Fibrose pulmonar: como funciona o tratamento para a doença que causa dificuldades na respiração?


  • +A
  • -A

De acordo com a Sociedade Brasileira de Pneumologia e Tisiologia (SBPT), estudos científicos internacionais apontam que a fibrose pulmonar atinge entre 10 a 20 pessoas, em um universo de 100 mil indivíduos. A doença consiste na inflamação do tecido alveolar, que realiza as trocas gasosas do corpo, mas acaba sendo substituído por um tecido de cicatrização, conhecido como fibrose.

O problema ataca os alvéolos pulmonares, responsáveis pelas trocas de gases, e se manifesta sob a forma de tosse seca e dificuldade para respirar. “Em longo prazo, esses sintomas podem se intensificar, com baixa oxigenação no sangue e piora importante da falta de ar, em alguns casos aos mínimos esforços e até mesmo no repouso” alerta o pneumologista Rodrigo Athanazio.

Sem cura para casos avançados

Segundo o médico, em casos avançados, ainda não há uma cura para a doença porque a lesão é irreversível. Entretanto, se o problema for diagnosticado antes que a fibrose se estabeleça, torna-se possível combater a causa da inflamação do tecido. Desta forma, a doença não avança e o paciente mantém sua saúde num nível estável.

“As áreas de inflamação aguda são tratadas com drogas anti-inflamatórias, que incluem os corticoides. Existem alguns remédios que podem melhorar a tosse e se o paciente estiver com oxigenação baixa, devemos prescrever oxigenoterapia domiciliar”, afirma Athanazio. Para prevenir o surgimento da fibrose pulmonar, ele recomenda evitar o tabagismo e a exposição a mofo e substâncias químicas presentes em algumas indústrias.

O pneumologista ainda diz ser importante diferenciar a doença de outro problema pulmonar: “A fibrose cística se caracteriza por uma alteração genética em que o corpo produz uma secreção pulmonar (muco) mais espessa e pode levar a uma infecção respiratória de repetição e dilatação dos brônquios.”

Dr. Rodrigo Abensur Athanazio é formado pela Universidade Federal da Bahia (UFBA) e doutorado em Pneumologia pela Universidade de São Paulo (USP). CRM-SP: 122658

TAGS
dpoc
respiracao

FIQUE POR DENTRO DE DICAS
DE SAÚDE
E BEM-ESTAR

5 comentários para "Fibrose pulmonar: como funciona o tratamento para a doença que causa dificuldades na respiração?"

jose maria gomes

minha situação atual é estável, faço oxigenoterapia, procurando manter uma respiração satisfatória após esforços que assim exigem.

Laila

Eu gostaria de saber mais sobre o tratamento. meu pai foi diagnosticado com a doença e estamos perdidos.

CUIDADOS PELA VIDA

Oi Laila, como informa o Dr. Rodrigo Abensur Athanazio: “As áreas de inflamação aguda são tratadas com drogas anti-inflamatórias, que incluem os corticoides. Existem alguns remédios que podem melhorar a tosse e se o paciente estiver com oxigenação baixa, devemos prescrever oxigenoterapia domiciliar”. O médico do seu pai poderá orientar sobre o tratamento ideal para o caso dele.
Desejamos sucesso no tratamento. Abraços.

Gil Ricardo de Souto

Sinto muitas dores no peito e nas costas tive tuberculose e em uma tomografia mostrou uma pequena fibrose causada pela sequela, mais o médico não deu importância nenhuma e disse que essas dores não são causadas por isso .. Não sei mais o que fazer já fiz vários exames e não sei o que fazer …… fiz endoscopia, espirometria, eco, exame de coluna, ultra do estômago que deu 2 pedrinhas nos rins que pediram apenas pra que tomasse muita água….. preciso de ajuda

CUIDADOS PELA VIDA

Oi Gil, marque uma consulta com o pneumologista para que ele possa passar o tratamento certo para o alívio dos sintomas. Melhoras.

Deixe seu comentário

Obrigado por compartilhar sua opinião! Todos os comentários passam por moderação, por isso podem não aparecer imediatamente na matéria.