html Quanto tempo costuma durar uma crise de pânico?

Quanto tempo costuma durar uma crise de pânico?


  • +A
  • -A

O tempo de duração de uma crise de pânico é variável. Segundo a psiquiatra Juliana Diniz, o pico da ansiedade pode durar até 40 minutos, porém os efeitos de mal-estar podem se manter após esse período. Além disso, as pessoas com a síndrome do pânico podem ter crises recorrentes, com intervalos curtos entre elas.

Gravidade e sintomas de crises de pânico


Ainda conforme a médica, o tempo de duração de uma crise de pânico não necessariamente determina se o evento é mais ou menos grave. “A frequência das crises e o quanto elas são incapacitantes para o paciente são os fatores que de fato
mais se relacionam com o quesito gravidade”, afirma.

A crise de pânico é caracterizada por uma sensação de desconforto de início súbito, sem desencadeante claro, que pode em qualquer hora ou local. “Alguns exemplos de sintomas são taquicardia, aumento da sudorese, calafrios, tremores, sensação de falta de ar, dor ou aperto no peito e medo de morrer ou enlouquecer”.

Causas e tratamento das crises de pânico


A especialista informa que não existem causas generalizáveis que sirvam para explicar o transtorno de pânico em todos os indivíduos acometidos por estes sintomas. Todavia, há casos em que já existem outros sintomas envolvidos ou transtorno de ansiedade precedendo os episódios de crise de pânico, os quais ajudam a entender o aparecimento desses típicos do pânico.

Assim como em diversos outros transtornos psicológicos, o tratamento da síndrome do pânico se baseia em psicoterapia e uso de medicamento específico. A terapia cognitivo-comportamental, especialmente, ganha destaque no tratamento desse tipo de transtorno. “O primeiro passo é procurar um profissional de saúde mental que irá orientar sobre as modalidades de tratamento disponíveis”, recomenda a psiquiatra.

Dra. Juliana Belo Diniz é psiquiatra, formada pela Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo e pesquisadora dos transtornos do espectro obsessivo compulsivo. CRM-SP: 112069

Foto: Shutterstock

COLABORARAM NESTE CONTEÚDO: 
TAGS
ansiedade
psicologico
panico

FIQUE POR DENTRO DE DICAS
DE SAÚDE
E BEM-ESTAR

59 comentários para "Quanto tempo costuma durar uma crise de pânico?"

Cleide Maria De Urzedo

Oi estou tendo crises tds os dias, e por mais de 1 hr passo muito mal

CUIDADOS PELA VIDA

Oi Cleide, como orienta a Dra. Juliana Belo Diniz: “O primeiro passo é procurar um profissional de saúde mental que irá orientar sobre as modalidades de tratamento disponíveis”. Melhoras.

Aline

Ola já faz dias q eu estou c esses sintomas de ansiedades eu n sei bem explica como e so sei q eu sinto um medo mais um medo inexplicável n consigo me acalmar j marquei consulta c a médica isso ta me deixando louca pq tá me dando todos os finais da tarde obg

CUIDADOS PELA VIDA

Oi Aline, nesses momentos você pode tentar se acalmar utilizando técnicas de relaxamento e de respiração, como o yoga. Enquanto você aguarda a consulta, tente praticar atividades físicas regularmente e evitar situações e lugares que você percebeu que costumam desencadear os sintomas. Melhoras.

Juliana

Olá venho sofrendo muito com crise de ansiedade principalmente quando estou dentro do ônibus.sinto falta de ar,tremedeira,a garganta seca quase não consigo deglutir a saliva tenho medo e não consigo parar de balançar as pernas fico injuada é com dor o que me recomenda?

Vanessa Cardoso

Eu tive uma crise de anciedade acelerada a 3 anos atrás, fiquei muito ruim os piores sintomas é o coração muito acelerado, fraqueza e sensação que vou morrer. Mas a 2 anos eu tava normal da primeira vez que tive tomei fluoxetina 3 meses e parei por conta própria. Dessa vez o médico me receitou o fluoxetina novamente mas um remédio chamado Lavozine 4%maleato de levomepromazina 40mg. Só que ele falou pra eu iniciar com 1 gota e ir almentando até 10. Mas não me falou por quanto tempo eu tinha que tomar esse remédio. Eu tô com medo de tomar ele parece muito forte e eu não tenho problema pra dormir meu problema é só os sintomas que já falei. Será que posso tomar esse remédio só nas vezes que eu ver que não vou conseguir dormir e uma gota só?

