Como o calor afeta quem sofre de asma?


  • +A
  • -A

Quem tem asma sabe que não importa se é inverno ou verão, os cuidados com a saúde não podem ficar de lado em nenhuma estação do ano. Essa necessidade é resultado do grande impacto que o clima causa na vida dos asmáticos. Não é apenas a temperatura que influencia na possibilidade de ter uma crise. A umidade relativa e a intensidade da poluição também podem provocar exacerbações em pacientes com a doença.

Exposição ao sol pode favorecer crises asmáticas

Pessoas com asma devem ter atenção quanto à prática de exercícios físicos ao ar livre durante a estação mais quente do ano. “No verão, por causa da maior incidência da luz solar, é possível haver aumento da concentração do gás ozônio, que é altamente irritativo para a mucosa de brônquios, narinas e olhos, elevando as crises de asma, rinite, conjuntivite e de DPOC”, explica o pneumologista Ciro Kirchenchtejn.

Segundo o profissional, a combinação entre o ozônio, as altas temperaturas e a desidratação pode iniciar uma crise asmática. “Recomenda-se treinar em locais sem exposição a gases produzidos por veículos e com menos luz solar, dando preferência à prática durante a manhã”, aconselha o especialista. As mudanças bruscas de temperatura, saindo do ar-condicionado diretamente para a prática ao ar livre, também são críticas para pacientes com asma e podem servir como gatilho para uma nova crise.

Asmáticos devem procurar locais limpos para praticar atividades físicas

Para Kirchenchtejn, a escolha do local para praticar um exercício deve ser cautelosa. “É preciso ter cuidado com o lugar, porque a umidade aumenta a concentração de mofo e ácaros. Deve-se fazer uma faxina e uma aeração do local”, diz o pneumologista. Parques e praças com árvores são os locais ideais, sem esquecer de se hidratar bastante. Se estiver em crise, atividades radicais devem ser evitadas. Caso utilize medicação para momentos de exacerbação dos sintomas, como bombinhas, leve-a sempre que possível.

O paciente asmático deve saber reconhecer se o seu desempenho durante a prática esportiva não está adequado ao estreitamento das vias respiratórias, condição que caracteriza a asma. Chiado, falta de ar e tosse com muco são alguns dos sinais que indicam que algo pode estar errado. É fundamental ter acompanhamento médico constante para garantir que a prática de exercícios físicos seja sempre segura.

Foto: Shutterstock

COLABORARAM NESTE CONTEÚDO: 
Dr. Ciro Kirchenchtejn

Dr. Ciro Kirchenchtejn

Pneumologia

CRM: 50579 / SP

TAGS
asma
respiracao

FIQUE POR DENTRO DE DICAS
DE SAÚDE
E BEM-ESTAR

27 comentários para "Como o calor afeta quem sofre de asma?"

Marisa Borges

Quem tem asma pode Tomar sorvete e banho frio?

CUIDADOS PELA VIDA

Oi Marisa, na maioria dos casos, não há necessidade de evitar gelados ou sorvetes. Siga as orientações do seu médico. Abraços.

Rosangela simor

Sempre que vou a praia me sinto muito bem,não tenho crises de tosse,Fasso caminhadas na areia ,durmo tranquila como se não tivesse asma ,estou pensando seriamente em mudar para a praia

CUIDADOS PELA VIDA

Olá Rosangela, realmente a mudança de ambiente por um menos poluído pode trazer diversos benefícios para a saúde, ainda mais com uma alimentação equilibrada e a pratica de exercícios ajudam bastante. Parabéns pela iniciativa de busca de qualidade de vida com a caminhada. Lembrando que mesmo com a redução das crises, é importante sempre manter o tratamento prescrito e consultar regularmente o seu médico. Um grande abraço.

Aparecido

Eu faço uso de alenia 12/400 e Aerolin. Eu acho que não tá surgindo efeito e abandonei.

