Qual é a diferença entre asma e bronquite?

  • +A
  • -A

Asma e bronquite são duas doenças respiratórias muito conhecidas e frequentemente confundidas: há quem acredite ter uma doença, mas tem a outra. Afinal, qual é a diferença entre asma e bronquite? Será que dá para ter as duas ao mesmo tempo? Como identificar ambas as doenças? O pneumologista José Eduardo Martinelli responde essas e outras dúvidas nessa matéria. Confira!

Como saber se tenho asma ou bronquite?

De acordo com Dr. Martinelli, essa dúvida tem origem cultural: a palavra bronquite parece assustar menos as pessoas que a asma. “É muito comum chamar a asma de bronquite ou bronquite asmática. Na verdade, quando você fala para uma mãe que o filho tem asma, soa muito pior do que falar que a criança tem bronquite. Não sei porque há esse estigma, mas as mães aceitam melhor isso. Criança não tem bronquite, criança tem asma”, enfatiza o pneumologista. “Existe bronquiolite na criança, mas é um cuidado agudo viral que desencadeia sintomas semelhantes e, se cuidada, desaparece, sem ter o componente hereditário”, completa o médico. 

“A asma pode começar a partir de 1 ano de idade. É uma doença alérgica e que te acompanha desde o nascimento”, explica o pneumologista. “Já a bronquite vai se apresentar apenas por volta dos 45, de forma adquirida por vários fatores, como queima de biomassa e o cigarro, o maior responsável por esse quadro. O sintoma predominante da bronquite é a tosse com expectoração. Para afirmar que um paciente tem bronquite, é preciso que a tosse dure 2 meses consecutivos em 2 anos”, comenta o médico. 

O especialista também destaca que quando falamos de bronquite, estamos falando de um complexo maior: a DPOC (doença pulmonar obstrutiva crônica). “A DPOC é a bronquite crônica mais enfisema pulmonar, em que predominam os sintomas de uma doença em relação a outra. Na bronquite crônica, o paciente tem tosse, chiado, falta de ar, expectoração abundante, enquanto no enfisema predomina a falta de ar, quase não tossindo ou chiando”, explica. 

Bronquite e asma: é possível ter as duas ao mesmo tempo

O médico ressalta que a confusão é normal entre pessoas leigas e, muitas vezes, o quadro pode até mesmo se misturar. “Essas doenças podem ser confundidas, mas só a partir dos 45 anos é que há a bronquite verdadeira. Às vezes, as pessoas usam o termo bronquite asmática, porque dentro do quadro da bronquite pode haver broncoespasmo, tendo falta de ar e tosse, confundindo com asma. 

O mesmo ocorre com asma cardíaca, quando a pessoa de mais idade acorda a noite com falta de ar, chiado e tosse. Mas, esses sintomas são consequências da congestão pulmonar por insuficiência cardíaca. As duas doenças – asma e bronquite – são totalmente independentes e não possuem nenhuma relação entre si”, explica Dr. Martinelli.

O pneumologista aponta que é possível, inclusive, conviver com as duas doenças ao mesmo tempo. “É possível ter as duas doenças ao mesmo tempo, tendo asma e ser fumante, por exemplo, adquirindo bronquite, já que o cigarro não interfere na asma. Uma doença geralmente não se transforma na outra. Claro, existem algumas condições especiais que podem desencadear, mas normalmente ela não se transforma em bronquite crônica”, finaliza Dr. Martinelli.

COLABORARAM NESTE CONTEÚDO: 
Dr. José Eduardo Martinelli

Dr. José Eduardo Martinelli

Geriatria

CRM: 27875 / SP

TAGS
asma
bronquite
dpoc
respiracao

FIQUE POR DENTRO DE DICAS
DE SAÚDE
E BEM-ESTAR

2 comentários para "Qual é a diferença entre asma e bronquite?"
Deixe seu comentário

Obrigado por compartilhar sua opinião! Todos os comentários passam por moderação, por isso podem não aparecer imediatamente na matéria.