CUIDADOS PELA VIDA

Oi Vanessa, neste caso o ideal é que você retorne em consulta com o médico que prescreveu o medicamento para que ele possa passar as orientações adequadas sobre a duração do tratamento. Abraços.

Fernanda

Olá! As crises podem acontecer de madrugada, mesmo dormindo? Outra pergunta é: pq é tão difícil achar um psiquiatra em hospital público? Hj não tenho condições (infelizmente) de arcar com um profissional e na cidade onde moro as condições de saúde pública são precárias… eu preciso e mto. Estou tento crises e mais crises a ponto de não sair mais de casa e quando saio me sinto mal.

CUIDADOS PELA VIDA

Olá Fernanda, de acordo com o psiquiatra Alexandre Proença, na maioria dos casos, as crises de síndrome do pânico não têm hora para acontecer: “Os ataques de pânico geralmente são inesperados e acontecem de forma abrupta. Ou seja, o ataque parece vir do nada”. O ideal é que o paciente tente se acalmar durante o ataque, já que os sintomas tendem a desaparecer em alguns minutos. Nessas horas, técnicas de relaxamento e de respiração, como o yoga, podem ajudar a superar a crise. Abraços.

Rafaela

Bom gostaria da sua ajuda tenho crise de pânico com transtornos de ansiedade generalizada não consigo dar com perdas e parece que está cada vez pior muito medo principalmente da morte mais minha crise começou a 5 anos atrás eu não me tratei comecei a tratar mais ou menos 6 meses pq piorou muito mais ainda não vi uma melhorar significativa o que posso fazer para voltar ao normal ?

CUIDADOS PELA VIDA

Oi Rafaela, é importante que você continue com o tratamento prescrito pelo médico e compareça a consultas regulares para que ele possa te acompanhar adequadamente. Melhoras.

Elyene

Oi sou Elyene !Estou mal, já tive sindrome do panico , a uns 4 anos fui para o psiquiatra, tomo remedio de ansiedade e depressão, mas parei,a uma semana estou com a crise atacada uma fraqueza como se eu tivesse levado um susto, não consigo levantar da cama , fico tonta , minha mente fica esquisita ,começo a roer a unha , fico mal,, a crise vem e vai o tempo todo, quanto passa a crise eu consigo levantar sair normal, mas logo volta, começa com pensamentos ruins..Quanto tempo o remedio começa a fazer efeito mesmo?

CUIDADOS PELA VIDA

Oi Elyene, entre em contato com o fabricante do medicamento que você está utilizando para que eles possam esclarecer essa dúvida. Melhoras.

Mikaella

Olá ! Faz mais ou menos um mês que sinto esses sintomas de crises de ansiedade, já fiz todos os exames no cardiologista pois pensei que fosse algo no coração ! Senti fortes dores no peito desconforto no pescoço e os exames não dão nada, então ele me disse q tudo isso é ansiedade ! Eu estava bem mas faz dois dias que dei outra crise com muitas dores no peito ! Devo procurar um psiquiatra? O cardiologista me passou um remédio relaxante mas ainda sinto um pouco de desconforto !

CUIDADOS PELA VIDA

Oi Mikaella, se mesmo após a consulta e o tratamento do cardiologista os sintomas permanecem, o ideal é sim fazer uma avaliação com o psiquiatra. Abraços.

Kayt

Boa tarde! Há 4 meses parei de tomar cloridato de paroxítona 20mg aí tava tudo bem agora voltou as crises.ai como meu psiquiatra receita esse eu pedi p clínico fazer uma nova consulta e passou agora comecei a tomar mas parece que tá dando mais crise.oq faço?

CUIDADOS PELA VIDA

Oi Kayt, o ideal é que você retorne em consulta com o psiquiatra para que ele possa te avaliar. Abraços.