CUIDADOS PELA VIDA

Olá Aparecido, os dispositivos inaladores são fundamentais para o tratamento da asma, pois eles permitem a administração de medicações importantes para o controle da doença, como os corticoides, permitindo que você reduza a quantidade e intensidade das crises. Sem isso, você pode ter crises graves, frequentes e de difícil recuperação. Mesmo com o tratamento sendo realizado corretamente, ainda podem acontecer crises, motivadas pela exposição a fatores como fumaça de cigarro, poeira em excesso, etc. É fundamental seguir as recomendações no tratamento e só suspender a medicação, ou alterar sua dosagem, se isso for autorizado pelo médico. Confira outra matéria que traz mais informações sobre essa patologia clicando no link abaixo. Abraços.

https://cuidadospelavida.com.br/saude-e-tratamento/asma-e-bronquite/controlar-crise-de-asma-inalatorios

Juliana da Silva Barbosa claudino

as minhas crises me dá derrenpete aí eu vou e faço apricasao da bombinha eu não posso com cheiro da fumaça de cigarro me sufoca mais eu não posso usar direto a bombinha o que devo fazer

CUIDADOS PELA VIDA

Olá Juliana, mesmo com o tratamento sendo realizado corretamente, ainda podem acontecer crises, motivadas pela exposição a fatores como fumaça de cigarro, poeira em excesso, etc. É muito importante para a sua saúde que você siga o tratamento indicado pelo seu médico, utilizando os medicamentos pelo período determinado na prescrição respeitando os horários de utilização. É fundamental seguir as recomendações no tratamento e só suspender a medicação, ou alterar sua dosagem, se isso for autorizado pelo médico. Até logo.

Suely Batista Evangelista

Eu estou sofrendo muito com essa asma estou tomando alenia 400 budesonida 200 e alenia 200 no horario certo mais sobre melhora um pouco não posso caminhar se eu ficar parada eu não tenho crise o que eu posso fazer para eu melhorar um pouco a minha vida

CUIDADOS PELA VIDA

Olá Suely, o tratamento capaz de melhorar os sintomas e evitar as crises de falta de ar da DPOC muitas vezes se baseia no uso de medicamentos. Estes são capazes de dilatar os brônquios, dando ao paciente alívio no ato de respirar. Além dos medicamentos, é essencial que os pacientes evitem os fatores de risco para a doença. Orientamos que busque um pneumologista para avaliar seu quadro por completo e indicar o melhor tratamento para sua recuperação. Até logo!

Marlene Groti

Tenho DPOC estou usando Alenia e Seebri e não estou vendo melhora , tenho muita falta de ar e não consigo fazer atividade física pq tenho canseira.Gostaria de saber se estou no caminho da melhora ou não. Obrigado.

CUIDADOS PELA VIDA

Olá, Marlene. Realizar atividades simples do dia a dia pode ser difícil para um paciente com DPOC, que logo se sente cansado e com falta de ar. É importante ficar em repouso antes de fazer uma tarefa e procurar não gastar muita energia. Para isso, você pode optar por tomar banho, se secar, se vestir e escovar dentes sentado. O acompanhamento com um médico pneumologista é fundamental para o tratamento da doença. Abraços!

Maria Franklin

Faco natacao em piscina aberta, 3/4 vezes por semana….evito tomar soL. …seria melhor nadar de manha ou a tarde?

CUIDADOS PELA VIDA

Olá, Maria. Os melhores horários para a prática de atividades físicas são no início da manhã até às 10h e após às 16h. Nesses intervalos há menor radiação UVB, por isso, são os horários mais indicados. Um abraço!

Eliete

Gostaria que fosse falado de enfizema pulmonar !!

João

Vou voltar a praticar mau gay essa luta me tira o estresse geral até remédio de pressão o médico tirou como peguei asma alérgica devido ao estresse posso fazer sem problemas?

