Quais são os principais causadores de alergias respiratórias no dia a dia?


  • +A
  • -A

Todo mundo conhece pelo menos uma pessoa que sofre com alergias respiratórias. Poeira, ácaros, mofo, cheiro de tinta… São vários os tipos de intolerância dos alérgicos, que, por causa destes “inimigos ocultos”, também acabam se queixando de falta de ar, tosse, espirros, nariz entupido e dores de cabeça. Você sabe quais são os principais fatores que causam estas crises? A imunologista Érica Azevedo, que atende no Rio de Janeiro, tem as respostas.

Os principais “inimigos” dos brasileiros e como evitá-los

Para conhecer melhor os principais causadores das incômodas alergias respiratórias, Azevedo faz um recorte geográfico e aponta os “inimigos” dos brasileiros: “Aqui no Brasil, os maiores causadores de alergias respiratórias são os ácaros, que são pequenos aracnídeos que vivem na poeira. As alergias também podem ser causadas por fungos, epitélio de cão e gato, barata e pólen, embora esse seja mais raro”.

A receita para evitar o desconforto é a fuga, ou seja, não frequentar ambientes propícios à sua alergia. “As pessoas devem evitar o alérgeno (substância causadora da sua alergia), evitando locais empoeirados ou com muita umidade e mofo.”, aconselha a médica.

Sem cura, mas tratamentos são eficientes

Infelizmente, não existe uma cura para a alergia respiratória, porém há tratamentos eficazes que melhoram muito a qualidade de vida da pessoa alérgica. “Existem muitas medicações para alívio da alergia, contudo, essas medicações variam conforme o tipo de alergia que o paciente apresenta (asma, rinite, dermatite atópica…)”, destaca Azevedo.

E as vacinas antialérgicas? Todos os doentes podem aplicá-las? A imunologista explica que a imunoterapia específica também é um método eficiente, porém há restrições para o procedimento: “É um tratamento bem eficaz aos alérgicos, contudo, ela tem restrições. Primeiramente ela deve ser feita somente no paciente que apresenta um teste alérgico positivo. Além disso, existem algumas doenças, como as doenças autoimunes, que a imunoterapia não é indicada.”

Dra. Érica Azevedo é médica alergista e imunologista pela Associação Brasileira de Alergia e Imunopatologia – Asbai. Atende em seu consultório na Barra da Tijuca, no Rio de Janeiro/RJ – CRM: 52-83907-8 –  ericaazevedo.com.br

TAGS
alergias-respiratorias
respiracao

FIQUE POR DENTRO DE DICAS
DE SAÚDE
E BEM-ESTAR

10 comentários para "Quais são os principais causadores de alergias respiratórias no dia a dia?"

Luiz Américo Andrade Costa

eu tenho um quadro de alergia mto serio, faço tratamento há anos, nao uso nenhtipo de comprimidos

Cláudio Duarte Girard

Tenho renite alérgica me ataca muito o pulmão com tosse falta de ar e mal estar…Tenho imunidade muito baixa…Tenho dois cachorros pinscher e cheiro muito eles…será que pode ser isso??????

CUIDADOS PELA VIDA

Olá Cláudio, é necessário que você faça exames para identificar o quadro alérgico. Procure um serviço de saúde próximo de sua residência e realize uma consulta. Melhoras.

Adair Gomes Mamede Barbosa

Preciso de orientações sobre como prevenir para não ter crises frequentes de asma.

CUIDADOS PELA VIDA

Oi Adair, segue o link de uma de nossas matérias que trata sobre este assunto:
https://cuidadospelavida.com.br/saude-e-tratamento/asma-e-bronquite/como-ter-qualidade-de-vida-para-quem-tem-asma
Abraços.

Stefen

Eu tenho uma alergia mais é considerada leve , ela só atinge a região das costa

Tomaz

Tenho um cunhado horrível, pareço um porco, sensação de nariz entupido, mas sem nenhuma secreção

CUIDADOS PELA VIDA

Oi Tomaz, marque uma avaliação com o médico especialista. Abraços.

Neusa Simão

Gostaria de saber se o uso continuado de Alenia pode provocar algum efeito colateral. Estou usando desde janeiro.

CUIDADOS PELA VIDA

Oi Neusa, os pacientes cadastrados no medicamento Alenia possuem um benefício a mais, um acompanhamento de enfermeiros 24h via telefone para esclarecimento de dúvidas sobre saúde, doenças e tratamento. Você pode contatá-los através do número 0300 118 1006 para verificar informações e tirar dúvidas a respeito do tratamento com o medicamento Alenia. Abraços.

Deixe seu comentário

Obrigado por compartilhar sua opinião! Todos os comentários passam por moderação, por isso podem não aparecer imediatamente na matéria.