Otávio Augusto Miranda Pinto

Tive crise dois dias seguidos em locais e situações diferentes a crise durou a noite td, na última fiquei trancado no banheiro com a luz apagada achando q tinha alguém querendo me matar

Elaine

Olá tenho 24 anos e minhas crises começou aos 16 anos até então venho lutando fui internada fiquei 2 anos sem as crises mas voltaram estou a 2 meses sem sair de casa, as vezes dura semanas até mês, fui ao médico estou tomando clomiplamina, e clonazepan, nitrapan, tenho medo de tudo, tudo mesmo, mas gostaria de saber se algum dia vai passar, se ou se é um caso mais grave tenho fobia cheguei a ter toc os medos veem desde criança, mas as crises começaram na adolescência.

Isabelly

Olá faz uns dias que tô com essas sintomas há um bom tempo que não tinha tá atrapalhando até meu sono é uma palpitação, tremedeira e fraqueza como se a qualquer momento fosse desmaiar não sei mais o que fazer pra passar, é algo que desencadeia até crises de choro e quando passa me sinto exausta !!

CUIDADOS PELA VIDA

Oi Isabelly, a partir de uma avaliação o médico conseguirá determinar o quadro que levou à formação deste sintoma e poderá indicar o tratamento adequado. Procure um serviço de saúde próximo de sua residência e realize uma consulta. Melhoras.

Guilherme

Tenho crises todos os dias, acho que estou morrendo, meu corpo fica tendo calafrios sem parar, meu peito dói e às vezes queima, fico impaciente tentandk driblar meu cérebro, é bem difícil.

Alcimar Santos

Olá. Tenho 56 anos e em dezembro de 2017 tive a primeira crise que durou 2 dias. Não sei muita atenção e segui a vida. Agora tive outra e já dura 4 dias e não passa. Sinto o coração acelerado e muita pressão no pescoço. O que devo fazer?

CUIDADOS PELA VIDA

Olá Alcimar, a partir de uma avaliação o médico conseguirá determinar o quadro que levou à formação deste sintoma e poderá indicar o tratamento adequado. Procure um serviço de saúde próximo de sua residência e realize uma consulta. Melhoras.

Juliana Maria

Oi, meu nome é Juliana, tenho 18 anos e desde segunda feira que sinto isso .. Segunda foi a minha primeira crise .. Estou procurando tratamento e creio que Jesus já está trabalhando .. É possivel as crises acontecerem somente por alguns dias ? Quando se está aflita c algo?

CUIDADOS PELA VIDA

Oi Juliana, de acordo com o psiquiatra Alexandre Proença, na maioria dos casos, as crises de síndrome do pânico não têm hora para acontecer: “Os ataques de pânico geralmente são inesperados e acontecem de forma abrupta. Ou seja, o ataque parece vir do nada”. As crises podem se repetir aleatoriamente e, com o tempo, o paciente pode passar a sofrer apenas com o medo de ter uma nova crise.
Segue o link de algumas de nossas matérias com informações para você:
https://cuidadospelavida.com.br/saude-e-tratamento/ansiedade/sindrome-panico-crises-hora-acontecer
https://cuidadospelavida.com.br/saude-e-tratamento/ansiedade/sindrome-do-panico-recaida
Abraços.

Maria Conceição

Bom tive minha primeira crise de ansiedade dia 28 / 06 tá com 4 dias . Então meu coração acelerado dor no peito e no braço esquerdo subindo pro pescoço, muito suor nas mãos nos pés visão distorcida mente desequilibrada falta de força uma agonia extrema não conseguia ficar parada e indo ao banheiro direto com vontade de evacuar. Eu pensei vou morrer estou infartando. Cheguei ao hospital o médico disse que eu estava muito anciosa que eu precisava me acalmar. Bom fiz eletrocardiograma nada! Meu coração está em perfeito estado. Estou tomando fluoxetina e estou melhorando. Dica não deixe as emoções te controlarem! Tudo que vc sente não existe. Então não se desespere ouça uma música tome uma água passe uma água no rosto. É tenha fé . Tudo isso um dia vai passar. São apenas fases

rafaela assis

Boa,noite. Hoje foi um dia horrivel a alguna dias venhos apresentando sintomas esttanhos. Srmana passada tive uma incomodo estomacal muito chato,ligo em seguida,uma pressao entre os seim

