Ex-fumantes ainda podem desenvolver DPOC?

  • +A
  • -A

A DPOC (doença pulmonar obstrutiva crônica) é um conjunto de doenças (principalmente enfisema pulmonar e bronquite crônica) que afligem a região do pulmão, comprometendo a capacidade respiratória. Uma das maiores causas dessa doença é o tabagismo. Muita gente se conscientiza a respeito dos malefícios do cigarro e toma a decisão corajosa de parar de fumar. Mas, será que ex-fumantes ainda podem desenvolver DPOC? O pneumologista José Eduardo Martinelli esclareceu essa e outras dúvidas sobre o tema. 

DPOC pode acometer ex-fumantes

O pneumologista alerta que, ainda que ex-fumante, o paciente pode desenvolver DPOC. “Ele pode ter parado de fumar há 20 anos, mas fumou durante 30. O fato de parar não implica que ele não vai ter mais problemas. A doença se instala e vai evoluindo progressivamente e lentamente. Então, o paciente que fumou durante 30 anos e parou há 20 já pode estar com enfisema. Não depende de estar fumando, mas sim do fato de já ter fumado”, informa o médico. 

Entretanto, o especialista avalia que ainda que a DPOC não possa ser evitada, parar de fumar é essencial para que o tratamento da doença tenha efeito e melhore a qualidade de vida do paciente. Dr. Martinelli também afirma que existem outras doenças causadas pelo cigarro e que podem ser evitadas ao parar de fumar: “Além da DPOC, o cigarro também causa câncer de pulmão, câncer de esôfago e de orofaringe ou laringe”.

Fumar pode causar DPOC e outros problemas

“Além disso, o tabagismo causa lesões vasculares que chegam a comprometer a circulação de forma grave, muitas vezes com até perda de dedos da mão ou dos pés, numa doença que se chama tromboangeíte obliterante. Muitas vezes, o paciente sabe que precisa parar de fumar, não para e vê a perda de seus membros progressivamente”, explica o especialista. 

Dr. Martinelli garante que dificilmente um paciente com DPOC não tenha fumado alguma vez na vida. “Existe uma única condição que se chama deficiência de alfa-1 tripsina de pacientes que têm esse problema e têm enfisema e são comprometidos bem mais cedo. A DPOC por tabagismo começa por volta de 45 a 50 anos, enquanto as pessoas que possuem essa deficiência apresentam os primeiros sintomas por volta dos 35 anos”, afirma o médico. 

COLABORARAM NESTE CONTEÚDO: 
Dr. José Eduardo Martinelli

Dr. José Eduardo Martinelli

Geriatria

CRM: 27875 / SP

TAGS
bronquite
cigarro
dpoc
respiracao

FIQUE POR DENTRO DE DICAS
DE SAÚDE
E BEM-ESTAR

Nenhum comentário para "Ex-fumantes ainda podem desenvolver DPOC?"
Seja o primeiro a comentar

Obrigado por compartilhar sua opinião! Todos os comentários passam por moderação, por isso podem não aparecer imediatamente na matéria.