Alergia: Coçar o nariz pode piorar a situação de quem tem o problema?


  • +A
  • -A

Pessoas alérgicas muitas vezes coçam o nariz para aliviar a irritação local, mas a ação não melhora efetivamente o problema. Há até mesmo quem acredite no contrário, ou seja, que coçar o nariz pode piorar um quadro de alergia. De acordo com a alergista e imunologista Roberta Rodrigues da Silva, isso não é verdade.

“Não, a coceira não piora a situação de quem tem alergia. É apenas um sintoma de uma manifestação que pode ser alérgica, no caso de uma rinite. A intensidade e frequência da coceira depende de vários fatores, tais como a sensibilidade da pessoa, a intensidade da inflamação da mucosa do nariz e o contato com os causadores das reações que levam à coceira”, explica.

 

Procurando ajuda e tratamentos da alergia

 


Quem é alérgico deve procurar o acompanhamento de um especialista em alergologia para descobrir, conhecer e entender quais são os fatores que desencadeiam e pioram a alergia, para assim conseguir evitá-los sempre que possível. “Nesse sentido, é necessário seguir as orientações e planejamento do médico, além de não suspender o tratamento sem sua orientação. Uma boa relação entre médico e paciente é fundamental”, avalia Roberta.

Crises alérgicas são tratadas, normalmente, com medicamentos antialérgicos e antiinflamatórios. “Usamos os antialérgicos por períodos curtos (5 a 7 dias), assim como os corticóides e os broncodilatadores. Estes dois últimos são usados quando a alergia acomete o pulmão. Em crises alérgicas de pele (dermatite atópica) podemos usar também pomadas ou cremes de corticóide por cerca de 5 dias”, explica a médica.

 

Desenvolvimento da alergia

 


A alergia é uma hipersensibilidade do organismo, uma resposta exagerada do sistema imunológico a estímulos que normalmente não causariam reação (ácaros, mofo, alimentos). “O contato inicial com esses estímulos (geralmente na infância) vai determinar uma sensibilização, como se fosse um reconhecimento, para depois, em novos contatos, acontecer a manifestação da alergia com os sintomas clínicos (coceira, espirros, nariz entupido, tosse, coriza)”, conclui.

Além disso, o clima seco pode contribuir para o agravamento de crises alérgicas, especialmente as respiratórias, além do uso excessivo do ar-condicionado.

 

Dra. Roberta Rodrigues da Silva é alergista e imunologista formada na UNIFESP – Escola Paulista de Medicina. Atua como alergologista infantil no Hospital Nipo Brasileiro. CRM-SP: 94054

 

Foto: Shutterstock

COLABORARAM NESTE CONTEÚDO: 
TAGS
alergias-respiratorias
imunidade

FIQUE POR DENTRO DE DICAS
DE SAÚDE
E BEM-ESTAR

10 comentários para "Alergia: Coçar o nariz pode piorar a situação de quem tem o problema?"

Valmir

Depende da situação e o grau que a pessoa tem ,a coceira pode provocar uma lesão, o correto seria lavar ou manter úmido o local , o ar seco e um dos problemas que afeta muito a população, mão suja também, a renitente, poeira causa a inflamação nas bolsas nasais .

CUIDADOS PELA VIDA

Olá Valmir, quem é alérgico deve procurar o acompanhamento de um especialista em alergologia para descobrir, conhecer e entender quais são os fatores que desencadeiam e pioram a alergia, para assim conseguir evitá-los sempre que possível. De acordo com a Dra. Renata Souza Curi devemos manter o ambiente de casa sempre limpo e bem arejado, realizar lavagem nasal com soro fisiológico e evitar o contato com pó e mofo. Além de acompanhamento médico, é importante seguir uma dieta balanceada, se hidratar adequadamente e praticar atividades físicas regulares. Até breve.

Gesabel Oliveira

Meu marido comprou um cachorro muito peludo, moramos em apartamento eu e meu filho de 5 anos temos rinite, estamos em crise a mais de um mês o cachorro está conosco a 5 meses, está crise está relacionada ao pelo do cachorro?? Mesmo depois de alguns meses de convivência??? Nada mudou nos nossos hábitos, só o animal em casa.Meu filho está com tosse constante e nariz trancado e muita coceira.Obrigada

CUIDADOS PELA VIDA

Olá Gesabel, de acordo com Dra. Vanessa Cristina Hartmann pacientes que tenham sintomas de rinite alérgica, como obstrução nasal (sensação de nariz “trancado”), espirros frequentes e coceira no nariz, podem necessitar, além de uma higiene nasal frequente, uso de sprays diretamente no nariz para reduzir a inflamação e com isso evitar crises de rinite alérgica e infecções respiratórias. “O controle ambiental também é fundamental, evitando tapetes, carpetes, cortinas e mantendo a casa limpa, arejada e ventilada”, recomenda. De qualquer maneira é indispensável a busca por um pneumologista para que seja identificado a causa dos sintomas e o tratamento mais adequado. Abraços.

Nelson Paula laurenco

Gostaria de receber informações sobre broncoscopia

CUIDADOS PELA VIDA

Olá Nelson, a broncoscopia é um tipo de exame utilizado para avaliar as vias aéreas, através da introdução de um tubo que entra pela boca, ou nariz, e vai até ao pulmão. É um exame que pode ajudar no tratamento de uma obstrução do pulmão, e auxiliar no diagnóstico de algumas outras doenças. Continue por aqui para ter acesso a mais informações. Até a próxima!

Cláudia

Sofro demais com alergia, sinto falta de ar.

CUIDADOS PELA VIDA

Olá Claudia, quem é alérgico deve procurar o acompanhamento de um especialista em alergologia para descobrir, conhecer e entender quais são os fatores que desencadeiam e pioram a alergia, para assim conseguir evitá-los sempre que possível. Até logo.

Nete Ferreira

O animal como cachorro, prejudica a saúde para quem tem alergia, como a sinusite, rinite, bronquite …?

CUIDADOS PELA VIDA

Olá Nete, de acordo com a otorrinolaringologista Dra. Renata Souza Curi os pacientes que receberam o diagnóstico da rinite podem ter cães e gatos em casa. No entanto, é importante ter alguns cuidados para prevenir o aparecimento dos sintomas. “Para evitar as crises causadas por pelos de animais é indicado que se mantenha o ambiente sempre limpo e arejado, além de evitar que os animais permaneçam no quarto e na cama onde a pessoa dorme”, afirma. Caso o paciente ainda esteja considerando adotar um animal, escolher um cachorro ou um gato com pelos curtos é uma boa opção. No dia a dia, será necessário evitar beijar ou aproximar o nariz da pelagem do pet e mantê-la sempre curta e limpa, preferencialmente, sem o uso de produtos com cheiros fortes, que também podem causar uma crise. Até breve.

Deixe seu comentário

Obrigado por compartilhar sua opinião! Todos os comentários passam por moderação, por isso podem não aparecer imediatamente na matéria.