Provas finais: veja dicas para não deixar a ansiedade prejudicar seu desempenho


  • +A
  • -A

A ansiedade normal é experimentada por todas as pessoas. Funciona como um sinal de alerta a uma possível ameaça desconhecida do ambiente e faz parte das sensações que fizeram o ser humano se adaptar e sobreviver. No entanto, no fim do ano, época das provas finais em colégios e faculdades, a ansiedade pode acabar atrapalhando os estudos e o desempenho nos testes importantes.

Estudante pode recorrer a técnicas de meditação para aliviar ansiedade


De acordo com a psiquiatra Claudia Chaves, sentir ansiedade em níveis seguros às vésperas de uma prova ou de algum evento importante é algo natural e saudável. “Provas importantes, entrevistas de emprego, se expor para um grande público e viajar podem nos trazer
sintomas de ansiedade, sem que isso necessite obrigatoriamente de tratamento”, afirma a médica.

Quando o estudante está ansioso, seja pela importância do teste ou por ter dificuldade em uma matéria, a especialista recomenda se concentrar nos estudos e utilizar técnicas de respiração, relaxamento e meditação, tanto na hora de estudar quanto nos minutos anteriores ao início da prova. Dormir bem na véspera, ouvir músicas calmas e sons da natureza e se manter positivo antes da prova são atitudes que ajudam. Geralmente, os sintomas vão desaparecendo conforme o aluno começa a se acalmar.

Rotina saudável ajuda a evitar e a tratar crises de ansiedade


No entanto, existem alguns casos em que a ansiedade deixa de ser saudável, atingindo os
níveis leve e moderado. “Caso o estudante apresente uma ansiedade em que tenha mal-estar físico, com palpitação, tremores e sudorese, que se mantém e que o impeça de realizar a prova ou outras atividades, pode ser necessário procurar ajuda especializada”, alerta a profissional.

Segundo Claudia, o tratamento consiste em terapias farmacológicas, especialmente nos quadros mais graves, além da psicoterapia e da adoção de hábitos de vida saudáveis, como boa alimentação, rotinas para dormir, prática de atividade física e abstinência de álcool e de outras drogas, que costumam funcionar muito bem para casos de ansiedade leve e moderada.

Dra. Claudia Chaves Dallelucci é psiquiatra, formada em Medicina pela Universidade de Mogi das Cruzes (UMC) e atua no Programa de Orientação e Atendimento a Dependentes da Unifesp (Proad). CRM-SP: 151077

Foto: Shutterstock

COLABORARAM NESTE CONTEÚDO: 
TAGS
ansiedade
psicologico

FIQUE POR DENTRO DE DICAS
DE SAÚDE
E BEM-ESTAR

2 comentários para "Provas finais: veja dicas para não deixar a ansiedade prejudicar seu desempenho"

CLOTILDEs Juli de matos

Reprovei várias vezes na prova prática Detran,por não conseguir controlar a ansiedade na hora do teste, existe exercício pra fazer antes do teste? segunda irei tentar de novo

CUIDADOS PELA VIDA

Oi Clotildes, a especialista Dra. Claudia Chaves Dallelucci recomenda utilizar técnicas de respiração, relaxamento e meditação. Dormir bem na véspera, ouvir músicas calmas e sons da natureza e se manter positivo antes da prova são atitudes que ajudam. Geralmente, os sintomas vão desaparecendo conforme você for conseguindo se acalmar. Desejamos boa sorte.

Deixe seu comentário

Obrigado por compartilhar sua opinião! Todos os comentários passam por moderação, por isso podem não aparecer imediatamente na matéria.