Bronquite tem cura? Saiba mais sobre o tratamento desta doença respiratória

  • +A
  • -A

A bronquite é uma inflamação nos brônquios, estruturas pulmonares fundamentais na respiração, e, de acordo com dados do SUS, mata 40 mil brasileiros por ano. A doença é, no geral, dividida em dois grupos: bronquite aguda, normalmente associada à infecção de vírus e bactérias, e dura de alguns dias a algumas semanas; e a bronquite crônica, também conhecida como Doença Pulmonar Obstrutiva Crônica (DPOC), que não tem necessariamente ligação direta com infecções e afeta o paciente durante boa parte de sua vida. A bronquite tem cura? Como funciona o tratamento?

O que acontece nos pulmões de quem tem bronquite crônica?

A dificuldade de respirar pode trazer uma série de problemas sérios de saúde e, mesmo fora de crises, a falta de fôlego deixa o paciente cansado e acaba o impedindo de ter um estilo de vida mais ativo. “A bronquite é uma inflamação nos brônquios, responsáveis pela condução do ar dos alvéolos até o pulmão”, explica o pneumologista Dr. Carlos Felipe Figueira Nogueira. Em pacientes com bronquite crônica, as vias aéras são estreitas, tensas e, em geral, cheias de muco, o que reduz a passagem do ar.

A bronquite tem cura?

Como em muitas doenças crônicas, é difícil falar de cura quando se pensa em bronquite. “Existem períodos de remissão da doença em períodos da vida nos quais o paciente pode ficar até mesmo sem uso da medicação, como no período da adolescência”, explica o pneumologista. “No entanto, nenhum tratamento pode comprovadamente curar a asma”.

Como é o tratamento?

Como a bronquite crônica não tem cura, o tratamento é voltado para reduzir a resposta inflamatória e, com isso, melhorar a respiração dos pacientes. Além disso, é muito importante evitar excesso de poeira em casa, um dos principais gatilhos para crises. “O tratamento é feito com medicamentos para controlar a resposta inflamatória das vias aéreas, associado a broncodilatadores, que aumentam o diâmetro dos brônquios, facilitando a respiração”, explica Nogueira. “O ponto fundamental do tratamento é o controle do ambiente, retirando objetos que podem acumular poeira, tendo cuidados maiores com a roupa de cama, etc.”.

COLABORARAM NESTE CONTEÚDO: 
Dr. Carlos Felipe Figueira Nogueira

Dr. Carlos Felipe Figueira Nogueira

Pneumologia

CRM: 5290720-0 / RJ

TAGS
bronquite
respiracao

FIQUE POR DENTRO DE DICAS
DE SAÚDE
E BEM-ESTAR

11 comentários para "Bronquite tem cura? Saiba mais sobre o tratamento desta doença respiratória"

Elza Barbosa

Tenho 83 anos e fui fumante, fez 3 anos que parei de fumar, com muita secreção nos pulmões procurei um pneumologista que através de tomografia constatou bronquite crônica, o que devo fazer pra melhorar já que não tem cura

CUIDADOS PELA VIDA

Oi Elza, o médico que fez o diagnóstico não prescreveu o tratamento para você?

Gleisson

Eu queria saber porque eu não sei que eu tenho esse negócio de bronquite mais eu nunca fumei mais eu tusso é fico sem ar mais só durante a noite porque durante o dia não sinto nada pôde min ajudar ah saber oque é pfv

CUIDADOS PELA VIDA

Olá Gleisson, é complicado diagnosticá-lo apenas com essas informações. É necessário realizar avaliação com o médico especialista para que ele possa realizar o diagnóstico e, caso seja necessário, prescrever um tratamento. Abraços.

Rosimeire

A bronquite tem fator hereditário?

CUIDADOS PELA VIDA

Olá Rosimeire, o tipo de bronquite que pode ter fatores hereditários é a bronquite asmática. Na bronquite aguda e crônica os problemas surgem diante do contato do corpo com vírus e outros organismos e substâncias. Confirma mais na seguinte matéria: https://cuidadospelavida.com.br/saude-e-tratamento/asma-e-bronquite/bronquite-causas-sintomas-tratamento. Abraços!

Ingrid Guimarães

Meu filho tem bronquite asmática ele tem 10 anos como fasso pra fazer um ttratamento

CUIDADOS PELA VIDA

Olá Ingrid, o primeiro passo é realizar uma consulta com um pneumologista. Esse profissional poderá prescrever medicamentos para controle da resposta inflamatória das vias aéreas, associado a broncodilatadores. Outro ponto importante, é controlar o ambiente, retirando objetos que podem acumular poeira, tendo cuidados maiores com a roupa de cama, etc. Desejamos um ótimo tratamento. Até a próxima.

Carlos

Boa tarde Dr° estou com uma dúvida e gostaria de uma segunda opinião, sou ex tabagista, assintomático totalmente, espirometria dentro dos valores normais e polissonografia indicando apnéia leve (7,5 eventos), faço atividade física, caminhada e corrida sem passar mal, sem ter tosse, dispnéia ou chiado no peito. Meu médico me passou Trimbow 2x ao dia por 3 meses e eu não entendi o porquê, ele me falou que tenho uma “bronquite leve e reversível” estou usando o remédio, mas como não tenho sintoma algum não sinto diferença em nada. Minha pergunta é devo continuar usando o medicamento? Obrigado.

José Maria Da Silva Duarte

Minha neta tem 6 anos e foi diagnosticada com bronquite, dores no peito e falta de ar, já tomou medicação (antibióticos) mas a falta de ar continua, o q eu faço Dr. Pôr favor me ajude estou muito preocupado.

CUIDADOS PELA VIDA

Olá, José Maria. O ideal é seguir com o tratamento que o médico indicou, se não houver uma melhora satisfatória deve-se retornar ao médico para uma nova avaliação. Em casa pode-se diminuir os acesso aos gatilhos das crises de bronquite, que são: a poeira, cigarro, pólen, ácaros e poluição. É recomendável manter a casa limpa e arejada, além de ter uma alimentação saudável e hidratação adequada. Torcemos pela melhora da sua neta. Abraços!

Deixe seu comentário

Obrigado por compartilhar sua opinião! Todos os comentários passam por moderação, por isso podem não aparecer imediatamente na matéria.