Por que o estresse pode elevar a sua pressão arterial?


  • +A
  • -A

Horas no trânsito, falta de dinheiro, dificuldades no trabalho e problemas em relacionamentos são contratempos enfrentados no dia a dia que podem fazer mal à saúde. Todos esses fatores pioram os níveis de estresse que, consequentemente, podem elevar a pressão arterial, graças à atuação de alguns mediadores químicos que são ativados de acordo o estado emocional de cada pessoa.

Estresse aumenta pressão arterial e favorece infartos


“A adrenalina, por exemplo, que é um neurotransmissor químico, é liberada em situações de estresse, medo e ansiedade e é responsável pela velocidade do sangue, pelos batimentos e pelo ‘estreitamento’ dos vasos sanguíneos. Além da adrenalina, há vários outros reguladores da pressão que são influenciados pelo estado emocional”, afirma a cardiologista Ana Catarina de Medeiros Periotto.

Com mais adrenalina na corrente sanguínea, o sangue faz seu percurso mais rapidamente pelo corpo, o que aumenta a pressão sobre sobre os vasos, que é a pressão arterial. Se a situação acontecer com frequência, há grande risco de complicações. “O estresse constante aumenta o risco de infarto e derrame”, alerta a médica.

Dormir bem é uma das atitudes que diminuem o estresse

Para diminuir o estresse e, assim, manter a pressão arterial controlada em níveis saudáveis, é preciso descansar adequadamente. “É importante dormir oito horas por dia. Se a pessoa tiver problema de insônia, deve procurar tratamento para o sono ser de qualidade, pois o descanso é fundamental para regular o sistema nervoso, os hormônios e as funções do organismo”, recomenda a profissional.

A alimentação também é um fator que influencia o estresse e que precisa de atenção. Castanhas, brócolis, espinafre e agrião, por exemplo, contêm substâncias que regulam os hormônios do humor, diminuindo a ansiedade e o estresse. Já outros alimentos e bebidas podem aumentar o estresse, como energéticos, cafeína, guaraná e chocolate. Além disso, é importante praticar atividades físicas, já que os exercícios são capazes de aliviar a tensão.

Dra. Ana Catarina de Medeiros Periotto é cardiologista, formada em Medicina pela Universidade Federal do Rio Grande (FURG) e com residência em Cardiologia pelo Hospital Federal dos Servidores do Estado do Rio de Janeiro. CRM-SP: 141696 – anacatarinacardio.com.br

Foto: Shutterstock

COLABORARAM NESTE CONTEÚDO: 
TAGS
cardiovascular
infarto
pressao-alta

FIQUE POR DENTRO DE DICAS
DE SAÚDE
E BEM-ESTAR

Nenhum comentário para "Por que o estresse pode elevar a sua pressão arterial?"
Seja o primeiro a comentar

Obrigado por compartilhar sua opinião! Todos os comentários passam por moderação, por isso podem não aparecer imediatamente na matéria.