rafaela assis

Tenho 32 anosSemana passada senti um incomodo enorme no estomago,logo em seguida veio uma taquicardia,junto com falta de ar,sensacao de corpo mole,uns calafrios,porem eu sai pra foran de casa tomei um ar respirei muito profundo varias vezes e melhorei,porem.a.sensacao de cansaco no corpo ficou.Pois bem hj tive um quadro pior,comecou com o mesmo descomforto estomacal,proximo ao esofago e a pressao no peito taquicardia,falta de af,palidez,pernas.bambas,tensao no pescoco,pressao na nuca,em casa fiquei uns 30 minuto sentindo isso qndo ja nao aguentava mais pedi ajuda a sensacao de.morrer de.falta.de.ar era enorme. Em resumo passei no medico tomei diprirona,uma.injecao na veia de um.antinflamatorio depois um comprimido de diazepan pra me acalmar porem.nao.semtixmenjum sono, depois mais.um.outro comprido pois minha.frequencia cardiava nao havia diminuido muito e a.pressao arterial tava um pouco alta. Apos todos essa.medicacoes.com intervalo entre elas,voltei a fazer.um.eletro que ja havia.apresentado resultado dentro.dos.padroes e ele.descarto ataque cardiaco.O.diaguinostico do clinico geral foi crise de ansiedade. E me deu alta e pediu q eu fizesse exame pra ver se eu tmb nao estava com problema de tireoide. Quanfo cheguei em casa achri q tava melhor.porem.a.sencao de cansaco e.eatomaho nao.havi.melhorado tanto.Acontece q eu nunca vinha apresentados sintomas q.me.levassem a achar q eu ia.morrer realmente sera q estou com crise.de ansiedade,panico. No final o diazepan q me deram pra eu dormi melhor nao teve esse efeito

CUIDADOS PELA VIDA

Oi Rafaela, a partir de uma avaliação o médico conseguirá determinar o quadro que levou à formação destes sintomas. Marque uma consulta com o especialista. Abraços.

Lea Marinho

Tenho ansiedade a muitos anos e crises de panico a algum tempo tbm. Tomo ansioltico e as crises pararam, mas sempre acordo com as maos suadas e um certo temor. Ainda tenho medo de trancar a porta na hora do banho. Eh incrivel, mas o panico so me acontece em hs improprias, tipo banho ou qdo estou almoçando. Paro tudo e respiro fundo trocentas vezes ate passar a crise. Antedepressivo me faz muito mal, entao nao tomo, mas so Rivotril nao me cura disso, apenas evita o panico, mas a ansiedade continua. Ja ate me acostumei com isso. E quando parece sumir, um dia o panico volta. Crise de Panico igual herpes, sempre volta. Aff!

Aline Maciel

Oi, quando tenho crises de ansiedade/medo ao ser exposta ao que me causa ele tenho conseguido controlar. Mas tenho receio do que pode acontecer se quando eu tiver outra crise ela não passe ou fique extremamente forte. O que acontece quando demora a passar/ou vai se agravando? Eu posso desmaiar? Ou simplemsente vai passar em algum momento?

CUIDADOS PELA VIDA

Olá Aline, de acordo com a matéria o tempo de duração de uma crise de pânico não necessariamente determina se o evento é mais ou menos grave ela pode ocorrer no período de 10 minutos podendo se estender por até 50 minutos. É comum que os pacientes ainda tenham algumas crises no início do tratamento. Com o tempo elas tendem a ser menos intensas e em menor frequência. Mas, caso exista uma permanência dos sintomas, é recomendável ajustar o tratamento com o seu psiquiatra. Até a próxima.

Sandriele barbosa

Oi,estou tendo uma crise há 5 dias e não passa,sinto muita agonia,falta de concentração extrema fico muito aérea,coração acelerado,dores estomacais,ardor na nuca,não consigo dormir,suor excessivo,nao consigo ficar quieta e não tenho vontade de comer e muito nervosismo,não sei mais o que fazer….o que posso fazer?

