Pressão alta: a alimentação e o peso do corpo podem ajudar no controle da doença! Saiba como!

  • +A
  • -A

A pressão alta, segundo dados do Ministério da Saúde, faz parte da vida de mais de 38 milhões de brasileiros. Por ser uma doença crônica e sem cura, a melhor forma de lidar com a hipertensão é adotando hábitos diários que auxiliem no controle da pressão arterial. Entre esses hábitos, uma dieta balanceada e atividades que controlem o peso corporal são as mais indicadas pelos especialistas. Conversamos com o cardiologista Fernando Montenegro, que explicou o que deve e o que não deve estar no cardápio e na rotina de alguém com pressão alta. Confira!

Redução do consumo de sal é essencial para o controle da pressão alta

Segundo o cardiologista Fernando Montenegro, o sal é o principal ingrediente a ser reduzido na alimentação de uma pessoa com pressão alta. Ao ser absorvido pelo organismo, esse mineral, muito usado como tempero na culinária brasileira, retém líquido e aumenta o fluxo nos vasos sanguíneos, o que provoca sobrecarga e aumento da pressão arterial. “A recomendação é no máximo seis gramas de sal por dia, dois gramas por refeição. Não é para não usar sal, mas usar com parcimônia”, afirma o especialista.

Porém, reduzir o sal é apenas o primeiro passo para controlar a hipertensão. O especialista destaca que um cardápio balanceado ajuda a controlar outros índices que impactam na pressão arterial. “A alimentação saudável vai controlar outros fatores, como colesterol e o açúcar. Isso ajuda no controle da hipertensão e na redução do risco cardiovascular. Então, seguir uma dieta hipocalórica balanceada, evitando o jejum e outras dietas milagrosas, reduzir o consumo de frituras e alimentos gordurosos e evitar açúcares e doces”, são as dicas do Dr. Montenegro.

Outra recomendação do cardiologista é evitar o consumo de alimentos industrializados e ultraprocessados por conta do seu alto teor de sódio. Temperos naturais, alimentos de origem vegetal e preparados sem a adição de gorduras são os mais indicados para controlar a doença e reduzir o risco de problemas cardiovasculares. “Prefira ervas, como especiarias e limão, para temperar os alimentos. Evite frituras, dando preferência a alimentos cozidos, assados, grelhados e refogados. Prefira alimentos que sejam fontes de fibras, como grãos, frutas e cereais integrais. Tudo isso auxilia na redução de peso, na redução da quantidade de açúcar no sangue, na redução da pressão arterial e, consequentemente, na redução do seu risco cardiovascular”, diz o médico. 

Controle do peso corporal reduz a resistência cardiovascular dos hipertensos

Muitas pessoas se perguntam por que a redução ou o controle do peso é importante para o tratamento da pressão alta. O cardiologista explica que, quanto maior o peso corporal, maior a resistência dos vasos sanguíneos, o que leva ao aumento da pressão: “O vaso vai ficando mais endurecido e, consequentemente, a pressão sanguínea vai aumentando. Além disso, há outros fatores que vêm junto, como o aumento da resistência insulínica, que contribui para o desenvolvimento do diabetes, e aumento de gordura, que se acumula nos vasos. Tudo isso contribui para o aumento do risco cardiovascular”.

Por isso, atividades físicas são fundamentais na rotina do hipertenso. “Principalmente atividade física aeróbica, que vão estimular uma vasodilatação”, indica Dr. Montenegro. Hábitos que contribuam para a redução do estresse e para noites de sono tranquilas também são bem-vindos e apontadas pelo cardiologista como importantes para o controle da pressão alta.

 

Dados do Ministério da Saúde: https://aps.saude.gov.br/noticia/12076 

COLABORARAM NESTE CONTEÚDO: 
Dr. Fernando Montenegro

Dr. Fernando Montenegro

Cardiologia

CRM: 52840831 / RJ

TAGS
cardiovascular
pressao-alta
sal

FIQUE POR DENTRO DE DICAS
DE SAÚDE
E BEM-ESTAR

1 comentário para "Pressão alta: a alimentação e o peso do corpo podem ajudar no controle da doença! Saiba como!"
Deixe seu comentário

Obrigado por compartilhar sua opinião! Todos os comentários passam por moderação, por isso podem não aparecer imediatamente na matéria.