Infarto: como agem os remédios na recuperação? Quais são os benefícios?


  • +A
  • -A
Imagem do post Infarto: como agem os remédios na recuperação? Quais são os benefícios?

A ocorrência de um infarto compromete a integridade do coração, podendo resultar até mesmo na morte desse músculo tão importante. Se você já teve um infarto, é fundamental seguir um tratamento adequado para evitar um novo episódio e recuperar as funções comprometidas. O uso de medicação é essencial nesse processo.   

Remédios que recuperam efeitos do infarto contribuem para que sangue chegue ao coração


“Os medicamentos específicos para tratar quem já teve uma experiência de infarto promovem uma redução no desgaste do músculo cardíaco, por redução da frequência cardíaca e melhora do aporte sanguíneo”, afirma o cardiologista Rafael Costa. Entre esses medicamentos, há os que impedem a formação de coágulos no sangue e, consequentemente a
obstrução de vasos que alimentam o coração.

O uso dos medicamentos após o infarto tem como finalidade estabilizar a função do coração, reduzir  o estresse sobre o músculo cardíaco e controlar os fatores de risco, como hipertensão arterialdiabetes mellitus, aumento de colesterol e tabagismo. Com o controle adequado,  além da recuperação do músculo cardíaco que foi afetado e da consequente melhora da sua função, também se objetiva a prevenção de novos episódios de infarto.

Cirurgia pode ser necessária na recuperação de um infarto


É interessante que o médico avalie a necessidade de receitar remédios que controlem também outras doenças relacionadas, como hipertensão e diabetes, além do colesterol. Vale ressaltar a importância do paciente ter consciência de que a utilização do medicamento deve ser feita exatamente conforme as orientações médicas e que, provavelmente, será para a vida inteira,
para evitar que um novo episódio de infarto ocorra.  

Apesar dos medicamentos serem essenciais no tratamento do infarto, nem sempre eles são o suficiente para restabelecer a passagem de sangue para o coração. Às vezes é preciso recorrer a procedimentos cirúrgicos. “Existem situações em que a cirurgia de revascularização miocárdica e a angioplastia se fazem necessárias”, completa.

Dr. Rafael Santos Costa é cardiologista formado pela Universidade Iguaçu e atua em Nova Iguaçu. CRM-RJ: 52.93343-0 – Site oficialFacebookDoctoralia

Foto: Shutterstock

TAGS
circulacao
coracao
infarto
pressao-alta

FIQUE POR DENTRO DE DICAS
DE SAÚDE
E BEM-ESTAR

9 comentários para "Infarto: como agem os remédios na recuperação? Quais são os benefícios?"

Claudiane

fiz uso de comprimido para não dormir e depois enjeri bebida alcolica depois comecei a provocar suar frio as minhas mãos começaram a tremer e formigar e os meus braços ficaram pesados fui ao médico tomei injeção para cortar o efeito mas hj continuo sentindo desconforto é uma pontada num peito o q devo fazer.

CUIDADOS PELA VIDA

Oi Claudiane, o indicado é procurar uma unidade de saúde próximo de sua residência. Melhoras.

Geraldo Alves de Almeida

Já tive A VC e Infarto o A Vc tem 23 anos e o infarto 9 tomo Diovan, Selozok, Clopin e Somalgin. São os medicamento adequados? Tenho 74 anos. Obrigado.

CUIDADOS PELA VIDA

Oi Geraldo, é importante sempre seguir o tratamento e recomendações prescritas pelo médico que te acompanha. Abraços.

Passei por todos os processos e devemos ressaltar que uma disciplina alimentar também contribui para uma vida pós infarto saudável.

Celson José de Souza

Ano passado fiz uma cirurgia de 5 pontes de safena, atualmente estou tomando:Pantoprazol, 40 mg. em jejum. 1 ao dia.Reconter 10 mg. 1 ao dia.Selozock 100 mg. 1 ao diaClopidogrel 75 mg 1 após almoço.Trezor 10 mg. 1 a noite.Acha que devo tirar algum.?Esta tudo certo.?Obrigado.

CUIDADOS PELA VIDA

Oi Celson, recomendamos que você siga as orientações do médico que te acompanha. Abraços.

Alexandrina Almeida rosa

Tive infarto faZ um mês médico me receitou glifage remédio contra indicado para quem teve infarto e fígado aumentado esse remédio é pra uso de pessoas diabéticas tipo 1e2 eu não tenho diabetes ele falou que é pra uso emagrece esquece risco morte é bem mais porque remédio contra indicado pode dar parada múltiplas nos órgãos ALGUÉM pode me ajudar por favor ele não gostou de mim porque falei que o médico hospital tabajara ramos Mogi Guaçu da alta cedo e os pacientes morrem a tarde foi o que vi internada lá ele me deu alta mentiu pra meu filho que não tinha infarto que era fibromialgia depois falou que era mais não tem nesse cidades de internação misericórdia me ajudem tá morrendo muita gente porque esse médico quer que desocupar leitos denunciar ministério público pois tive alta muito doente e amiga estava lá morreu e tava alta

CUIDADOS PELA VIDA

Olá Alexandrina, não temos como esclarecer dúvidas a respeito do tratamento com o medicamento Glifage pois ele não é fabricado pelos Laboratórios Aché ou Biosintética. Marque uma consulta com o cardiologista, assim ele poderá te orientar. Abraços.

Deixe seu comentário

Obrigado por compartilhar sua opinião! Todos os comentários passam por moderação, por isso podem não aparecer imediatamente na matéria.