CUIDADOS PELA VIDA

Olá Sandriele, o melhor a se fazer é procurar um psiquiatra, para que ele possa avaliar os sintomas e indicar o tratamento mais adequado. O tratamento é fundamental para que o paciente volte a ter uma vida social e profissional normal. Existe tratamento efetivo para o pânico com medicamentos, psicoterapias e a combinação de ambos como a melhor escolha. Abraços.

Ana Rita

Meu nome Ana Rita tenho 38 anos,tive uma crise de ansiedade a dois anos atrás, não sabia que iria voltar e com toda força,está fazendo 6 meses que tudo voltou já fui várias vezes ao pronto socorro e todo tempo achei que iria passar e não ia mas acontecer,mas me enganei e foi difícil aceitar que estou com esses problemas, eu peço todos os dias à Deus minha cura, minha vida de volta, viver com esses sintomas e muito ruim, neste momento estou me sentindo bem mal, fiz uma pesquisa e encontrei esse site é vendo os comentários aqui vi que tem muitas outra pessoas com o mesmo problema que eu, tenho um filho pequeno e infelizmente não tô conseguindo cuidar dele direito, espero de todo meu coração que todos nós aqui consigamos vencer essa doença horrível, vou orar por todos nós 🙏

CUIDADOS PELA VIDA

Olá Ana, conforme informado na matéria a melhor forma de manter a qualidade de vida e evitar que o transtorno do pânico afete a rotina é realizar o tratamento corretamente depois de receber o diagnóstico. Existe tratamento efetivo para o pânico com medicamentos, psicoterapias e a combinação de ambos como a melhor escolha.
Não deixe de buscar ajuda profissional para iniciar o tratamento e o acompanhamento adequado com o psiquiatra. Temos outras matérias que também podem te ajudar, confira no link. Abraços.

https://cuidadospelavida.com.br/saude-e-tratamento/ansiedade/musica-controlar-ansiedade
https://cuidadospelavida.com.br/saude-e-tratamento/ansiedade/ansiedade-leve-evoluir

Ana Cristina

Olá Boa tarde! Comecei ter crise de pânico está com quase 1 mês. Estou passando na psicóloga, Mais não estou melhorando. Sinto os sintomas a todo momento todos os dias.

CUIDADOS PELA VIDA

Olá Ana, para que possa se amenizar os sintomas é muito importante continuar seguindo o tratamento indicado tomando as medicações conforme prescrito. Conforme informado na matéria assim como em diversos outros transtornos psicológicos, o tratamento da síndrome do pânico se baseia em psicoterapia e uso de medicamento específico. A terapia cognitivo-comportamental, especialmente, ganha destaque no tratamento desse tipo de transtorno. Até breve.

Vivian

Olá tenho meu nome é Vivian, tem todos esses sintomas o último foi hj dia 08/12 estava tranquila de repente meu coração acelerou de uma tal forma, sentir tremores fraqueza nos membros vontade de vomitar e sair correndo a falta de ar um peso forte no peito fui ao médico meu Eletro deu normal fiz exames de sangue o ruim e como ficamos depois o corpo fica mto ruim. Faço tratamento de hipotireoidismo… Essa sensação é mto ruim parece que a morte está chegando Deus nos ajude a vencer.

CUIDADOS PELA VIDA

Olá Vivian, conforme informado na matéria o primeiro passo é procurar um profissional de saúde mental que irá orientar sobre as modalidades de tratamento disponíveis. Com o tratamento é possível amenizar os sintomas melhorando sua qualidade de vida. Temos outra matéria com mais informações sobre a doença. Confira no link abaixo. Até a próxima.

https://cuidadospelavida.com.br/saude-e-tratamento/ansiedade/transtorno-do-panico-vida-paciente

Lazaro

Estou tendo essas crises também uma pressão na cabeça parece qui a cabeça vai apagar um aperto no peito tremedeira forração acelerado estou tomamando risperidona 1 mg demora muito pra sentir as melhoras tô tomando fãs 10 dias

CUIDADOS PELA VIDA

Olá Lazaro, o primeiro passo é procurar um profissional de saúde mental que irá orientar sobre as modalidades de tratamento disponíveis. Assim como em diversos outros transtornos psicológicos, o tratamento da síndrome do pânico se baseia em psicoterapia e uso de medicamento específico. A terapia cognitivo-comportamental, especialmente, ganha destaque no tratamento desse tipo de transtorno. Até a próxima.

