Saiba o que mais pode causar as crises de asma, no dia a dia!


  • +A
  • -A

A asma é uma doença respiratória responsável por mais de 120 mil hospitalizações por ano no Brasil, de acordo com o Datasus, o Departamento de Informática do SUS. Parte das internações é resultado das crises de asma, que fazem os brônquios se inflamarem, impedindo a passagem do ar e provocando tosse, falta de ar e chiado no peito. As crises são desencadeadas pelos chamados gatilhos.

Pelos de animais são gatilhos para crises de asma


Os gatilhos são fatores que geram a irritação nos brônquios. Em certos casos, são substâncias nocivas, cuja chegada até os pulmões é interrompida pela inflamação. “
Alguns dos principais gatilhos são ácaros, mofo, alérgenos de baratas, fumaça de cigarro e de queima de lenha ou plantas e pelos de animais domésticos”, cita a pneumologista Flávia Salame.

Alguns alimentos e conservantes, assim como odores fortes, estresse, mudanças bruscas de temperatura, certos medicamentos e até infecções respiratórias, como gripe e resfriado, também são considerados gatilhos. “Esses gatilhos variam em cada indivíduo. É importante que cada pessoa com asma identifique quais são os seus e aprenda a evitá-los sempre que possível”, recomenda a profissional.

Evitar a poluição reduz crises de asma


Quem mora em cidades grandes ou perto de regiões industriais deve ficar atento à poluição ambiental. A
fumaça que sai do escapamento de carros e de outros veículos, por exemplo, podem tornar o sistema respiratório mais reativo e propenso a se sensibilizar com outros gatilhos habituais da asma, segundo Flávia. Ou seja, a poluição pode levar a uma perda do controle da doença ou a uma crise.

Para evitar os sintomas da asma, é importante procurar um médico especializado para descobrir quais os seus gatilhos. A partir daí, o pneumologista poderá indicar uma série de medidas a serem adotadas tanto dentro quanto fora de casa, como manter os quartos, ventiladores e aparelhos de ar-condicionado limpos e utilizar medicações que reduzem a resposta inflamatória dos brônquios.

Dra. Flávia Salame é pneumologista e mestre em Doenças Tropicais e Infecciosas, graduada pela Universidade Federal do Pará e atua em Manaus (AM). CRM-AM: 7921 – draflaviasalame.com

Foto: Shutterstock

TAGS
alergias-respiratorias
asma
respiracao

FIQUE POR DENTRO DE DICAS
DE SAÚDE
E BEM-ESTAR

10 comentários para "Saiba o que mais pode causar as crises de asma, no dia a dia!"

Edvanio Ceccon

Tenho um gato há cerca de um ano em casa. Tenho dúvidas se não está me provocando crise asmática. Não vejo muitos pelos soltos pela casa. Seria somente o pelo visível, como mostra a foto, que causa a crise? Ou “pelos invisíveis”, que sequer aparecem a olho humano, também causariam? Obrigado.

CUIDADOS PELA VIDA

Oi Edvanio, segue o link de uma de nossas matérias com informações que podem esclarecer sua dúvida:
https://cuidadospelavida.com.br/saude-e-tratamento/asma-e-bronquite/uma-pessoa-com-alergias-respiratorias-pode-ter-caes-e-gatos-em-casa
Abraços.

Eusa Maria dos Santos Almeida

Sou muito ansiosa e nervosa e faz mais de um mês que estou com crises,tenho rinossinusite, tosse alérgica e bronquite asmática Já tomei Amoxilina e outros remédios nada melhor já estou em tempo de enlouquecer

Ulisses Francisco Marques

Bom dia. Minha asma tem como gatilhos perfumes em geral (sabonetes, desodorantes) mudança de temperatura. O que não me faz mal e animal, tenho cachorro e gato e consigo conviver com eles sem problema.

Adriana

Boa tarde Dra faço uso de clenil e aerolin mas as vezes não passa o que devo fazer?

CUIDADOS PELA VIDA

Olá Adriana, para evitar os sintomas da asma, é importante procurar o pneumologista. É especialmente importante e necessário manter contato com este profissional com frequência nos casos em que o tratamento engloba uso de medicamento. Boa sorte no tratamento.

Vilma Oliveira

Tenho asma desde a infância. Tenho gato, cachorro, moro no centro de São Paulo.

CUIDADOS PELA VIDA

Olá Vilma, assim como em toda doença crônica, o tratamento da asma exige acompanhamento constante com um médico apropriado. O pneumologista é o profissional que normalmente melhor executa essa função. Abraços.

Veronice

Quando entro nunha crise demora muito a passar, so melhoro mesmo quando tomo altiva e volto com alenia todos os dias.Tenho que usar alenia pra sempre?

CUIDADOS PELA VIDA

Olá Veronice, no seu caso primeiramente é muito importante que você procure o seu pneumologista para que ele possa te indicar o melhor tratamento para as suas crises. Outra informação para você é que os pacientes cadastrados no programa Cuidados Pela Vida possuem um benefício a mais, o Saudável Saber, um acompanhamento de farmacêuticos e enfermeiros 24h, via telefone para esclarecimento de dúvidas sobre saúde, doenças e tratamento. Você pode contatá-los através do número 0300 118 1006 para verificar informações a respeito do seu tratamento. Temos uma outra matéria que também pode te ajudar confira no link abaixo. Até logo.

https://cuidadospelavida.com.br/saude-e-tratamento/asma-e-bronquite/controlar-crise-de-asma-bombinha

Deixe seu comentário

Obrigado por compartilhar sua opinião! Todos os comentários passam por moderação, por isso podem não aparecer imediatamente na matéria.