Quais são os efeitos da poluição na pele?

  • +A
  • -A

Não é nenhuma novidade que a poluição pode causar sérios danos à saúde respiratória. Porém, não são só as vias aéreas que podem sofrer com o ar poluído: a pele também é diretamente afetada pela sujeira e pelos poluentes, que podem causar efeitos graves. A dermatologista Juliana Fonte ajuda você a entender quais as consequências da poluição na pele e o que fazer para reduzir os danos. Confira!

Ressecamento é consequência da poluição na pele

 

Primeiro, é preciso saber o que é poluição. Essa é uma resposta bem simples: as sujeiras do dia a dia, que podem ser piores conforme o ambiente, poeira e outras sujidades que ficam no ar (ou até mesmo na poluição da água) podem ser consideradas poluentes e inspiram preocupação e cuidado.

Segundo a dermatologista, o principal efeito da poluição, quando em contato com a nossa pele, é sua ação sobre os radicais livres, elementos que favorecem o envelhecimento precoce da pele: “A poluição atmosférica facilita a ação deles, danificando as células e levando à degradação do colágeno, substância que confere sustentação à pele. Consequentemente, a pele fica opaca, flácida e ressecada e ganha precocemente um aspecto envelhecido, com manchas amarronzadas e rugas”. 

Além do envelhecimento precoce, os poluentes podem facilitar o surgimento da acne. Isso ocorre porque a acumulação de sujeiras na superfície da pele obstrui os poros, o que pode levar à inflamação e favorecer cravos e espinhas. Há ainda uma maior dificuldade da pele para se renovar durante o sono. 

Creme antipoluição funciona? Evite os danos causados pelos poluentes


Para frear os efeitos danosos da poluição, é preciso adotar alguns cuidados com a pele. Fazer uma boa higiene, com sabonete facial e/ou água micelar, bem como tônicos faciais, é importante para mantê-la sempre limpa e livre de sujeira, como recomenda a Sociedade Brasileira de Dermatologia (SBD). A hidratação também não deve ser deixada de lado: uma pele bem hidratada não só
combate o envelhecimento precoce e a acne como também previne vários outros de problemas de pele. 

Entre os dermocosméticos, é possível encontrar cremes e hidratantes com ação antipoluição. O ideal é que os produtos usados contenham substâncias importantes para a saúde da pele, como bioflavonoides de citrus, Aloe vera e extrato natural de Brassica oleracea, por exemplo, ativos que estão presentes no BioDTox. 

“Esses ativos têm ação antioxidante na pele, diminuindo a quantidade de radicais livres. Os radicais livres causam danos a nível celular e, se não forem controlados, podem levar ao envelhecimento prematuro”, diz a dermatologista. Os ativos promovem a detoxificação da pele, protegendo-a não só da poluição, mas também do estresse, dos raios UV, do tabagismo e de certos medicamentos. 

Para inibir a ação dos radicais livres, Dra. Juliana recomenda o uso não só dos antioxidantes, mas também de filtro solar, que previne os malefícios causados pela exposição solar inadequada, como queimaduras e melasma.

 

Dados da Sociedade Brasileira de Dermatologia (SBD): https://www.sbd.org.br/dermatologia/pele/cuidados/cuidados-diarios-com-a-pele/

Foto: Shutterstock

COLABORARAM NESTE CONTEÚDO: 
Dra. Juliana Fonte

Dra. Juliana Fonte

Dermatologia

CRM: 32136 / RS

TAGS
limpeza-de-pele
pele

FIQUE POR DENTRO DE DICAS
DE SAÚDE
E BEM-ESTAR

Nenhum comentário para "Quais são os efeitos da poluição na pele?"
Seja o primeiro a comentar

Obrigado por compartilhar sua opinião! Todos os comentários passam por moderação, por isso podem não aparecer imediatamente na matéria.