Autismo: de que forma o transtorno causa problemas de comunicação?


  • +A
  • -A

O autismo é um transtorno do desenvolvimento que costuma aparecer logo nos primeiros anos de vida. É uma condição que não altera o físico, afetando somente o cérebro humano. Entre suas principais características estão o comportamento repetitivo e o prejuízo a algumas das partes mais importantes da condição humana: a comunicação e a convivência.

Autismo impede que criança desenvolva capacidade de se comunicar


“Os
problemas de comunicação ocorrem devido a ‘falhas’ nas conexões nervosas na área do chamado cérebro social. Há menos sinapses nessas regiões, provocando dificuldades na comunicação”, afirma a psicóloga Gisele Tridapalli. No autismo, há desde casos de crianças que não falam a crianças cujas falas são inadequadas ao contexto e ao ambiente em que estão.

Esses problemas relacionados à fala atrapalham ou até mesmo impedem que o portador do distúrbio faça amizades e interaja socialmente. O autista, frequentemente, refere-se a si mesmo na terceira pessoa e evita manter contato visual com outras pessoas. Às vezes, repetem frases inteiras ouvidas na televisão ou em uma conversa, por exemplo.

Tratamento ajuda a melhorar comunicação de pacientes com autismo


A melhor forma de impedir que o autismo prejudique a comunicação é
fazer o tratamento corretamente, o que melhora bastante o quadro. “Para isso, é fundamental que a criança tenha uma boa equipe interdisciplinar, com psicólogo, fonoaudiólogo, psicopedagoga e outros profissionais necessários para aquela criança, que podem ser diferentes da demanda de outra criança com o mesmo diagnóstico”, diz a profissional.

De acordo com a especialista, o psicólogo trabalha a comunicação por meio da linguagem, enquanto o fonoaudiólogo atua de maneira mais fluida e lúdica. “A musicoterapia tem sido uma grande aliada no desenvolvimento da linguagem e muitas crianças conseguem desenvolver uma fala bastante funcional, não sendo mais perceptíveis os sinais do autismo”, explica Gisele.

Gisele Wagenführ Tridapalli é psicóloga formada pela Universidade Federal de Santa Catarina, especializada em Neuropsicologia e atua em Florianópolis (SC). CRP-SC: 12/03942 – giseletridapalli.com.br

Foto: Shutterstock

COLABORARAM NESTE CONTEÚDO: 
TAGS
autismo
psicologico

FIQUE POR DENTRO DE DICAS
DE SAÚDE
E BEM-ESTAR

Nenhum comentário para "Autismo: de que forma o transtorno causa problemas de comunicação?"
Seja o primeiro a comentar

Obrigado por compartilhar sua opinião! Todos os comentários passam por moderação, por isso podem não aparecer imediatamente na matéria.