Jaqueline

Bom dia a alguns dias passei por uma carga de stress e daí em diante minha pressão tem subido,fui algumas vezes ao pronto socorro e toda vez que percebo que a pressão edta subindo eu entro em desespero,sinto que vou morrer,ter um ataque cardíaco ou algo do gênero,quando saio e fico no meio das pessoas sinto mal estar,sensação de que vou desmaiar e morro de medo de ficar em casa sozinha.Olha é uma sensação tão ruim que não desejo pra ninguém.

CUIDADOS PELA VIDA

Olá Jaqueline, o primeiro passo é agendar uma consulta com um psicologo para que o tratamento se inicie o quanto antes, pois quanto mais cedo for iniciado, melhores as chances de sucesso. O Programa Cuidados Pela Vida deseja uma ótima recuperação. Abraços!

Débora Cristiane

Olá, tenho 35 anos e todas as noites assim que pego no sono, acordo com a pressão elevada e os batimentos cardíacos fortes e falta de ar até às 3 HS da manhã, e geralmente isso acontece mais a noite. Fico desde a a hora que deito pra dormir até às 3 HS da manhã sem dormir pq se pego no sono acontece de novo, e de novo, e de novo osso todas as noites, raramente acontece durante o dia,Já fiz o Holter, mapa, teste ergométrico e não apresentou nenhum problema.Posso estar apresentando uma crise de ansiedade?

CUIDADOS PELA VIDA

Olá Débora, agradecemos por compartilhar seu relato conosco. Só é possível identificar a causa desses sintomas diante de uma consulta presencial, converse com seu médico e procure uma consulta com o psiquiatra ele poderá identificar e indicar o tratamento mais adequado para você. Temos outra matéria que poderá acrescentar no seu conhecimento sobre a doença. Clique no link e confira. Até mais!

https://cuidadospelavida.com.br/saude-e-tratamento/ansiedade/crises-de-ansiedade-quais-sao-os-sintomas-mais-comuns

Amélia

Boa noite…Estou em tratamento, tenho crises falta de ar, taquicardia, azia,insônia!Desde criança tenho esses sintomas, agravou mto depois q perdi audição esquerda.. foi um choque mto grande…to seguindo a vida, c fé q um dia vencerei essa agonia, esse no na garganta q me desespera.. ..

CUIDADOS PELA VIDA

Oi Amélia, agradecemos por compartilhar seu relato conosco. O transtorno do pânico é uma doença psiquiátrica ligada a níveis exagerados e perigosos de ansiedade. O problema provoca crises inesperadas e que são bastante impactantes para o doente, envolvendo tanto sintomas físicos quanto psicológicos. É importante buscar acompanhamento profissional junto ao especialista que nesse caso é o psiquiatra. Assim é possível amenizar os sintomas e trazer grande melhora na sua qualidade de vida. Até a próxima.

andreia

oi sou andreia tive crise do pânico 6 anos atrás ela crise muito forte já tomei varios remédio nunca mas tive crise do pânico a uma semana ela voltou com tudo trabalhei dia inteiro quando chequei em casa tomei banho deitei na cama quando meu coração disparou muito rapido sai correndo entrei no banheiro pra tomar banho coração acerelado muito forte fiquei com medo fui no hospital pressão subiu médico pronto Socorro me passou remedio diazepan fui melhorando agora qualquer coisa fico com medo vpu no medico pra tomar remédio

CUIDADOS PELA VIDA

Oi Andreia, para controlar as crises de forma completa é muito importante uma consulta e acompanhamento com o psiquiatra, ele indicará o tratamento mais adequado para você. Desejamos sucesso no seu tratamento. Clique no link abaixo e confira mais uma matéria sobre essa patologia. Abraços!

https://cuidadospelavida.com.br/saude-e-tratamento/ansiedade/ajudar-sofrendo-crise-de-panico

Ismael betman

Olá me chamo Ismael tenho 37 anos faz uns 3 dias q tive a primeira crise fico muito agitado meu coração acelera minha pressão sobe fico sócom pensamentos negativos estou sem dormir a quase uns7 dias fico a noite toda acordado só pensando besteira .fico com medo até de sair de casa .daí achei esta página e vi q tem muita gente com o mesmo problema e o pior q amanhã tem o meu serviço só quero ver como q eu vou conseguir trabalha sou motoboy é complicado.quando comesssa as minhas crises leio o bíblia e também oro muito pessoal pra Deus tirar essa angústia do meu peito.

