Tipos de rinossinusite: confira a classificação que você se enquadra

  • +A
  • -A

Sinusite é todo processo inflamatório da mucosa de revestimento dos chamados seios paranasais. Atualmente, o termo rinossinusite tem sido mais aceito, pois os seios paranasais são ligados diretamente a cavidade nasal. Portanto, a rinite (sintomas originários na cavidade nasal) e sinusite são doenças em continuidade.
A rinite existe isoladamente, mas a sinusite sem rinite é de ocorrência rara.
A rinossinusite ocorre geralmente após uma infecção viral das vias aéreas superiores (IVAS) ou após uma inflamação alérgica. Estima-se que 0,5 a 2% das IVAS apresentam evolução para rinossinusite bacteriana.

Tabela 1. Classificação das rinossinusites

Sinusite crônica

A sinusite crônica ocorre quando os seios da face ficam inchados e inflamados por três meses ou mais, apesar do tratamento.

Essa condição comum interfere na maneira como o muco normalmente é drenado e torna o nariz entupido. Pode ser difícil respirar pelo nariz e a área ao redor dos olhos pode ficar inchada ou sensível.

A sinusite crônica pode ser causada por uma infecção, por crescimentos nos seios da face de pólipos nasais ou inflamação do revestimento dos seios da face. Pode afetar tanto adultos como crianças.

Os sinais e sintomas comuns de sinusite crônica incluem:

– Inflamação nasal

– Secreção espessa do nariz

– Secreção na parte de trás da garganta (drenagem pós-nasal)

– Obstrução ou congestão nasal, causando dificuldade para respirar pelo nariz

– Dor, sensibilidade e inchaço ao redor dos olhos, bochechas, nariz ou testa

– Sentido de olfato e paladar reduzidos

Outros sinais e sintomas podem incluir:

– Dor de ouvido

– Dores na mandíbula superior e dentes

– Tosse ou pigarro

– Dor de garganta

– Mal hálito

– Fadiga

A sinusite crônica e a sinusite aguda têm sinais e sintomas semelhantes, mas a sinusite aguda é uma infecção temporária dos seios da face frequentemente associada a um resfriado. Os sinais e sintomas da sinusite crônica duram pelo menos 12 semanas, mas você pode ter vários episódios de sinusite aguda antes de desenvolver sinusite crônica. Febre não é um sinal comum de sinusite crônica, mas você pode ter uma com sinusite aguda.

Quando procurar um médico

– Você já teve sinusite várias vezes e a condição não responde ao tratamento

– Você tem sintomas de sinusite que duram mais de 10 dias

– Seus sintomas não melhoram depois que você consulta seu médico

Consulte um médico imediatamente se tiver os seguintes sinais ou sintomas, que podem indicar uma infecção grave:

– Febre

– Inchaço ou vermelhidão ao redor dos olhos

– Dor de cabeça severa

– Edema na testa

– Confusão

– Visão dupla ou outras alterações de visão

– Torcicolo

 

Causas

As causas comuns de sinusite crônica incluem:

– Pólipos nasais.

– Desvio de septo nasal.

Outras condições médicas. As complicações de condições como fibrose cística, HIV e outras doenças relacionadas ao sistema imunológico podem levar ao bloqueio nasal.

– Infecções do trato respiratório. As infecções no trato respiratório – mais comumente resfriados – podem inflamar e engrossar as membranas dos seios da face e bloquear a drenagem de muco. Essas infecções podem ser virais, bacterianas ou fúngicas.

– Alergias. A inflamação que ocorre com alergias pode bloquear os seios da face.

 

Prevenção

Siga estas etapas para reduzir o risco de contrair sinusite crônica:

– Evite infecções respiratórias superiores. Minimize o contato com pessoas resfriadas. Lave as mãos frequentemente com água e sabão, especialmente antes das refeições.

– Gerencie suas alergias. Trabalhe com seu médico para manter os sintomas sob controle. Evite exposição a coisas a que você é alérgico, sempre que possível.

– Evite fumaça de cigarro e ar poluído. A fumaça do tabaco e os contaminantes do ar podem irritar e inflamar seus pulmões e vias nasais.

– Use um umidificador. Se o ar em sua casa for seco, como se você tiver forçado o aquecimento do ar quente, adicionar umidade ao ar pode ajudar a prevenir a sinusite. Certifique-se de manter o umidificador limpo e livre de mofo com uma limpeza regular e completa.

 

Referências:

  1. Guideline IVAS Guideline IVAS Infecções das Vias Aéreas Superiores. https://www.aborlccf.org.br/imageBank/guidelines_completo_07.pdf
  2. https://www.mayoclinic.org/diseases-conditions/chronic-sinusitis/symptoms-causes/syc-20351661
COLABORARAM NESTE CONTEÚDO: 
Dr. Mauro Luís de Mello Ferreira

Dr. Mauro Luís de Mello Ferreira

Geriatria

CRM: 34107 / SP

TAGS

FIQUE POR DENTRO DE DICAS
DE SAÚDE
E BEM-ESTAR

4 comentários para "Tipos de rinossinusite: confira a classificação que você se enquadra"
Deixe seu comentário

Obrigado por compartilhar sua opinião! Todos os comentários passam por moderação, por isso podem não aparecer imediatamente na matéria.