Depois de recorrer até a simpatias, professora controla asma com medicação


  • +A
  • -A
Imagem do post Depois de recorrer até a simpatias, professora controla asma com medicação

A asma é uma doença que pode surgir logo nas primeiras semanas depois do nascimento. Nesta faixa etária, o sistema imunológico ainda está em formação e, portanto, mais fragilizado, o que acaba dificultando o controle dos sintomas nos bebês e nas crianças com asma. A professora Katia S., de 44 anos, sabe bem o que é isso, já que foi diagnosticada com a doença antes de completar seu primeiro ano de vida.

 

Asma pode se manifestar em qualquer idade

 

“Tenho asma desde que nasci e piorou com o péssimo hábito que meu pai tinha de fumar enquanto me segurava no colo“, afirma a moradora do Rio de Janeiro. Ela sentia falta de ar, tinha tosse e chiado no peito e fazia nebulização frequentemente para aliviar os sintomas. Devido a essas dificuldades, não conseguia nem mesmo praticar exercícios físicos leves.

Os sintomas e as crises da asma surgiam sempre que a temperatura mudava bruscamente e tendiam a piorar nos meses de inverno, o que é comum, segundo a pneumologista Flávia Salame: “O ar seco e frio tem um efeito irritativo para os pulmões, piorando a tosse, a falta de ar e aumentando a produção de muco. Em temperaturas muito frias, os vasos sanguíneos ficam mais contraídos, aumentando o trabalho cardíaco e alterando o padrão respiratório”.

 

Tosse e falta de ar são os principais sintomas da asma

 

As crises de Katia eram tão intensas que ela, durante o ensino médio, não conseguia subir as escadas de seu colégio para chegar ao terceiro andar, onde tinha aula. Quando conseguia, frequentemente passava mal e precisava ser levada às pressas a um hospital. Além disso, a carioca já sofreu quatro paradas respiratórias ao longo de sua vida.

Para controlar a asma, a professora e sua família já tentaram de tudo e recorreram até mesmo a simpatias. Foi somente depois de 34 anos sofrendo com a doença que Katia encontrou uma medicação capaz de aliviar os sintomas e também de diminuir o número de crises: “Como o uso é contínuo, quase não tenho mais crises. Ainda sinto um pouco de falta de ar, mas a última vez que fui a um hospital por causa da asma foi em 2010”.

 

Dra. Flávia Salame é pneumologista e mestre em Doenças Tropicais e Infecciosas, graduada pela Universidade Federal do Pará (UFPA) e atua em Manaus (AM). CRM-AM: 7921

 

Foto: Shutterstock

TAGS
asma
respiracao

FIQUE POR DENTRO DE DICAS
DE SAÚDE
E BEM-ESTAR

17 comentários para "Depois de recorrer até a simpatias, professora controla asma com medicação"

Silene santos de Mendonça

Eu faço uso de medicamento, são raras as vezes que eu tenho crise ao ponto ter que ir para o hospital.

CUIDADOS PELA VIDA

Oi Silene, ficamos felizes em saber do seu empenho no tratamento! Abraços.

Lidiana Conceição castro

Minha filha tem asma sem controle ja esteve crise de angioedema.passa muito nao saio do hospital

CUIDADOS PELA VIDA

Lidiana,
entendo a sua preocupação, dá uma olhada nessa matéria que separei pra você
https://cuidadospelavida.com.br/saude-e-tratamento/asma-e-bronquite/complementar-tratamento-para-asma
Abraços e melhoras

Catia

Tenho asma desde os 6 meses de idades faz 10 anos que não tenho crise a ponto de ir ao hospital mas tudo que eu queria é ter uma vida normal sem sentir falta de ar.

CUIDADOS PELA VIDA

Olá Catia, como sabemos, a asma é uma doença que não tem cura. Portanto, é de suma importância que o tratamento prescrito pelo seu médico seja seguido, para que outras complicações sejam neutralizadas. Abraços.

José Bezerra Sobrinho

Li a reportagem sobre asma, q sou portador dessa doença incurável, porém não citou q medicamento aliviou a situação de Katia.

CUIDADOS PELA VIDA

Olá José, os medicamentos utilizados no tratamento contra asma são os broncodilatadores e os corticosteroides, que agem reduzindo o processo inflamatório das vias aéreas, melhorando o edema da mucosa e diminuindo a secreção brônquica, além de aumentar o calibre da via aérea, aliviando os sintomas. Segue abaixo o link de uma matéria que poderá te ajudar. Abraços.

https://cuidadospelavida.com.br/saude-e-tratamento/asma-e-bronquite/como-agem-servem-remedios-asma

lis oliveira

sofro de enfisema pulmonar, há mais de 20 anos, Nunca fumei, fui fumante passiva no trabalho, em ambiente fechado.Faco uso de spiriva e alenia.spiriva está ficando impossivel de comprar, devido seu alto custo, apesar do desconto q

Claudio Cesar Mendes

Hoje estou usando o medicamento de nome RELVAR 200/25 uma vez por dia, mas sinto que já não esta fazendo muito efeito e gostaria de mudar de medicamento.

CUIDADOS PELA VIDA

Olá Claudio, a unica pessoa com autorização para prescrever tratamentos com medicações é o médico. Sugerimos que você relate o acontecimento na próxima consulta para que ele tome as providências necessárias quanto a manipulação do tratamento. Abraços.

Flor de nice

Oi tenho asma desde meus 13 anos estou com 49 anos,mais faz dez anos que nunca mais fui pra hospital.gracas adeus depois que estou usando o alenia.nao tenho mais crises.

CUIDADOS PELA VIDA

Olá Flor, que bom saber que está melhor. Outra informação pra você é que seu medicamento Alenia participa do Programa Cuidados pela Vida. O cadastro pode ser realizado em nosso site http://www.cuidadospelavida.com.br, em nossa Central de Atendimento, 0800 777 8432 ou pelo aplicativo Cuidados pela Vida, disponível para IOS e Android. Abraços.

Felipe Rezende Crispi

Eu tenho asma desde o início da vida. Melhorou bastante quando passei pela adolescencia. Na infancia eu ia para um hospital ao menos uma vez por mês. Hoje faço uso de medicação diário que previne e a última vez que tive uma crise asmatica que precisei de ser socorrido deve ter sido no início da adolescência. Fico contente de ver esses textos sobre esse (e outros) problema que aflige a tantos. Mas gostaria de fazer uma sugestão: A maioria dos textos, sobre asma e alergia que são os que acompanho, normalmente repetem informações e são um tanto superficiais. Poderiam aproveitar o espaço para analisar a doença de forma mais aprofundada e até mesmo noticiar os avanços nos tratamentos desenvolvidos mundo afora (e aqui). Acho que a sugestão serve para qualuqer texto. Toda vez que recebo uma notificação de um texto sobre a asma ou alergia eu abro esperando ver um conte[udo novo,mas é sempre o mesmo. No mais, parabéns pela iniciativa.

CUIDADOS PELA VIDA

Olá Felipe, agradecemos sua sugestão. Irei encaminhá-la para a equipe responsável pelas publicações. Abraços.

Brigida

Eu. Faço uso d Alenia 2x por dia emesmo assim sinto falta de ar. Até breve

Ana Lúcia

Minha filha tbm usa alenia, e graças a Deus consegue controlar as crises.

Deixe seu comentário

Obrigado por compartilhar sua opinião! Todos os comentários passam por moderação, por isso podem não aparecer imediatamente na matéria.