Como saber se a falta de ar é causada pela asma ou outra doença respiratória?

  • +A
  • -A

A falta de ar é um dos principais sintomas de doenças respiratórias, como a asma. Contudo, este incômodo pode ser provocado por outras causas. De acordo com a Sociedade Brasileira de Pneumologia e Tisiologia, as principais causas para a falta de ar são: doença pulmonar, doença cardíaca, anemia e baixo condicionamento físico.

Diagnóstico de doenças respiratórias depende de avaliação, exame e presença de alguns sintomas


“Existem causas respiratórias, cardíacas e musculares para a falta de ar. Portanto, é preciso investigar mais profundamente
para ter um diagnóstico preciso. Para saber se este sintoma tem como causa problemas respiratórios, deve ser feita a avaliação clínica e a espirometria, que é conhecido como o exame do sopro”, informa o pneumologista Mauro Gomes.

Além disso, também é importante observar outros sintomas além da falta de ar. Doenças respiratórias como a asma e a DPOC normalmente cursam com outras manifestações relevantes. “A asma, por exemplo, provoca também tosse, chiado e sensação de aperto no peito. Então isso deve ser levado em consideração”, afirma o médico.

Importância do tratamento medicamentoso contra doenças respiratórias e falta de ar


Quando esses sintomas se fazem presentes,
você procura um especialista e o diagnóstico dele confirma uma doença respiratória, é importante iniciar o tratamento o quanto antes e segui-lo dedicadamente. Doenças pulmonares como a asma e a DPOC são crônicas, o que significa que exigem um tratamento contínuo durante anos.

O tratamento desse tipo de doença que cursa com os sintomas mencionados é feito com uso de medicamentos específicos capazes de amenizar esses sintomas e controlar o quadro de modo geral. Eles possuem efeito broncodilatador, o que significa que dilatam os brônquios (estruturas pulmonares), e dessa forma facilitam a respiração.  

 

Dados da Sociedade Brasileira de Pneumologia e Tisiologia: https://sbpt.org.br/portal/publico-geral/doencas/falta-de-ar/

Foto: Shutterstock

COLABORARAM NESTE CONTEÚDO: 
Dr. Mauro Gomes

Dr. Mauro Gomes

Pneumologia

CRM: 59917 / SP

TAGS
asma
respiracao

FIQUE POR DENTRO DE DICAS
DE SAÚDE
E BEM-ESTAR

19 comentários para "Como saber se a falta de ar é causada pela asma ou outra doença respiratória?"

Patrícia Maria do Nascimento leite

A 2 anos eu descobri que eu tenho ESCLEROSE SISTÊMICA PROGRESSIVA afetou os meus pulmões e estou fazendo exames para saber se os meus pulmões estão endurecido para começar tomar remédio para os pulmões.gostei muito pelas informações de vcs obrigada 🙋 Bom dia ✋ a todos.

CUIDADOS PELA VIDA

Olá, Patrícia. Agradecemos o seu comentário! Os medicamentos podem aliviar alguns sintomas e reduzir lesões em órgãos, por isso, é muito importante seguir as recomendações médicas corretamente. Abraços!

marcelo lima de araujo

Bom dia dr parabens pelas informacoes eu tenho essas doencas cronicas mais nunca mais tive elas quando morei fora de sao paulo, Fiquei 1 ano se 7 meses em fortaleza nao sofri nenhum momento com minhas doencas respiratoria e fiquei 7 anos em goiania tambem nao sofri com nada do tipo e tambem falando que sou um pessoa ativa nas minhas atividades fisicas tambem diarimente com futebol natacao fut voley e por ai vai….. Voltei para sao paulo 8 Meses a primeira coisa que me aconteceu foi a falta de ar kkkk…. estou a 8 meses em sao paulo ja, Gostaria de saber se o clima ajuda muito para que a pessoa sofra com essas doencas cronicas, porque enquanto estive fora de sao paulo quase 10 anos nao me aconteceu nada disso e nao cheguei a visitar o medico em momento nenhum foi so vir para sao paulo que o quadro voltou e nao parei as minhas atividades tem alguma explicacao para isso.

