Depois de quase morrer, goiana consegue aliviar crises de bronquite


  • +A
  • -A

A bronquite é uma doença caracterizada pelo estreitamento dos brônquios, estruturas pulmonares fundamentais para a respiração. “Esses órgãos fazem parte das vias áreas, um sistema de tubos biológicos no nosso sistema respiratório que levam ar do meio externo para o pulmão”, define o pneumologista Ramiro Sienra.

Falta de ar é o principal sintoma da bronquite


Pacientes com bronquite podem desenvolver a doença em sua forma aguda ou crônica. No caso de Janice F. B. Santos, de 57 anos, a doença era crônica e grave: “Sentia muita falta de ar, bastante dor nas costas e no peito. Não podia entrar em contato com poeira ou fumaça que o corpo já começava a ficar pesado”, afirma. Essas substâncias irritam os brônquios e ajudam a provocar as crises da doença.

Apesar das dificuldades provocadas pela bronquite, Janice precisou passar por uma situação de vida ou morte para procurar ajuda. “Quase morri três vezes. Na última, entrei em coma e me levaram para o hospital praticamente morta. Mas, salvaram minha vida”, relembra a goiana. Ela, então, foi levada para Goiânia para realizar tratamento com um especialista.

Tratamento da bronquite aborda medidas para reduzir crises


Na época, Janice tinha 27 anos e morava no interior. O tratamento, segundo ela, ajudou seu corpo a se recuperar: “O médico me passou medicamento e hoje eu me sinto bem melhor. Melhorou muito mesmo. Ainda sinto alguns sintomas, às vezes, mas geralmente passa bem rápido”. Entretanto, ela não consegue trabalhar fora de casa e vende marmitas para ajudar o marido com as contas de casa.

O tratamento da bronquite varia de acordo com a causa. Podem ser utilizados broncodilatadores, como no caso da goiana, corticosteroides e até antibióticos, caso haja infecção bacteriana. Como os quadros de bronquite crônica geralmente estão associados ao tabagismo, abandonar o vício e não ficar próximo à fumaça do cigarro também fazem parte do tratamento. Além disso, evitar ambientes com mofo, ácaros e poluição é fundamental.

Foto: Shutterstock

COLABORARAM NESTE CONTEÚDO: 
Dr. Ramiro Sienra

Dr. Ramiro Sienra

Pneumologia

CRM: 139797 / SP

TAGS
bronquite
dpoc
respiracao
superacao
tosse

FIQUE POR DENTRO DE DICAS
DE SAÚDE
E BEM-ESTAR

12 comentários para "Depois de quase morrer, goiana consegue aliviar crises de bronquite"

Alexandre

Minha asma é mais leve, depende da época do ano. Sinto um pouco de falta de ar e uma tosse seca e persistente. Tomo ALENIA 400 mcg. Mas resolve pouco. Mofo, nem pensar.

CUIDADOS PELA VIDA

Olá Alexandre. Agradecemos por compartilhar seu comentário conosco. Você deve informar seu médico que o tratamento atual não está controlando os sintomas e crises, dessa forma ele poderá reavaliar seu caso e orienta-lo de forma completa indicando o tratamento mais eficaz e adequado para você. Continue nos acompanhando para mais dicas e informações como essa. Até breve.

Valdemar Costa

Bom dia tenho acompanhado as dicas de saúde, mas estou tendo crise de tosses e chiados no peito ao respirar e dor. Que tratamento devo fazer.?

CUIDADOS PELA VIDA

Olá Valdemar. Com relação ao seu questionamento, é necessário primeiro identificar a causa dos sintomas, o que será possível diante de consulta presencial com um especialista. O pneumologista é um dos profissionais mais adequados para orientá-lo e prescrever o tratamento mais adequado e eficaz para você. Temos uma matéria que fala um pouco mais sobre esse tema.
Clique no link abaixo e confira.
https://cuidadospelavida.com.br/saude-e-tratamento/asma-e-bronquite/chiado-no-peito-sintoma-asma

Pedro Carvalho

tenho asma desde tres anos de idade, ao completar 20 anos, mudei de regiao sai do sertao para o litoral asma desapareceu, 30 anos depois voltei para o sertao e a asma voltou com uma certa intensidade, tomava corticoides mas meu medico suspendeu, me receitou histamim e dexametasona, procurei outro pneumologista, ele receitou alenia de 400, pela manha e a noite, conversei com ele e comentei se nao cura porque e doença cronica, nao seria melhor reduzir a dose, ou so usar nas crises, ele respondeu que nao. minha duvida e sera que este uso continua nao vai provocar enrigecimento do tecido pulmonar.

CUIDADOS PELA VIDA

Olá Pedro. Agradecemos por compartilhar seu relato conosco. A asma é uma doença cuja intensidade pode variar ao longo do tempo, visto que seus sintomas tendem a piorar quando o paciente é exposto aos agentes desencadeadores das crises, como poeira, fumaça e pelos de animais. Sendo assim, para responder a alterações no grau dos sintomas, o médico pode mudar a dosagem do medicamento utilizado no tratamento. Para informações e orientações mais completas é necessário uma consulta presencial com o especialista. Temos mais algumas matérias sobre esse tema. Clique no link abaixo e confira. Até breve.

https://cuidadospelavida.com.br/busca/asma

🌹 Rosa Maria Pereira dos Santos

Também sofro muito com a asma, faço uso da medicação e mesmo assim não tem como melhorar muito, traz algum alívio, mas não por muito tempo, vamos continuar lutando, se entregar jamais, obrigada…

CUIDADOS PELA VIDA

Olá Rosa. Obrigado por compartilhar seu relato. É importante conversar com seu médico para que ele possa readequar seu tratamento se necessário, e assim será possível ter melhor controle dos sintomas evitando novas crises trazendo grande melhoria na sua qualidade de vida. Até a próxima.

Sonia Dantas

Afinal, fique sem saber o que ela fez para aliviar a asma… Tratamento é o que todos fazem…

CUIDADOS PELA VIDA

Olá Sonia. Agradecemos por compartilhar seu comentário. A paciente buscou atendimento com o especialista adequado e assim foi indicado o tratamento mais eficaz para ela. Só é possível fazer a indicação do tratamento mais adequado para cada paciente diante de uma consulta presencial com o especialista. Procure atendimento com um pneumologista para que diante de uma consulta seja indicado o tratamento mais eficaz para você. Até logo.

Selma Camargo

Tenho asma grave e uso alenia 12×400 1 x ao dia e no outono e inverno passo para 2x ao dia. Quando os sintomas da crise aparecem procuro um médico e trato para não piorar.

CUIDADOS PELA VIDA

Olá Selma. Seguir o tratamento indicado pelo médico é crucial para controlar os sintomas da doença de forma completa e eficaz. Temos mais matérias sobre esse tema no nosso site. Clique no link abaixo e confira!

https://cuidadospelavida.com.br/busca/asma

Deixe seu comentário

Obrigado por compartilhar sua opinião! Todos os comentários passam por moderação, por isso podem não aparecer imediatamente na matéria.