Todos os pacientes com asma precisam usar a bombinha?


  • +A
  • -A
Imagem do post Todos os pacientes com asma precisam usar a bombinha?

A asma é uma doença que afeta as vias aéreas, provocando falta de ar e tosse. Ela é considerada um problema crônico, ou seja, assim como a hipertensão e o diabetes, não tem cura, mas pode ser controlada. Para chegar a esse controle, é importante fazer o tratamento corretamente, com as medicações indicadas por um especialista e, em momentos de crise, o uso de bombinhas.

Bombinhas de asma têm ação broncodilatadora

 

É preciso lembrar que existem dois tipos de dispositivos para o controle da asma. As chamadas bombinhas de alívio utilizam medicamentos broncodilatadores e servem para reduzir os sintomas durante as crises de asma, mas não tratam a doença. Já os inaladores são usados regularmente para tratar a inflamação provocada pela asma e ajudam a manter a doença sob controle.

“A melhor forma que temos de levar a medicação aos pulmões é a inalação de fármacos, que evoluíram muito nos últimos 20 anos. O tratamento medicamentoso inclui algumas variáveis como potência, associação ou não de medicações e o tipo de dispositivo inalatório a ser utilizado“, afirma a pneumologista Renata Arbex.

Inaladores e bombinhas levam medicamento diretamente aos brônquios e aos pulmões

 

O tratamento para o controle da asma deve ser individualizado, com o médico avaliando cada caso. “Há alguns pacientes que só precisam utilizar a medicação em épocas de frio e inversão térmica e quando há prejuízo na prova de função pulmonar ou pico de fluxo”, diz a médica. A escolha das medicações depende do grau da asma – leve, moderada ou grave – e do resultado da prova de função pulmonar.

De acordo com a profissional, o tratamento da asma tem como objetivo dar mais qualidade de vida ao paciente, diminuir o número de despertares à noite, reduzir a quantidade de medicamentos para crises, ou seja, as bombinhas de alívio, e acabar com a limitação das práticas de atividades físicas. “Além das medicações, umidificar ambientes, se vacinar, tomar cuidado em viagens aéreas, receber acompanhamento odontológico, fazer exercícios físicos e controlar doenças associadas são boas armas para ajudar no controle da asma”, recomenda Renata.

 

Dra. Renata Ferlin Arbex é pneumologista e especialista em Medicina do Sono, graduada pela Universidade do Vale do Sapucaí e atua em Araraquara (SP). CRM-SP: 114800

Foto: Shutterstock

TAGS
asma
respiracao

FIQUE POR DENTRO DE DICAS
DE SAÚDE
E BEM-ESTAR

7 comentários para "Todos os pacientes com asma precisam usar a bombinha?"

Nilia

Tenho asma de difícil controle, uso Relvar, Spiriva para tratamento. E tomo montelair.Mas peguei uma infecção e estou à mais de 60 dias com catarro, mta tosse e fico mt cansada.

Isley

Parabéns pelo esclarecimento. Para mim serviu de pronto

Cuidados Pela Vida

Oi Isley, continue por aqui para ter acesso a essas e outras informações. Abraços.

Maíra

Excelente matéria 👏👏👏

Angela Maria de Bessa

Estou terminando o tratamento naquele programa do governo federal, na terceira seção, parei de fumar. Agora faço o acompanhamento. Uma semana após parar de fumar, andava pelas ruas , já respirando bem, parecia uma criança que ganhou o primeiro brinquedo . Acompanho seus artigos, que são muito úteis, sou asmática.

Cuidados Pela Vida

Oi Maíra, ficamos felizes que você tenha gostado! Continue por aqui para ter acesso a essas e outras informações. Abraços.

Cuidados Pela Vida

Oi Angela, parabéns pelo empenho na busca de uma maior qualidade de vida. Abraços.

Deixe seu comentário

Obrigado por compartilhar sua opinião! Todos os comentários passam por moderação, por isso podem não aparecer imediatamente na matéria.