CUIDADOS PELA VIDA

Olá, Marcelo. Realmente a poluição das metrópoles pode afetar muito quem sofre com alergias respiratórias, isso ocorre pois as sujidades é capaz de lesionar a mucosa das vias aéreas superiores e inferiores, favorecendo a manifestação de alergias respiratórias e infecções. Na somatória dos anos, frente ao contato com a poluição, isso pode ser um fator acelerador de doenças crônicas sistêmicas e malignas. Por essa razão, pessoas que vivem em áreas muito poluídas devem realizar a higiene nasal com maior frequência. Um abraço!

Joas Santana Martins

Olá So de ficar sem camisa por alguns minutos ao me trocar depois do banho já ataca a bronquite .Sendo normalizado somente após o arlenia

CUIDADOS PELA VIDA

Olá, Joas. Agradecemos por compartilhar seu comentário. As crises de bronquite podem acontecer espontaneamente, ou quando o indivíduo se expõe a alguns fatores que desencadeiam os sintomas de tosse, dificuldade para respirar, febre, dor/desconforto/chiado no peito, coriza (nariz escorrendo), entre outros. Desejamos sucesso no seu tratamento!

Edna nunes

tenho renite alergica uso rinosouro ,clenil nasal aquoso.spray e histadin d mas so alivia algumas semanas queria saber se tem cura.

CUIDADOS PELA VIDA

Olá, Edna. Existem vários tipos de rinite , por isso é necessário que ao identificar de qual rinite se trata, deve ser feito o acompanhamento com o especialista. Caso o tratamento que faça, não esteja dando o efeito esperado, orientamos que converse com o seu médico. Desejamos melhoras!

Mariza Aparecida Pini

Em primeiro lugar quero agradecer por vcs médicos q escrevem neste site.Sou portadora de DPOC há 3 anos, é este site tem me ajudado a tirar algumas dúvidas q eu tenho sobre a doença. Uso 2 bombinhas. Alemão em jejum e Striverd dps do café da manhã .Msm assim tenho bastante falta de ar.Mas o importante é ficar sempre lendo sobre o DPOC. Obgd aos médicos q nos alertam.

CUIDADOS PELA VIDA

Olá, Mariza. Somos gratos pelo seu comentário e ficamos felizes em poder ajudar! Acompanhe nossas matérias no site, falamos mais sobre a DPOC através do link: https://cuidadospelavida.com.br/busca/dpoc. Estimamos melhoras à você!

Vânia

Olá Dr tenho um filho de 5 anos que foi diagnosticado com asma , nos primeiros meses de vida , depois de alguns exames os médicos classificaram a asma dele como Alérgica agressiva sem controle , o que faz com que sua medicação seja trocada a cada 6 meses porque às vezes o próprio medicamento da alergia nele e junto de tudo isso ele tem sopro (pca)com uma abertura de 3mm,5 ,gostaria de saber orientações para lidar com ele pois em cada crise eu entro em pânico 🤦🏻‍♀️Obrigado

CUIDADOS PELA VIDA

Olá, Vânia. A asma infantil pode ser um desafio estressante e a melhor maneira de superar a sensação de impotência é entender sua condição e tomar o controle de seu tratamento. Para controlar a asma do seu filho, siga com cuidado o tratamento personalizado por escrito que o médico determinou à criança e evite que seu filho fique exposto a fatores que podem desencadear a crise de asma. Diante de uma crise é muito importante acalmá-lo e o ajudar a sentar numa posição confortável, o incline ligeiramente para a frente, colocando os cotovelos repousados nas costas de uma cadeira, se possível, para facilitar a respiração e dê o medicamento prescrito. Desejamos sucesso no tratamento do seu filho!

Paulo César de Aguiar

Fiz alguns exames e ficou constatado que minha traquéia esta fechando. O médico me receitou dois medicamentos, Seretide 50mcg/250mcg e o Alenia, todos para inalação.Tenho uma dúvida: terei que usar esses medicamentos para o resto da vida ou existe uma cirurgia para correção da traquéia?

