É possível praticar atividade física tendo DPOC?


  • +A
  • -A

Pacientes com DPOC não só podem como devem praticar atividade física. Este hábito é indicado no tratamento tanto da DPOC quanto da asma, pois ajuda a controlar os sintomas envolvidos – especialmente a falta de ar e dificuldade de respiração. Contudo, é preciso que o paciente tenha alguns cuidados, pois a frequência e intensidade dos exercícios variam de acordo com o estágio da doença.

Detalhes da relação entre atividade física e DPOC


“Sem dúvidas é possível praticar atividade física tendo DPOC, não há problema algum. Porém, a atividade escolhida deve ser proporcional ao seu problema respiratório. No caso da DPOC, há vários estágios da doença e, mesmo naqueles mais graves, o paciente poderá se exercitar – mas com menos intensidade. Para o paciente em estágio grave, podemos indicar uma fisioterapia passiva, ou seja, com movimentação dos membros”, informa o pneumologista e geriatra José Eduardo Martinelli.

Segundo o especialista, a doença leva a uma perda de massa muscular, principalmente dos músculos respiratórios, o que reforça ainda mais a importância dos pacientes praticarem alguma atividade física em suas rotinas. “Quem tem DPOC leve consegue fazer diversos tipos de atividades sem problemas, mas é fundamental que todos os pacientes se exercitem, sempre de acordo com a gravidade do seu problema”, enfatiza o médico.

Outro ponto importante em relação à prática de exercícios físicos por pacientes com a doença é o envolvimento de profissionais das áreas esportiva e de funcionamento do corpo no geral. “O fisioterapeuta ou o educador físico que estejam trabalhando com o paciente com DPOC devem ter conhecimento do estágio em que o indivíduo se encontra, das suas condições e do que ele pode suportar”, orienta o especialista.

Outras medidas importantes no tratamento


Além da atividade física, é preciso adotar outras medidas para se prevenir e tratar a DPOC. Por exemplo, evitar o contato com fatores que estimulem o desenvolvimento da doença,
como tabagismo e poluição. O tratamento medicamentoso também é fundamental para ajudar a controlar o processo inflamatório que constitui o quadro, bem como os sintomas que causam grande desconforto aos pacientes.

 

Foto: Shutterstock

COLABORARAM NESTE CONTEÚDO: 
Dr. José Eduardo Martinelli

Dr. José Eduardo Martinelli

Geriatria

CRM: 27875 / SP

TAGS
dpoc
respiracao

FIQUE POR DENTRO DE DICAS
DE SAÚDE
E BEM-ESTAR

2 comentários para "É possível praticar atividade física tendo DPOC?"

Elezita R.Silva

Eu gostaria muito de praticar alguma atividade fisica,mas tenho arritmia crônica e tenho 2 cirurgia de coração de troca de válvula biológica,e tenho DPOC controlada ! Com Alenia,Spiriva e Salbutamol se nescessário!

CUIDADOS PELA VIDA

Olá, Sra. Elezita. Em relação ao DPOC e a arritmia cardíaca os especialistas, Dra. Bruna Baptistini e Dr. José Eduardo Martinelli recomendam as atividades físicas, com moderação, e com a intensidade adequada poderá melhorar a qualidade de vida e auxiliar no tratamento. Mas como há outros fatores envolvidos, uma decisão como essa precisa ser tomada junto com o médico de confiança da senhora. Pois há muitas implicações, mas com o acompanhamento médico, e tomada as devidas precauções, nada impedirá a senhora de realizar as atividades. Desde já agradecemos o comentário. Até a próxima!

Deixe seu comentário

Obrigado por compartilhar sua opinião! Todos os comentários passam por moderação, por isso podem não aparecer imediatamente na matéria.