Falta de ar: Como os pais podem ajudar os filhos com esse problema?

  • +A
  • -A

A falta de ar constante é bastante incômoda e acaba prejudicando diversas atividades no dia a dia. Nas crianças, o mal-estar provocado pelo sintoma atrapalha brincadeiras em casa e na escola e diminui a capacidade de concentração na aula e na hora de fazer deveres. Os pais têm papel fundamental na busca pelo fim desse problema nos filhos.

Manter a casa limpa ajuda a evitar falta de ar


De acordo com o pneumologista Rodrigo Athanazio, o primeiro passo é procurar assistência médica para diagnosticar e tratar adequadamente a causa da falta de ar. Mas, existem algumas mudanças que podem ser feitas dentro de casa para melhorar a respiração dos filhos: “A casa deve ser limpa com pano úmido, devemos deixar bater sol no quarto e no colchão e evitar tapetes, carpetes, cortinas e bichos de pelúcia que podem acumular poeira”.

O especialista afirma que é importante manter o ambiente limpo de poeira e mofo, dois agentes causadores de crises alérgicas respiratórias. Além disso, as crianças devem ser estimuladas pelos pais a aderir ao tratamento e a adotar medidas que ajudam a promover a saúde, como prática regular de atividades físicas e alimentação saudável.

Quais problemas de saúde causam falta de ar?


Geralmente, a falta de ar é provocada por doenças respiratórias e crises alérgicas causadas por vírus e bactérias. “A asma é a mais comum e está relacionada a uma resposta inflamatória a agentes irritantes. É frequentemente associada à rinite e à sinusite crônica”, explica Athanazio. Já a bronquiolite afeta bastante as crianças pequenas e é potencialmente grave, especialmente até os dois anos de idade. Devem ser mencionadas também a pneumonia e a traqueobronquites, causadas por bactérias.

Apesar de as infecções virais serem geralmente quadros autolimitados em que o próprio corpo desenvolve o mecanismo de defesa, o pneumologista acredita que quadros mais graves devem ser tratados até a recuperação do organismo, assim como as infecções bacterianas, que devem ser combatidas com antibióticos. O profissional destaca que a doença pode persistir e causar complicações e, para evitar problemas, os pais devem levar os filhos ao médico diante dos sintomas.

 

Foto: Shutterstock

COLABORARAM NESTE CONTEÚDO: 
Dr. Rodrigo Athanazio

Dr. Rodrigo Athanazio

Pneumologia

CRM: 122658 / SP

TAGS
alergias-respiratorias
asma
respiracao

FIQUE POR DENTRO DE DICAS
DE SAÚDE
E BEM-ESTAR

16 comentários para "Falta de ar: Como os pais podem ajudar os filhos com esse problema?"

Simone

Adorei tenho um filho que faz tratamento de asma há um ano.Informação nunca é demais.Obrigada

CUIDADOS PELA VIDA

Olá Simone, ficamos felizes por você ter apreciado a matéria. Abraços.

clebson

como posso mi livra dessa falta de ar tenho 14 anos e sinto catarro preso na garganta

Solange

Eu sou fumante tenho efizema esta no começo uso alenia me ajuda a me curar esta bronquite gratidão.

CUIDADOS PELA VIDA

Olá Solange, é muito importante seguir o tratamento indicado pelo pneumologista para que se possa amenizar os sintomas da doença melhorando sua qualidade de vida lembrando que o principal tratamento é parar de agredir o pulmão com o cigarro. Até breve.

Jacileny de lourdes Reis da silva cruz

Olá tenho asma faço tratamento com alenia quando posso passar para o setetide

CUIDADOS PELA VIDA

Olá Jacileny, a mudança no tratamento e medicamento indicados só pode ser realizado pelo pneumologista. Marque uma consulta com seu medico para que ele possa verificar a possibilidade de troca no tratamento. Abraços.

Benedito

cumprimentos. tenho uma amiga que tem problemas de sinusite desde criança, sempre que vai ao médico lhe receitam fármacos, mas nunca passa, qual e a vossa sugestão

CUIDADOS PELA VIDA

Olá Benedito, o mais importante é buscar ajuda de pneumologista e seguir o tratamento indicado pelo profissional para que se possa amenizar os sintomas da doença melhorando a qualidade de vida do paciente. Até a próxima.

Helenice

Tenho asma, não existe coisa pior.Querer respirar e não conseguir.Uso Alenia há 10 anos.Somente ele deixa eu viver.Onde eu vou levo,já sinto que no Alenia está minha vida.E terrível,

CUIDADOS PELA VIDA

Olá Helenice, de acordo com o Dr. Mauro Gomes como as asma é uma doença crônica, sem cura, que exige tratamento por toda a vida, é recomendado seguir os cuidados constantemente. Porém, muitos pacientes não fazem isso, já que os sintomas da asma muitas vezes não se manifestam, ficando desprevenidos nos momentos de crise. Por isso, o ideal é manter as bombinhas e remédios sempre por perto, mesmo que no momento não haja sintoma algum. Nunca se sabe quando uma crise pode acontecer. Até logo.

Júlio César

Toda informação é muito importante,Meu trabalho tenho contato com poeira demais e estou me sentindo muito ruim de uns dias para cá.Queria fazer uma pergunta, eu morava em um Lugar bem frio e me mudei para o calor isso pode favorecer nas crises de asma, pois dobrei minha medicação desde que vim para cá

CUIDADOS PELA VIDA

Olá Julio, não é apenas a temperatura que influencia na possibilidade de ter uma crise. A umidade relativa e a intensidade da poluição também podem provocar exacerbações em pacientes com a doença. De acordo com o Dr. Ciro Kirchenchtejn em lugares com temperatura mais altas, por causa da maior incidência da luz solar, é possível haver aumento da concentração do gás ozônio, que é altamente irritativo para a mucosa de brônquios, narinas e olhos, elevando as crises de asma, rinite, conjuntivite e de DPOC. Confira mais uma matéria com informações sobre a doença no link abaixo. Até breve.

https://cuidadospelavida.com.br/saude-e-tratamento/asma-e-bronquite/verao-calor-sofre-asma

Ana Paula Gonzaga

Eu tenho bronquite desde os meus 6 meses de vida, e estou usando o Alenia 2x ao dia e no mesmo horário do outro dia já começo a sentir a respiração mais fraca necessitando do medicamento, estou sem plano de saúde e n posso tá pagando um pneumo pra fazer revisões… o Alenia pode ser usado continuamente?

CUIDADOS PELA VIDA

Olá Ana Paula, de acordo com o Dr. José Eduardo Martinelli assim como em toda doença crônica, o tratamento da asma exige acompanhamento constante com um médico apropriado. É especialmente importante e necessário manter contato com este profissional com frequência nos casos em que o tratamento engloba uso de medicamento (o que é bastante comum no caso da asma). O pneumologista é o profissional que normalmente melhor executa essa função. Diante dessas informações é imprescindível que você busque ajuda profissional para que diante de exames seja indicado o tratamento mais adequado. Abraços.

José

Pessoas asmática e q obrigatoriamente trabalha em serviços pesados, poeira, umidade, esposto a todo tipo de sujeira. Pode trocar de função pública?

Deixe seu comentário

Obrigado por compartilhar sua opinião! Todos os comentários passam por moderação, por isso podem não aparecer imediatamente na matéria.