É possível controlar uma crise de asma sem a bombinha?


  • +A
  • -A

A bombinha de asma é um item fundamental para o tratamento da doença, pois nela há a presença de substâncias importantes, como os broncodilatadores. Eles ajudam a amenizar os sintomas do quadro, principalmente a falta de ar, permitindo que o paciente se sinta melhor. Controlar a crise de asma sem a bombinha seria bem mais difícil do que com ela.

“As medidas modernas para o tratamento da asma se baseiam em medicações inalatórias, não por via oral. Por isso é que as bombinhas são fundamentais no tratamento da doença”, afirma o pneumologista Mauro Gomes. Vale ressaltar que as bombinhas nada mais são do que dispositivos que “guardam” os remédios indicados para o tratamento da asma e que são fundamentais.

 

O que fazer para enfrentar uma crise de asma quando não houver bombinha por perto?

 

Existem dicas para enfrentar uma crise de asma quando não houver uma bombinha por perto, mas enquanto houver o dispositivo por perto, este será sempre uma das principais medidas de emergência para conter uma crise. Quando uma crise é deflagrada e o paciente não conta com a bombinha, muitas vezes é necessário recorrer ao atendimento de urgência.

Além da bombinha, outras formas que ajudam a controlar uma crise de asma são: acalmar-se; sentar em posição confortável ou se colocar na posição em que fique mais fácil respirar; manter-se em local arejado, longe de alérgenos. Para prevenir as crises, deve-se evitar os fatores desencadeadores, que são os alérgenos (poeira, ar frio, poluição, fumaça etc). A manutenção do tratamento com corticóides, por via inalatória, também é fundamental para reduzir o número e a intensidade das crises.   

 

Importância de ter a bombinha sempre em mãos

 

Como as asma é uma doença crônica, sem cura, que exige tratamento por toda a vida, é recomendado seguir os cuidados constantemente. Porém, muitos pacientes não fazem isso, já que os sintomas da asma muitas vezes não se manifestam, ficando desprevenidos nos momentos de crise. Por isso, o ideal é manter as bombinhas e remédios sempre por perto, mesmo que no momento não haja sintoma algum. Nunca se sabe quando uma crise pode acontecer.

 

Dr. Mauro Gomes é pneumologista pela Sociedade Brasileira de Pneumologia e Tisiologia (SBPT) e chefe de equipe de Pneumologia do Hospital Samaritano de São Paulo. CRM-SP: 59917

Foto: Shutterstock

TAGS
asma
respiracao

FIQUE POR DENTRO DE DICAS
DE SAÚDE
E BEM-ESTAR

Nenhum comentário para "É possível controlar uma crise de asma sem a bombinha?"
Seja o primeiro a comentar

Obrigado por compartilhar sua opinião! Todos os comentários passam por moderação, por isso podem não aparecer imediatamente na matéria.