Infecção viral e bacteriana: quais são as diferenças nos sintomas e tratamento?


  • +A
  • -A

Vírus e bactérias são seres vivos microscópicos que estão presentes em praticamente todos os lugares: no ar, no banheiro de casa, no corrimão da escada e até na tela do celular. Eles são encontrados, inclusive, dentro do organismo humano e, embora usualmente estejam em um estado de equilíbrio, podem desencadear infecções. Conheça as principais diferenças nos sintomas e tratamentos para vírus e bactérias.

Sintomas causados por infecções por vírus costumam ser mais leves


“Geralmente, as infecções bacterianas apresentam sintomas mais graves. A pessoa fica bastante prostrada, abatida, e há maiores chances de complicações. Na infecção viral, os sintomas costumam vir mais leves”, afirma a pediatra Flávia Bello. Ela alerta, no entanto, que isso não é uma regra: “Por exemplo, a
dengue é uma doença viral que pode se apresentar de forma mais grave“.

O resfriado e a gripe são infecções virais bastante comuns e são mais leves quando comparadas à dengue. Porém, alguns subtipos do vírus responsável pelos quadros de gripe podem causar sintomas significativos. Além disso, os vírus associados à Aids e às hepatites B e C também provocam quadros mais graves. Como exemplos de infecções bacterianas, podem ser citados o tétano e a tuberculose, além da otite e da cárie, muito frequentes entre as crianças. Vale destacar que há casos de infecções que podem ser causadas tanto por vírus quanto por bactérias, como as meningites e as pneumonias.

Infecções em crianças requerem maior atenção


As crianças são as que mais precisam de cuidados diante de uma infecção. Como seu
corpo ainda está em desenvolvimento, o sistema imunológico ainda está em formação e não aprendeu a se defender adequadamente, principalmente porque há uma grande probabilidade de que o organismo infantil não conheça o vírus ou a bactéria invasora.

Cada um dos tipos de infecções tem um tratamento com objetivos diferentes. “As infecções virais são usualmente tratadas com medicamentos sintomáticos no geral”, explica a pediatra. Já o tratamento das infecções bacterianas atua diretamente na eliminação desses organismos por meio do uso de antibióticos, que devem ser usados somente com autorização médica.

Foto: Shutterstock

COLABORARAM NESTE CONTEÚDO: 
TAGS
gripe
imunidade
respiracao

FIQUE POR DENTRO DE DICAS
DE SAÚDE
E BEM-ESTAR

Nenhum comentário para "Infecção viral e bacteriana: quais são as diferenças nos sintomas e tratamento?"
Seja o primeiro a comentar

Obrigado por compartilhar sua opinião! Todos os comentários passam por moderação, por isso podem não aparecer imediatamente na matéria.