Quais são os diferentes tipos de asma que existem?


  • +A
  • -A

A asma pode ser dividida em dois tipos: alérgica e não alérgica. O primeiro consiste no quadro provocado por substâncias alergênicas (pólen, poeira, mofo, pelos de animais) e o segundo, por substâncias não alergênicas (ar seco, estresse, clima frio, ansiedade). A doença também pode ser dividida por gravidade (leve, moderada e grave).

“Existem dois tipos de asma: a extrínseca, ou alérgica, e a intrínseca, ou não alérgica. A primeira, como o nome sugere, é provocada por alérgenos. Já a asma intrínseca é aquela de causa não induzida pela exposição de um antígeno inalado. Pode ser desencadeada pelo frio, exercícios, aspirina e ansiedade”, afirma o pneumologista José Eduardo Martinelli.

 

Sintomas da asma

 

Em ambos os casos, os sintomas serão basicamente os mesmos, porém o tratamento terá diferenças, já que se pauta bastante em excluir contato com os fatores estimulantes das crises. Os pacientes com asma normalmente sofrem com tosse, sensação de falta de ar e de sufocamento, fadiga, pressão no peito, dentre outros.

Segundo o especialista, a asma é mais grave de acordo com a manifestação de seus sintomas. “Há pacientes que, ao entrarem em contato com os alérgenos, iniciam um quadro de espirros frequentes que se segue a uma tosse seca irritativa e falta de ar com chiado no peito. Outras pessoas, a partir do contato com o alérgeno, entram em insuficiência respiratória em questão de minutos”, afirma Martinelli.

 

Medicamentos são essenciais no tratamento da asma

 

Além de evitar os fatores que provocam a exacerbação da asma, o tratamento da doença muitas vezes depende do uso de medicamentos específicos, administrados por via inalatória, capazes de amenizar os sintomas envolvidos. O uso de corticoides é importante para controlar a doença, reduzindo a frequência e a gravidade das crises. Já no evento de uma crise, broncodilatadores podem ser usados para trazer alívio rápido aos sintomas e garantir a respiração dos pacientes. 

 

Dr. José Eduardo Martinelli é pneumologista e geriatra, sócio fundador e responsável técnico pelo Instituto Martinelli de Geriatria e Gerontologia em Jundiaí (SP). CRM-SP: 27875 – Site oficial

Foto: Shutterstock

COLABORARAM NESTE CONTEÚDO: 
TAGS
asma
respiracao
tosse

FIQUE POR DENTRO DE DICAS
DE SAÚDE
E BEM-ESTAR

2 comentários para "Quais são os diferentes tipos de asma que existem?"

Júlia Augusta Pereira Pescuma

Sofro de asma desde os 4 anos , tenho a alergica ea intrínseca . Sofro com pneumonias recorrentes e tenho muito medo de ficar com enfisema .Mudei duas vezes de cidade procurando melhor. Na primavera e verão passo bem .Paro o tratamento para o organismo descansar e reagir . Quando digo que estou c asma tem gente que acha : é o mesmo de sempre já se acostumou é normal . Só quem tem sabe o quanto sofremos.

CUIDADOS PELA VIDA

Olá Julia, seguindo o tratamento indicado pelo pneumologista os sintomas da doença podem amenizar melhorando sua qualidade de vida. temos mais uma matéria que pode te ajudar, confira no link abaixo. Abraços.

https://cuidadospelavida.com.br/saude-e-tratamento/asma-e-bronquite/nebulizadores-tratamento-asma

Deixe seu comentário

Obrigado por compartilhar sua opinião! Todos os comentários passam por moderação, por isso podem não aparecer imediatamente na matéria.