Colesterol: entenda como ele pode afetar a saúde do seu coração


  • +A
  • -A

O colesterol é um tipo de gordura encontrada naturalmente no organismo humano. Em quantidades aceitáveis, ele se torna fundamental para o funcionamento do nosso corpo. Existem dois tipos de colesterol: o colesterol bom (HDL), que impede o acúmulo de gordura nas artérias, e o colesterol ruim (LDL), que tem maior relação com as doenças cardiovasculares, isto é, doenças que alteram o funcionamento do coração, como hipertensão arterial (pressão alta), infarto (ataque cardíaco), acidente vascular cerebral (derrame) e trombose.

Para que o coração funcione de forma saudável, os níveis de colesterol no sangue devem ser menores do que 200mg/dl, com o LDL abaixo de 130mg/dl e o HDL acima de 60mg/dl.

 

Excesso de colesterol e suas consequências

 

Existem diversas causas para o excesso de colesterol ruim (LDL) no organismo. Fatores genéticos e alimentação inadequada estão entre os mais comuns.

O colesterol “ruim” se deposita nas artérias diminuindo o fluxo sanguíneo e o acúmulo desta gordura, em placas, no sistema circulatório (aterosclerose), é um dos fatores de risco para pressão alta. Quando associado a outros fatores, como obesidade, sedentarismo, antecedentes familiares de doenças cardiovasculares, tabagismo, diabetes hipotireoidismo, doenças renais, e aumento da circunferência abdominal, além de levar a um aumento na pressão, podem ainda resultar em acidente vascular cerebral e infarto.

 

Como manter o seu coração saudável

 

Para mantermos a saúde do coração, é importante adquirirmos hábitos de vida saudáveis como: alimentação equilibrada, incluindo frutas, legumes, verduras e peixes na dieta, evitando carnes gordurosas, embutidos (por exemplo, linguiças e salsichas) e alimentos processados (entre eles, comida congelada, frios). Outro importante fator  é a prática de  atividade física regular, preferencialmente aeróbica, como corrida e caminhada, acompanhada por um profissional habilitado.

O consumo de substâncias como os fitoesteróis (componentes naturais de óleos vegetais) também contribuem para a saúde cardiovascular pois auxiliam na redução, em até 30%*, da absorção do colesterol.

As principais fontes de fitoesteróis são alimentos de origem vegetal, como soja, nozes, semente de girassol, canola, trigo, milho, tomate, maçã, legumes, verduras, entre outros. No entanto, a quantidade de fitoesteróis nesses alimentos é baixa e, portanto, torna-se difícil conseguir a quantidade diária recomendada (1 a 3 gramas de fitoesteróis livres por dia) para obter efeitos benéficos na saúde cardiovascular somente por meio da alimentação. Por exemplo, a fim de se obter a dose recomendada, seria necessário ingerir, por dia, 340 tomates, 168 cenouras ou 120 maçãs. Por isso, a suplementação é uma forma de se atingir os níveis recomendados pela Sociedade Brasileira de Cardiologia.

Cuide do seu coração. Consulte um profissional de saúde.

 

*Ingestão diária de esterois ou estanois vegetais de 1,6-2g/dia, incorporada a alimentos funcionais.

TAGS
cardiovascular
colesterol

FIQUE POR DENTRO DE DICAS
DE SAÚDE
E BEM-ESTAR

Nenhum comentário para "Colesterol: entenda como ele pode afetar a saúde do seu coração"
Seja o primeiro a comentar

Obrigado por compartilhar sua opinião! Todos os comentários passam por moderação, por isso podem não aparecer imediatamente na matéria.