Você sabia que trocar o remédio para asma pode atrapalhar seu tratamento?


  • +A
  • -A

A asma é uma doença crônica que inflama os brônquios e estreita a passagem de ar para os pulmões diante do contato do sistema respiratório com poeira, pólen, mofo e pelos de animais. O tratamento da doença deve ser feito com a ajuda de medicações e da forma indicada pelo médico. Trocar os medicamentos sem sua autorização pode atrapalhar o controle da asma.

Substituir os remédios pode piorar sintomas da asma


“A
automedicação e a troca de medicamentos sem orientação médica aumentam os efeitos colaterais dos fármacos, porque na maioria das vezes, o paciente trata a crise com dose e tempo da medicação de forma inadequada”, afirma o pneumologista Jaime Ferreira Baetas Junior. Assim, dificilmente sua doença será controlada de forma eficaz.

Além disso, quando você opta por substituir as medicações por conta própria, estará exposto a uma piora considerável dos sintomas da doença, que variam desde falta de ar e tosse até chiado e dor no peito e respiração ofegante. Existe ainda o risco de complicações e crises intensas de asma, que podem levá-lo a ser hospitalizado.

Tratamento correto para asma reduz número de crises


De acordo com o profissional, para tratar a asma de forma adequada, você precisa
recorrer a um médico especialista, que será capaz de indicar a dose adequada da medicação específica. “A importância do tratamento da asma é ajudar a preservar a função pulmonar no médio e no longo prazo e evitar as crises respiratórias, melhorando a qualidade de vida”, destaca.

Há vários tipos de medicações que podem ser utilizadas para tratar seu quadro de asma. Entre os mais prescritos pelos médicos estão os medicamentos que atuam contra alergias, os broncodilatadores, que reduzem a inflamação dos brônquios e permitem uma melhor respiração, e os corticosteroides, que agem diretamente nos pulmões dos pacientes.

Dr. Jaime Ferreira Baetas Junior é pneumologista, professor da Universidade Cidade São Paulo (Unicid) e responsável pelo ambulatório de doenças respiratórias do Complexo Hospitalar Padre Bento de Guarulhos. CRM-SP: 63007

Foto: Shutterstock

TAGS
alergias-respiratorias
asma
respiracao

FIQUE POR DENTRO DE DICAS
DE SAÚDE
E BEM-ESTAR

2 comentários para "Você sabia que trocar o remédio para asma pode atrapalhar seu tratamento?"

Floriza

Uso a anos forasec 12/400mcg.,a mais de 3 meses não tenho encontrado este remédio, sem explicação sumiu das farmacias,me vi obrigada a voltar a usar Alenia 12/400mcg.ñ faz o mesmo efeito,assim o que fazer?

CUIDADOS PELA VIDA

Oi Floriza, não é indicado utilizar medicamentos sem a devida prescrição médica. Orientamos você a realizar uma consulta com o especialista. Abraços.

Deixe seu comentário

Obrigado por compartilhar sua opinião! Todos os comentários passam por moderação, por isso podem não aparecer imediatamente na matéria.