Asma e corrida: é possível fazer atividade física com a doença crônica?


  • +A
  • -A

A asma é uma doença respiratória que provoca o estreitamento dos brônquios, as estruturas por onde o ar passa em direção aos pulmões. Como consequência, muitos pacientes relatam sentir falta de ar durante uma crise. A prática de exercícios físicos, como a corrida, parece ir na contramão do controle dos sintomas, mas, na verdade, é uma importante aliada do tratamento.

 

Prática de exercícios físicos diminui risco de piora da asma

 


Segundo o pneumologista Ramiro Sienra, você pode fazer atividades físicas mesmo sendo diagnosticado com asma. “Não só é possível como é altamente recomendado. Os estudos mostram que as
pessoas mais ativas conseguem ter um melhor controle da doença que as pessoas sedentárias”, explica o especialista.

Se você começa, por exemplo, a caminhar, a jogar futebol ou a participar de aulas de dança com regularidade, as chances de sentir falta de ar, de apresentar uma piora do quadro da asma e de visitar o atendimento médico de emergência são consideravelmente menores. Sem falar nos benefícios das atividades físicas para a saúde do corpo, em geral, como no controle do peso e da hipertensão.

 

Atividades de 30 minutos ajudam a controlar sintomas da asma

 


Quem gosta de praticar corrida, deve conversar antes com seu médico. “Os asmáticos que estão com a doença descontrolada provavelmente terão falta de ar durante o exercício, principalmente nos meses de inverno, em que a umidade relativa do ar é mais baixa”, diz o pneumologista. Nesses casos, o médico pode prescrever uma medicação para ser utilizada antes do exercício. No entanto, se a falta de ar for muito limitante, a atividade deve ser interrompida até o equilíbrio da doença.

A natação é, tradicionalmente, um dos exercícios mais indicados pelos médicos para os pacientes asmáticos, já que acreditava-se, nos anos 90, que essa era a modalidade mais indicada para auxiliar no tratamento da doença, de acordo com o pneumologista. “Anos mais tarde, se comprovou que qualquer atividade física de pelo menos 30 minutos, feita pelo menos 4 vezes por semana, é capaz de diminuir o impacto da doença”, afirma Sienra.

 

Dr. Ramiro Sienra é pneumologista, formado pela Faculdade de Medicina da USP e atende em São José dos Campos (SP). CRM-SP: 139797

 

Foto: Shutterstock

TAGS
alergias-respiratorias
asma
respiracao

FIQUE POR DENTRO DE DICAS
DE SAÚDE
E BEM-ESTAR

16 comentários para "Asma e corrida: é possível fazer atividade física com a doença crônica?"

Floriano de Pinho Amaral

Fui diagnosticado com o problema da asma. Faço uso de medicamentos. Faço também a minha caminhada (6) seis vezes por semana, sem nenhum problema, graças a Deus.

CUIDADOS PELA VIDA

Oi Floriano, ficamos felizes em saber que você conseguiu uma melhoria na qualidade de vida seguindo o tratamento corretamente. Abraços.

Elisângela

Pratico Zumba há 3 meses e estava usando o alenia nos dias que praticava pra não bater crise. Hoje, pela primeira vez, esqueci de usar o medicamento e consegui fazer a aula sem ficar com falta de ar. Fazer exercícios realmente é muito importante pra quem tem asma, além de melhorar o sono.

Marlon Ricartes

Muito interessante a matéria sobre ASMA, antes praticava natação e artes marciais, hoje faço corrida e musculação e estou muito bem, as crises maiores cessaram, pois tenho maior controle. Portanto, a prática de exercícios físicos é um suporte pra saúde em todos aspectos, penso que proporcionou-me mais qualidade de vida, nada é mais importante do que ser saudável. Obrigado a Deus por me fazer pensar assim, e peço a ELE que proporcione este pensamento de cuidar da saúde pra todas as pessoas que precisam disso!! Deus abençoe a todos.

Jayme

Comecei tomando ALENIA, após o diagnóstico.Passei em seguida para chá de orégano pela manhã e à noite e fiquei só na primeira caixa do ALENIA.Não senti mais crises e mantenho no mínimo dez mil passos por dia. Poucas corridas, mas caminhadas rápidas.Tenho 56 anos.

Jenifer Conceição Ricardo

Sou asmática, faço uso de formoterol e budesonida.Vou fazer caminhadas, agradeço a informação.

Paulo Roberto dos Santos (Sanpaul)

Tenho 75 anos ou 76, nem lembro, mas, penso, aliás, vou seguir essa recomendação de caminhar , pois, estou com “ENFISEMA PULMONAR”.O problema é que sempre que dou um caminhada, FICO CANSADO COM FALTA DE AR, tendo que parar e recomeçar. Uso Clenil 250 constantemente (2 x ao dia) e Aerolin em crise. Vou tentar fazer isso novamente.

Zelia

Sou asmática e não consigo fazer nenhum exercício 😢. Gostaria muito, porém falta de ar não me deixa. Quase Morro. Tomo alênia e compro quase pela metade do preço. Obg cuidados pela vida.

CUIDADOS PELA VIDA

Oi Zelia, ficamos felizes em saber que o Programa Cuidados pela Vida te auxiliou na adesão ao tratamento prescrito. Melhoras.

Aline

Faço acompanhamento médico e tratamento para a asma, desde a infância. Um ano e meio atrás comecei a treinar corrida, e meus exames só melhoram, a capacidade pulmonar aumenta e as espirometrias estão ótimas. Estou treinando pra estrear nos 21km esse ano!

CUIDADOS PELA VIDA

Uau Aline, isso é incrível. Obrigada por compartilhar sua história conosco! Parabéns pelo empenho na busca de uma maior qualidade de vida. Abraços.

Luciana

Boa tarde! tenho asma, só descobri o remédio Alenia, por causa de um atendente da farmácia, por que não estava conseguindo o faroseq.Substitui o faroseq por alenia e gostei muito. O alenia é bem mais barato.

Eva Gonçalves

Obrigada pelas dicas.

Lucineide

Boa noite fasso caminhada tem 3 meses me ajudou muito por que diminuiu as minhas crises e uso o alenia so quando chego da caminhada .Agora em Agosto faz 2 anos estava indo trabalha quando tive uma crise que nao consegui chegar ao serviço na qual tive que sentar na rua e pedir ajuda foi onde fui para no hospital no qual fiquei 7 dias em coma por causa da bronquite asmatica cronica mais venci estou aqui para dizer que vc tambem pode vencer controlando com os remedios e atividades fisica

Cláudia

Adorei a matéria

Sem duvida o exercício físico é importante para quem tem asma.Antes do inicio da prática é importante fazer um exame médico e seguir as orientações.Eu tinha asma , pratico corridas rusticas e Maratonas.Iniciei as praticas aos 17 anos de idade , ultima crise tinha 19 anos , hoje tenho 55 anos e faço corridas rusticas e tenho 24 Maratonas de 42.195 m. e 10 Super Maratonas de 50 KM.

Deixe seu comentário

Obrigado por compartilhar sua opinião! Todos os comentários passam por moderação, por isso podem não aparecer imediatamente na matéria.