CUIDADOS PELA VIDA

Oi João, antes de começar ou retomar qualquer prática esportiva, devemos sempre consultar um médico para que o mesmo possa avaliar o estado físico do paciente. Uma vez que o médico dê o aval à pratica, podemos — e devemos aderir a pratica. Abraços!

Milton paulo giersztajn

Gostaria de ver uma matéria sobre trombose venosa x embolia pulmonar x aviao x tempo de voo

CUIDADOS PELA VIDA

Olá Milton. Agradecemos sua sugestão e encaminhamos para nossa areá responsável, para verificar a possibilidade de desenvolvimento de matérias com os temas informados. Continue nos acompanhando para receber mais informações sobre saúde, doenças e dicas de tratamento. Até logo.

Sérgio

Desde de 2anos q sofro com asma.. Mais só depois de adulto q comecei a usar as famosas bombinhas , mais não tavam mais fazendo efeito.. É tão provável que minha última crise agora precisei ir pra UTI , mais graças a deus deu tudo certo é agora estou fazendo um.novo tratamento com Alenia 400 e estou vendo muita diferença.. É agora estou fazendo parte desse programa cuidadospelavida é está mim ajudando muito. Obrigado

CUIDADOS PELA VIDA

Olá Sérgio. O pneumologista Dr. Mauro Gomes afirma que, os dispositivos inaladores são fundamentais para o tratamento da asma, pois eles permitem a administração de medicações importantes para o controle da doença, como os corticoides, permitindo que o paciente reduza a quantidade e intensidade das crises. Sem isso, o paciente pode ter crises graves, frequentes e de difícil recuperação. Continue nos acompanhando para receber mais informações e dicas como essa. Até breve.

Crislaine Paula

Descobri minha asma em 2016,devido a uma dor nas “costas” que eu estava sentindo fiz tomografia e levei ao pneumologista e descobri que eu tinha asma comecei a fazer o uso da Bombinha Alenia 12/400 em 2018 as dores nas costas voltaram e dói bastante, dói mais quando eu tomo banho em água gelada pego muito vento nas costas eu queria saber se é sintomas da Asma mesmo ?

CUIDADOS PELA VIDA

Olá Crislaine. Assim como em toda doença crônica, o tratamento da asma exige acompanhamento constante com um médico apropriado. É especialmente importante e necessário manter contato com este profissional com frequência nos casos em que o tratamento engloba uso de medicamento (o que é bastante comum no caso da asma). O pneumologista é o profissional que normalmente melhor executa essa função. Para identificar a causa real das dores nas costa é importante conversar com seu médico sobre esse sintoma. Desejamos sucesso no seu tratamento. Abraços.

Raquel Teixeira Reis

Descobri que tinha asma a um ano atrás, estou fazendo tratamento com clenil e alenia, mais continuo tendo muitas crises, devo voltar a pneumologista para mudar medicação?!

CUIDADOS PELA VIDA

Olá Raquel. Agradecemos por compartilhar seu comentário. De acordo com o Dr Mauro Gomes, a asma é uma doença cuja intensidade pode variar ao longo do tempo, visto que seus sintomas tendem a piorar quando o paciente é exposto aos agentes desencadeadores das crises, como poeira, fumaça e pelos de animais. Sendo assim, para responder a alterações no grau dos sintomas, o médico pode mudar a dosagem do medicamento utilizado no tratamento. Converse com seu pneumologista para verificar a necessidade e a possibilidade de alteração no tratamento atual. Abraços.

Neilma santos

Minha mãe faz uso do forasec pra asma mas não está resolvendo nesse calor o que eu faço.

CUIDADOS PELA VIDA

Oi Neilma. Consultar o pneumologista é crucial para que ele possa diante de uma consulta presencial indicar ou readequar o tratamento de acordo com as necessidades do paciente. Até a próxima.

Deixe seu comentário

Obrigado por compartilhar sua opinião! Todos os comentários passam por moderação, por isso podem não aparecer imediatamente na matéria.