CUIDADOS PELA VIDA

Olá Ismael. Obrigado por compartilhar seu relato conosco. A melhor forma de manter a qualidade de vida e evitar que o transtorno do pânico afete a rotina é realizar o tratamento corretamente depois de receber o diagnóstico. O tratamento é fundamental para que você volte a ter uma vida social e profissional normal. Existe tratamento efetivo para o pânico com medicamentos, psicoterapias e a combinação de ambos como a melhor escolha. Até a próxima.

Cintia

Olá!!!Bem… Alguns meses atrás passei mau, fui socorrida e ao chegar no hospital o médico disse que eu estava tendo uma crise de ansiedade, não acreditei e pedir um eletro, porém os sintomas eram de infarto.Fiz o exame é estava tudo normal. Mesmo assim, marquei um cardiologista e o mesmo falou a mesma coisa, que eu estava com ansiedade, porém teria que ter cuidado para que eu não deixasse se instalar o pânico .Com uns 20 dias após a primeira crise, tive outra e fiquei super preocupada pois minhas crises eu fico com formigamento na cabeca , nuca e língua.

CUIDADOS PELA VIDA

Olá Cintia. Agradecemos por compartilhar seu relato. A ansiedade, em boa parte dos casos, é uma sensação considerada normal e até boa, já que ajuda o indivíduo a estar mais atento e a se proteger em situações de perigo e de mudanças. No entanto, há pessoas que experimentam níveis muito altos de ansiedade, considerados patológicos e divididos em leve, moderado ou grave. Cada intensidade deve ser tratada de forma adequada para evitar uma piora do quadro. Consulte um psiquiatra, esse profissional poderá indicar o tratamento mais adequado e eficaz para você. Até logo.

Geyza serejo dos santos

Eu já convivo com esse problema de ansiedade a mais ou menos 5 anos e tinha até sumido mais agora reapareceu e è difícil controlar a cessação de mal estar e horrivel já faço consulta com um psiquiatra que me ajuda muito e agora estou quase todos os dias lendo os artigos como controlar esse incômodo e muito chato só quem sente è quem sabe i quando e horrível algumas pessoas que ñ sabem como é acham que agente fica ancioso POR bobagem tipo:uma festa que está chegando ou ancioso pra viajar de férias mais não é,È algo além disse è sufocante dá medo è temores respiração curta e pesada calafrios em plena Sol há e EU tendo o metado dá respiração só que fico tão nervosa e não consiga gostei muito do artigos Acho que meu comentário e o maior de todos rsrs bjs

Nayara Rodrigues

Olá meu nome é nayara, já tive um crise de ansiedade há alguns anos, depois fiz séries de exames e não deu em nada, fiquei 1 ano e meio sem sentir nada, mas agora estou sentido mal estar como por exemplo: dor de cabeça, dores na costas, tremores de vez em quando, meu coração acelera de vez em quando , sinto pressão na nuca e frequentemente tenho sentido muito falta de ar ao ponto de ficar meio desperada e tentar me manter calma para poder puxar o ar, muito cansaço em fazer simples coisas.

CUIDADOS PELA VIDA

Olá Nayara. A ansiedade, em boa parte dos casos, é uma sensação considerada normal e até boa, já que ajuda o indivíduo a estar mais atento e a se proteger em situações de perigo e de mudanças. No entanto, há pessoas que experimentam níveis muito altos de ansiedade, considerados patológicos e divididos em leve, moderado ou grave. Cada intensidade deve ser tratada de forma adequada para evitar uma piora do quadro. Consulte um psiquiatra para que seja indicado o tratamento adequado para você. Até a próxima.

Deixe seu comentário

Obrigado por compartilhar sua opinião! Todos os comentários passam por moderação, por isso podem não aparecer imediatamente na matéria.