Aproveitamento escolar: saúde reforçada ajuda seu filho a não perder dias escolares e pode ajudar com o aprendizado


  • +A
  • -A

As infecções virais  de  vias aéreas superiores, principalmente os  resfriados, estão na lista dos principais causadores de ausências escolares. Os casos aumentam no inverno e outono, as épocas do ano que propiciam maior disseminação e contaminação viral. Portanto, manter a imunidade dos seus filhos sempre reforçada influencia diretamente no aproveitamento escolar dos pequenos.  

Reforçando a imunidade das crianças, diminui-se o risco de haver complicações na saúde delas e, assim, as faltas escolares diminuem e o rendimento escolar tende a melhorar. Quando seu filho adoece, passa a comer e dormir mal, o que também prejudica o aproveitamento escolar, caso ele continue indo às aulas”, aponta a alergista Roberta Silva.

 

Dicas para reforçar a imunidade das crianças

 


Por mais que o sistema imune das crianças seja imaturo, alguns hábitos saudáveis podem ajudar a mantê-lo funcionando bem. Investir na alimentação dos seus pequenos é o primeiro passo nesse sentido. “
Uma dieta saudável e equilibrada fornece todos os nutrientes necessários para manter uma boa imunidade. Manter a vacinação em dia também é crucial para evitar infecções e assegurar a saúde”, recomenda Roberta.

A especialista destaca também a importância das crianças dormirem bem e manterem sempre a higiene das mãos. “É durante o sono que muitas coisas acontecem no organismo. A produção celular se renova, com produção de células de defesa, por exemplo. Já o hábito de sempre lavar as mãos após atividades e antes da alimentação, diminui o risco de contaminações e infecções, mantendo o sistema imunológico ativo”, afirma a alergista.

 

Afastamento das aulas às vezes é necessário para melhora da imunidade

 


Apesar de ser muito importante evitar faltas na escola, às vezes a recuperação em casa é necessária. O afastamento e o repouso contribuem para que  o sistema imunológico tenha tempo de se recuperar. “O afastamento  da  escola também protege o sistema imunológico, evitando outras contaminações e infecções quando já se está doente. Além disso, em casa a observação da evolução dos sintomas é mais adequada”.

 

Foto: Shutterstock

COLABORARAM NESTE CONTEÚDO: 
Dra. Roberta Rodrigues da Silva

Dra. Roberta Rodrigues da Silva

Alergia e Imunologia

CRM: 94054 / SP

TAGS
imunidade

FIQUE POR DENTRO DE DICAS
DE SAÚDE
E BEM-ESTAR

10 comentários para "Aproveitamento escolar: saúde reforçada ajuda seu filho a não perder dias escolares e pode ajudar com o aprendizado"

Lenir Lopes Cardoso

Minha neta com 10 meses e depois com 1.1 mês teve convulsões febril, fez todos exames eletros ultrasone passou por neuro, graças a Deus não ficou sequelas, a médica disse que o perigo seria até completar 7 anos, hoje ela já completou 7 anos em agosto é correto ou ainda nesta idade a imunidade é baixa corre o risco ainda, ela é saudável raras vezes uma infecção de garganta com recuperação rápida obrigadas

CUIDADOS PELA VIDA

Olá Lenir, reforçando a imunidade das crianças, diminui-se o risco de haver complicações na saúde delas. Conforme informado na matéria uma dieta saudável e equilibrada fornece todos os nutrientes necessários para manter uma boa imunidade. Manter a vacinação em dia também é crucial para evitar infecções e assegurar a saúde. Procure um pediatra para que diante de exames ele possa informar se ainda existe algum risco. Até a próxima.

Fabiana

Meu filho de 3 anos faz tratamento com Leucogem para melhorar a imunidade atualmente está com crise tosse cheia cansaço, depois de 8 dias no antibiótico começou febre, não sei mais a que especialidade médica recorrer pois iniciou com 1 mês essas crises já passou por vários pediatra, alergologista, otorrino mais as crises persistem. Tem alguma precaução que posso fazer para diminuir esses crises recorrentes?

CUIDADOS PELA VIDA

Olá Fabiana, manter uma alimentação saudável pode trazer melhora na saúde, o hábito de sempre lavar as mãos após atividades e antes da alimentação, diminui o risco de contaminações e infecções e manter a vacinação em dia também é crucial para assegurar a saúde. Mas de qualquer modo é muito importante o acompanhamento profissional. Procure sempre o médico pediatra para que ele possa realizar os exames necessários e indicar o tratamento mais adequado. Uma boa notícia para você é que pacientes cadastrados no Programa Cuidados Pela Vida possuem um benefício a mais, um acompanhamento com farmacêuticos e enfermeiros 24h (por dia) via telefone para esclarecimento de dúvidas sobre saúde, doenças e tratamento, você pode entrar em contato gratuitamente no número 0300 118 1006. Abraços.

Paula

Minha filha de 5 anos está tomando Leucogem, tem rinite e como consequência uma sinusite que está difícil de sarar, já recorri a vários especialistas, não sei mais o que fazer, o fase difícil.

CUIDADOS PELA VIDA

Olá Paula, conforme informado na matéria por mais que o sistema imune das crianças seja imaturo, alguns hábitos saudáveis podem ajudar a mantê-lo funcionando bem, uma dieta saudável e equilibrada fornece todos os nutrientes necessários para manter uma boa imunidade. Manter a vacinação em dia também é crucial. Desejamos melhoras para sua filha. Até logo.

Mariana

E quando fazer tudo isso que está na matéria não adianta? Minha filha come muitas verduras e legumes lava as mãos sempre a vacina está em dia , mas na maioria das vezes tem dor de garganta , tosse o médico receitou remédios para aumentar a imunidade dela disse que está muito baixa

CUIDADOS PELA VIDA

Olá Mariana. É crucial buscar atendimento com o pediatra para que seja identificado a causa desses sintomas e iniciar o tratamento mais adequado para a sua filha. Com o tratamento será possível combater os sintomas de forma completa e eficaz. Abraços.

Alessandra

Bom dia!A minha bebê nasceu prematura, tem alguns cuidados, toma o Leucogen também , tem febre as vezes do nada. Ela tomou uma vacina muito boa que ajuda a Imunidade, a Palivizumabe, consegui pelo convênio, isso me ajudou muito, se informem com os Pediatra.

CUIDADOS PELA VIDA

Olá Alessandra. Agradecemos por compartilhar seu relato. A pediatra Dra. Renata Coutinho afirma também que para que as crianças tenham a boa imunidade, recomenda-se que a reforcem com hábitos saudáveis, como alimentação equilibrada, prática moderada de esportes supervisionados e horários de descanso, respeitando a demanda pela idade. Até a próxima.

Deixe seu comentário

Obrigado por compartilhar sua opinião! Todos os comentários passam por moderação, por isso podem não aparecer imediatamente na matéria.