O que é terapia cognitivo-comportamental?


  • +A
  • -A

Diferente de outras abordagens de psicoterapia, a terapia cognitivo-comportamental tem como objetivo fazer com que o paciente mude o seu comportamento a partir da alteração dos pensamentos e sentimentos disfuncionais que apresenta em um determinado transtorno (depressão, ansiedade, esquizofrenia). Inicialmente ele toma consciência da necessidade de mudança e depois segue um plano de evolução com objetivos específicos.

Este modelo de psicoterapia se baseia na premissa de que os pensamentos e sentimentos geram um comportamento compatível. Por isso, quando você tem pensamentos e sentimentos disfuncionais, seu comportamento tende a ser igual. Para melhorar os problemas específicos tratados, investe-se na reconstrução dos pensamentos, sentimentos e comportamentos envolvidos.

O diferencial da terapia cognitivo-comportamental


“A terapia cognitivo comportamental é uma linha de psicoterapia baseada na combinação de conceitos do Behaviorismo radical com teorias cognitivas. Dentro dessa linha de psicoterapia existem protocolos de intervenção direcionados para
redução de sintomas dos transtornos da ansiedade”, explica a psiquiatra Juliana Diniz.

A médica destaca o diferencial da terapia cognitivo-comportamental em relação às demais abordagens. “Em primeiro lugar, vale ressaltar que não existem apenas a TCC e a ‘psicoterapia comum’. Há inúmeras linhas de psicoterapia distintas. A terapia cognitivo-comportamental é mais direcionada para a redução de sintomas específicos do que outras linhas que trabalham com estruturas conceituais mais abrangentes”.

Os benefícios da terapia cognitivo-comportamental


A terapia cognitivo-comportamental vem demonstrando ser uma das técnicas mais eficazes no tratamento de alguns transtornos mentais, principalmente por apresentar ao paciente exercícios específicos práticos que promovem resultados objetivos. “A terapia cognitivo comportamental, assim como outras linhas de psicoterapia, também pode ajudar no controle dos sintomas”, completa Juliana.

Dra. Juliana Belo Diniz é psiquiatra, formada pela Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo e pesquisadora dos transtornos do espectro obsessivo compulsivo. CRM-SP: 112069

Foto: Shutterstock

COLABORARAM NESTE CONTEÚDO: 
Dra. Juliana Belo Diniz

Dra. Juliana Belo Diniz

Psiquiatria

CRM: 112069 / SP

TAGS
depressao
psicologico

FIQUE POR DENTRO DE DICAS
DE SAÚDE
E BEM-ESTAR

12 comentários para "O que é terapia cognitivo-comportamental?"

Eliane Cunha

Gostaria tanto de fazer esse tipo de terapia cognitivo comportamental

ANA PAULA

Terapia Cognitivo Comportametal e a mesma tecnica contelação familiar?

CUIDADOS PELA VIDA

Oi Ana Paula, não, a terapia cognitivo-comportamental tem como objetivo fazer com que o paciente mude o seu comportamento a partir da alteração dos pensamentos e sentimentos disfuncionais que apresenta em um determinado transtorno, enquanto que a constelação familiar é uma técnica que é indicada quando uma doença, que não tenha caráter genético, afeta muitos parentes. Abraços.

Rogério

Sofri traumas na infância, hoje tenho 40 e convivo com uma depressão crônica, abandonei tratamento que não me ajudava em nada, vivo sem perspectiva, me sinto inferior, sem auto estima, minha qualidade de vida é péssima. Creio que preciso de um tratamento específico, mas estou muito inseguro sobre qual me inserir, pois já não consigo crer na “cura”.

CUIDADOS PELA VIDA

Oi Rogério, procure um profissional especializado de sua confiança para que você siga o tratamento prescrito e consiga manter um acompanhamento correto. Melhoras.

Maria Rosangela

Ola eu faco tratamento com piscologo tenho transtorno bipolar sera que devo comentar com minha psicologa pra fazer esse tratamento porque eu penso coisa do meu marido e ai eu ja falou e nao tem nada haver e ai agente acaba discutindo sabe meu marido fala que eu vejo coisas onde nao tem nada …

CUIDADOS PELA VIDA

Oi Maria Rosangela, sim, converse com sua piscóloga, é importante que você tenha com ela um diálogo franco e aberto, pois você tem a ganhar muito mais qualidade no tratamento. Abraços.

Edmar Rodrigues Lanatovitz

Oi eu comecei a fazer esse tratamento,fiz a 1°sessão, ainda não conheço, mas aqui aprendi algumas coisas com o cuidados pela vida ,deve ser bem interessante, vou me empenhar muito quero melhorar,já fiz terapia por 1ano e meio ,e nada ,sou bipolar,e tem muitas outras coisas agravando ,e acho q esse deve ser o tratamento, tomara……

CUIDADOS PELA VIDA

Oi Edmar, parabéns pelo empenho na busca de uma maior qualidade de vida. Desejamos boa sorte no seu tratamento. Abraços.

Mirella

Alguém de Recife conhece um profissional dessa área?

Luciana

Senti falta de um profissional de psicologia falando sobre o assunto.

Deixe seu comentário

Obrigado por compartilhar sua opinião! Todos os comentários passam por moderação, por isso podem não aparecer imediatamente na matéria.