Com quantos anos começam a surgir os sintomas da asma?


  • +A
  • -A

A asma é uma doença respiratória que gera a inflamação das vias aéreas, que permitem a passagem de ar até os pulmões. O problema deve ser controlado adequadamente, já que seus sintomas podem afetar a qualidade de vida. Para isso, é importante ficar de olho nos primeiros sintomas, que podem surgir já na infância, antes mesmo da criança completar seu primeiro ano de vida.

Asma pode se desenvolver em qualquer fase da vida


“Muitas vezes, a asma começa a apresentar sintomas logo nos primeiros meses de vida. Já foi demonstrado que mais da metade dos asmáticos 
vão apresentar sintomas na infância, seja nos primeiros meses de vida ou, então, na idade pré-escolar ou escolar”, afirma a pneumologista Lívia Bissoli. A criança pode sentir aperto no peito e se cansar facilmente durante uma brincadeira.

A profissional ressalta, entretanto, que a asma é uma doença comum na população e que pode surgir em indivíduos de qualquer idade. “Os sintomas mais frequentes são tosse seca recorrente e chiado no peito, que pode acontecer durante o sono ou por fatores desencadeantes, como atividades, risada, choro, infecções respiratórias ou mudanças climáticas”, diz a especialista.

Asma costuma ser mais perigosa na terceira idade


Apesar de não existir uma faixa etária específica para o desenvolvimento da asma,
pacientes da terceira idade requerem mais atenção“Sabe-se que as taxas de mortalidade por asma aumentam com a idade avançada. Existem algumas explicações para este fato, como a maior gravidade da asma de início na vida adulta e a tendência dos pacientes asmáticos desenvolverem doenças cardiovasculares ou outras comorbidades à medida que envelhecem”, explica a médica.

Uma forma de impedir o agravamento da asma é não interromper o tratamento sem uma avaliação completa do médico. O tratamento costuma ser feito com o consumo de medicações corticosteroides e broncodilatadores, com a prática regular de exercícios físicos, como natação e yoga, e evitando os gatilhos para as crises, como poeira, pólen, poluição, mofos e ácaros.

Dra. Lívia Bissoli é pneumologista, graduada pela Faculdade de Medicina de Jundiaí (FMJ) e atua em Jundiaí e São Paulo. CRM-SP: 139689 – draliviabissoli.com.br

Foto: Shutterstock

TAGS
alergias-respiratorias
asma
respiracao

FIQUE POR DENTRO DE DICAS
DE SAÚDE
E BEM-ESTAR

13 comentários para "Com quantos anos começam a surgir os sintomas da asma?"

Laercio

Gostaria de receber novidades no tratamento ou uma possível cura….

Elisabete Chagas Cardoso dos Santos

Não existe uma fase específica para a asma se manifestar, podem surgir nos primeiros meses de vida, ou na fase escolar…

Jorge Luiz Costa

Quando tive a primeira crise, estava no quartel, com 20 anos no auge, jogando profissionalmente e no quartel também.

Maria

Eu comecei a desenvolver a asma c 31 anos, eu comecei a trabalhar com soldadora e acho q tou c alergia da fumaça da solda, isso é possível?

Cristina Fernandes

Minha filha começou o tratamento no pneumologista infantil com 6 meses de vida,hoje ela tem 8 anos e continua tendo crises muito fortes apesar de fazer tratamento.Gostaria de saber se algum dia ela vai parar de usar essas medicações e terá alguma melhora?

CUIDADOS PELA VIDA

Oi Cristina, só o médico que acompanha seu caso pode informar um possível quadro de melhoria. Abraços.

Lisiane

Tive minha primeira crise de asma aos 39 anos, quando saí da capital para morar no interior. Aqui é muito úmido e têm empresas com silos de arroz, que queimam cascas de arroz o que gera uma poeira quase imperceptível, mas que deve ter aflorado essa doença, que eu nem sabia que tinha. Hoje fazem quase dois anos que tenho crises continuamente, e estou sempre em tratamento. Será que tenho chance de conseguir controlar isso?

Marco

Alguns sintomas da asma podem ser confundido com refluxo?Depois que sofri um pneumotórax espontâneo, com corte de sete centímetros em um dos pulmões, isso em 1994, passei a sentir um chiado principalmente ao estar deitado do lado esquerdo (ao forçar a saída do ar)Um certo pneumologista me disse que esse chiado poderia ser sequela do pneumotórax; outro chegou a me dizer que seria sintomas do refluxo.Mas uma última médica, me disse que era um tipo de asma. Não possuo crise de asma e sim, por algums vezes à noite, tosse que dizem ser por conta do refluxo em crise, então para amenizar e poder dormir sem crise de tosse, tomo um pouco de mel com limão( morno). É como um pigarro que gruda na garganta ou cordas vocais. Quando forço chiado ele aparece.Essa última médica receitou um remédio de nome clenin HFA, para aspirar de 12 em 12 horas. Confesso que dei início ao tratamento, mas comecei a sentir mal estar (no peito) e parei.Gostaria de sua opinião.Por conta ainda de haver fumado e deixado o vício, desde 1986, ao sofrer o pneumotórax espontâneo em 1994, como já mencionado, consta portar um pouco de enfizema. Tudo isso me deixa preocupado.Desde já fico-lhe gratoMarco.

CUIDADOS PELA VIDA

Olá Marco, é extremamente importante que você siga a risca a prescrição médica. E em caso de algum evento adverso, como o mal estar que você sente no peito ao aspirar o medicamento, é aconselhável você conversar com o médico sobre os efeitos que o medicamento causou, possibilitando uma possível nova estratégia para o seu tratamento. Abraços!

Rubens

Olá, sou asmático e tenho 60 anos, comecei o tratamento a base de corticoides tem mais de 15 anos, antes o tratamento era na base caseira, porém o corticoide tem efeitos colaterais sérios segundos os especialistas, inclusive estou com cataratas que segundo uma primeira consulta seria resultado do uso continuo destes corticoides, faço um tratamento diário com Foraseg 400, será que procede esta dúvida?

CUIDADOS PELA VIDA

Olá Rubens, a catarata é um dos diversos efeitos colaterais que o uso prolongado de corticoides pode causar. Contudo, só o médico pode fazer a avaliação correta do seu caso e determinar se a catarata foi realmente causada por esse motivo. Abraços.

Caetano

Fui diagnosticado com Asma a uns 4 anos ,oque foi uma surpresa pra mim na época pois não tenho falta de ar e sempre achei que Asma estava associado a esse sintoma, ao mesmo tempo tenho quase sempre um incomodo na garganta como tivesse alguma coisa parada que não sai tipo um pigarro , o medico disse que seria alergia a algum produto que provocava essa situação.Posteriormente consultei um Otorrino que pediu exame da garganta e constatou que tenho refluxo , que provoca essa sensação na garganta.A pergunta é :Qual a relação entre refluxo ,asma e alergia.Grato

CUIDADOS PELA VIDA

Olá Caetano, são três problemas distintos, mas que podem estar presentes no mesmo momento no organismo de uma pessoa. Cada problema tem seu tratamento, com determinado medicamento e determinadas estratégias. Abraços!

Deixe seu comentário

Obrigado por compartilhar sua opinião! Todos os comentários passam por moderação, por isso podem não aparecer imediatamente na matéria.