de energia e aumento do apetite. “As hipóteses para a maior frequência destes sintomas são a menor produção de serotonina, maior produção de melatonina, redução dos níveis de vitamina D e alterações do ritmo circadiano”, explica a especialista. A serotonina é um neurotransmissor que controla o humor, enquanto o ritmo circadiano é o período de 24 horas que dita o relógio biológico.

Maior exposição à luz solar pode ser necessária


O agravamento costuma acontecer principalmente entre o fim da tarde e o início da noite e a
 melhor forma de prevenir a piora dos sintomas depressivos no inverno, de acordo com Érika, é se expor mais à luz solar e ficar atento aos níveis de vitamina D no corpo.

“Se o quadro for mais grave, pode ser necessário o aumento da dose da medicação utilizada no tratamento da depressão. A fototerapia, exposição por alguns minutos por dia à luz intensa e sem radiação ultravioleta, também se mostra útil nestes casos”, recomenda a médica.

Dra. Érika Mendonça de Morais é psiquiatra formada pela Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo e atua em São Paulo. CRM-SP: 124933

Foto: Shutterstock

TAGS
depressao
psicologico

FIQUE POR DENTRO DE DICAS
DE SAÚDE
E BEM-ESTAR

4 comentários para "Depressão no inverno: como lidar com os dias frios e não se abater?"

Luna

Sempre fui muito calada desde a infancia, timida na escola. E agora ha 6 meses desde que perdi empreho sinto-me irritada c meus familiares por coisas banais, preocupada por ptoblemas financeiros pago aluguel faculdade , nao tengo vontade de sair casa, de conversar. Por mim ficaria deitada diq todo. Sinto me desanimada fraca

Genival

Sou de uma cidade quente tratei de depressão mais de 20 anos. Atualmente fiz um transplante renal e tive de ir para uma cidade muito fria, e além do problema renal acho que aos poucos estou sentindo que a depressão quer me pegar dinovo. Ando muito preocupado.

CUIDADOS PELA VIDA

Olá Genival, marque uma consulta com o especialista para que ele já possa te auxiliar. Abraços.

Amanda Garcia

Estou passando por um quadro depressivo , devido à uma reestruturação no trabalho. Estou fazendo tratamento desde dezembro e tive uma piora significativa quando começou o inverno.

Deixe seu comentário

Obrigado por compartilhar sua opinião! Todos os comentários passam por moderação, por isso podem não aparecer imediatamente na matéria.