Asma brônquica: mais informações para ajudar na sua rotina

  • +A
  • -A

A asma é uma doença inflamatória que afeta as vias aéreas inferiores (brônquios e os pulmões) onde ocorre um estreitamento e inchaço dos brônquios e produzindo um excesso de muco. Isso pode dificultar a respiração e provocar tosse, um som de assobio (respiração ofegante) ao expirar e falta de ar.

Para algumas pessoas, a asma é um incômodo menor. Para outros, pode ser um grande problema que interfere nas atividades diárias e pode levar a um ataque de asma até com risco de vida.

A asma não tem cura, mas seus sintomas podem e devem ser controlados.

É muito importante que os pacientes asmáticos tenham seguimento por um médico. Porque apesar de não ter cura, hoje temos a disponibilidade de vários tratamentos muito eficazes no controle dos sintomas da asma e na prevenção das suas possíveis complicações.

Sintomas

Os sintomas da asma variam de pessoa para pessoa, desde sintomas leves até quadros e agudização chamados de exacerbações. Sinais e sintomas mais comuns da asma:

– Falta de ar
– Aperto ou dor no peito
– Chiado ao expirar, que é um sinal comum de asma em crianças
– Problemas para dormir causados ​​por falta de ar, tosse ou respiração ofegante
– Ataques de tosse ou respiração ofegante que são agravados por um vírus respiratório, como um resfriado ou gripe

Para algumas pessoas, os sinais e sintomas de asma aumentam em certas situações como:

– Asma induzida por exercícios,que pode ser pior quando o ar está frio e seco
– Asma ocupacional,desencadeada por irritantes do local de trabalho, como vapores químicos, gases ou poeira
– Asma induzida por alergia,desencadeada por substâncias transportadas pelo ar, como pólen, esporos de mofo, pelos de animais, etc.

Quando procurar um médico

O seguimento do seu tratamento por um médico é muito importante, ele pode avaliar a sua doença e estabelecer o melhor tratamento.

Se você tiver tosse ou respiração ofegante com frequência que dura mais do que alguns dias ou qualquer outro sinal ou sintoma de asma, consulte seu médico. O tratamento precoce da asma pode prevenir danos pulmonares a longo prazo e ajudar a evitar que a condição piore com o tempo.

Algumas situações importantes para contato com o seu médico:

– Para monitorar sua asma após o diagnóstico. Se você sabe que tem asma, converse com seu médico para mantê-la sob controle. Um bom controle a longo prazo ajuda você a se sentir melhor no dia a dia e pode prevenir um ataque de asma com risco de vida.

– Se os seus sintomas de asma piorarem. Contacte o seu médico imediatamente se a sua medicação não parecer aliviar os seus sintomas ou se necessitar de utilizar o seu inalador de alívio rápido com mais frequência.

Não tome mais medicamentos do que os prescritos sem consultar primeiro o seu médico. O uso excessivo de medicamentos para asma pode causar efeitos colaterais e piorar a asma.

 Quando procurar tratamento de emergência

Ataques graves de asma podem ser fatais.

Converse com seu médico para determinar o que fazer quando seus sinais e sintomas piorarem – e quando você precisar de tratamento de emergência. Os sinais de emergência de asma incluem:

– Piora rápida da falta de ar ou respiração ofegante
– Nenhuma melhora, mesmo depois de usar um inalador de alívio rápido
– Falta de ar quando você está fazendo atividade física mínima

COLABORARAM NESTE CONTEÚDO: 
Dr. Mauro Luís de Mello Ferreira

Dr. Mauro Luís de Mello Ferreira

Geriatria

CRM: 34107 / SP

TAGS
asma
bronquite

FIQUE POR DENTRO DE DICAS
DE SAÚDE
E BEM-ESTAR

2 comentários para "Asma brônquica: mais informações para ajudar na sua rotina"
Deixe seu comentário

Obrigado por compartilhar sua opinião! Todos os comentários passam por moderação, por isso podem não aparecer imediatamente na matéria.