É possível reverter completamente os danos causados por um infarto?


  • +A
  • -A
Imagem do post É possível reverter completamente os danos causados por um infarto?

O infarto é a interrupção do fluxo sanguíneo que chega ao coração durante um tempo longo. Hipertensão, alto índice de colesterol, obesidade, sedentarismo, tabagismo e diabetes estão entre os principais fatores de risco para a ocorrência do infarto. A qualidade e rapidez do atendimento de emergência são fundamentais para garantir que o paciente consiga sobreviver a esse evento.

Tal complicação provoca a morte de células cardíacas que não se regeneram e o prejuízo pode ser maior ou menor de acordo com a artéria comprometida pelo entupimento e com o tratamento recebido nas primeiras horas. Existem infartos em que há sintomas bastante leves e outros em que não é possível nem mesmo chegar ao hospital a tempo.

Rapidez no atendimento do infarto minimiza consequências


Segundo o cardiologista Francisco Flavio Costa Filho, é muito difícil reverter completamente os danos causados por um infarto. 
Ainda assim, a rapidez do atendimento é muito  importante para tentar preservar o maior número possível de células musculares do coração, comprometidas pela interrupção do fluxo sanguíneo. “Se o paciente for bem conduzido a um pronto-socorro e se for rapidamente triado e identificado como um caso de infarto que pode se beneficiar do desentupimento imediato, ele pode ficar com poucas sequelas cardíacas”, explica o médico.

Massagem cardíaca durante um infarto pode salvar vidas


A massagem cardíaca, feita na rua ou em casa por um familiar ou transeunte pode fazer uma grande diferença, salvar uma vida e ainda evitar alguns danos. “Temos exemplos de pessoas que já sofreram parada cardíaca fora do hospital devido ao um infarto, mas como receberam esse atendimento inicial, feito por leigos, sobreviveram com poucas ou nenhuma sequela”, relembra o profissional.

Chamada de compressão torácica externa, ela mantém temporariamente o bombeamento de sangue para o restante do corpo até que uma equipe de emergência chegue ao local e continue o atendimento com a desfibrilação cardíaca. A massagem cardíaca ajuda a evitar danos, como insuficiência cardíaca, arritmia cardíaca e até a morte.

Dr. Francisco Flavio Costa Filho é cardiologista formado pela Universidade Federal do Ceará (UFC) e atua em São José dos Campos (SP). CRM-SP: 141903

Foto: Shutterstock

TAGS
cardiovascular
infarto

FIQUE POR DENTRO DE DICAS
DE SAÚDE
E BEM-ESTAR

Nenhum comentário para "É possível reverter completamente os danos causados por um infarto?"
Seja o primeiro a comentar

Obrigado por compartilhar sua opinião! Todos os comentários passam por moderação, por isso podem não aparecer imediatamente na matéria.