CUIDADOS PELA VIDA

Olá, Paulo. Seu tratamento ocorrerá de acordo com o quadro clínico: quanto maior for a obstrução, mais urgentes as medidas a serem tomadas. Em momentos de grave insuficiência respiratória, até mesmo a cirurgia pode ser uma opção. Desejamos sucesso no seu tratamento!

JOSE NOGUEIRA DA CUNHA

POSSUIDOR BRONQUITE ASMÁTICA ALÉRGICA (D.P.O.C.,) INALO DIARIAMENTE FOSTAIR,FLUIR,SEEBRI,INALAÇÃO C/ATROVENTE MISTURADO C/SORO FISIOLÓGICO,GINÁSTICA RESPIRATÓRIA DIÁRIA E CAMINHADA DE 500 MT NO CORREDOR A PASSOS LARGOS….;DIA 25/5/019 TIVE FORTE CRISE E FUI INTERNADO EM ESTADO GRAVE POR OBSTRUÇÃO RESPIRATÓRIA,PERMANECENDO INTERNADO POR CERCA DE 22 DIAS;ADQUIRI UM NEBULIZADOR INALADOR PORTÁTIL E BOTIJÃO DE OXIGÊNIO,PARA POSSÍVEIS NECESSIDADES….SINTO-ME IMPOTENTE,MUITO EMBORA COM UMA CONSTITUIÇÃO FÍSICA BEM FORMADA E MUSCULOSA,PARA IDADE (77 ANOS); A FALTA DE AR SURGE DO NADA E,COM ISTO,AUMENTA A PRESSÃO E CHEGA A CRISE DO PÂNICO,ACHO….HAVERÁ FORMA DE VIVER COM ALGUMA DIGNIDADE,SEM DEPENDÊNCIA,POIS,TEM DIAS QUE PARA TOMAR BANHO,PRECISO AJUDA?

CUIDADOS PELA VIDA

Olá, Jose. A DPOC é uma doença crônica que exige tratamento contínuo com o objetivo de reduzir os sintomas, as exacerbações e melhorar a qualidade de vida do paciente, conviver com a DPOC pode ser um desafio mas ainda assim é possível controlar os sintomas da doença. Desejamos sucesso no seu tratamento e recuperação!

Flávio do nascimento dilva

Fiz há 4 meses RX do tórax e tomografia tórax ,constatou derrame pleural ,o médico receitou 20 dias de anti bióticos um anti inflamatório e Predsim ,melhorei um pouco ,tenho DPOC ,fumei uns 25 anos e parei há ,8 anos ,fui no pneumologista e a medicação foi a mesma ,do que acabado a médicacao ,sinto principalmente ao dormir minha respiração fica ofegante e ao andar TB ,a pulsação tem hora que dispara chegando a 104 ,fui recentemente no clínico tirei ou RX pra comprovar se houve melhoras ,mas não o derrame persiste ,vou voltar ao pneumologista e vê se há possibilidade de punção para retirada do líquido , embora os médicos tenham me dito que a quantidade é pequena ,espero se possível que sugere uma internação ,mão consigo mais viver com esse problema ,me limita em tudo ,sempre tive uma vida ativa ….. desde já agradeço .. abraços

CUIDADOS PELA VIDA

Olá, Flávio. Pequenos derrames pleurais podem não exigir tratamento, embora o quadro clínico subjacente precise ser tratado. É comum serem administrados analgésicos até que o líquido seja drenado naturalmente ou através de procedimentos de drenagem. Nesse caso, recomendamos que converse com o seu médico para que seja indicado a melhor forma de tratamento. Abraços!

Dilssara Lima Cordeiro

Olá bom dia! Minha filha após completar 1 ano de vida mostrou sintomas de falta de ar, mas só após ao ataque de tosse persistente. Nesse caso o médico receitou gts de atrovent e berotec e o xarope predsim. Ela melhora bastante!!

Deixe seu comentário

Obrigado por compartilhar sua opinião! Todos os comentários passam por moderação, por isso podem não aparecer imediatamente na matéria.