Paulistana sofria com dores de cabeça causadas pela síndrome do pânico

  • +A
  • -A

A síndrome do pânico é um tipo específico de transtorno de ansiedade que afeta cerca de 4% da população brasileira (em torno de 8 milhões de pessoas). O quadro se caracteriza por episódios repentinos de medo intenso sem motivação alguma, com sensação de descontrole e desespero, além de sintomas físicos, como tontura, coração acelerado, fraqueza, respiração ofegante e tremores.   

 

Imprevisibilidade das crises da síndrome do pânico é o que mais assusta os pacientes

 


Esses sintomas todos foram sentidos pela doméstica Maria Josefa P. S. M., 41 anos, que vive em São Paulo (SP). Desde que começou a ter esses episódios, buscou ajuda profissional e foi diagnosticada a síndrome. Ela também sofria com
fortes dores de cabeça, um dos sintomas comuns ao quadro. Por isso a médica que a acompanhava recomendou um mesmo medicamento para tratar ambas as queixas.

Maria conta que se sentia realmente assustada constantemente, pois os episódios ocorriam do nada, em qualquer lugar. “Em um momento eu estava bem e de repente passava a me sentir muito mal, nervosa. Minhas mãos ficavam que nem gelo. Sentia tontura, náuseas, era bem ruim”. De acordo com a psiquiatra Luciana Staut, a imprevisibilidade das crises da síndrome do pânico é uma das características que mais assusta os pacientes. “O fato de não conseguir prever ou se antecipar à crise é o que mais os apavora”, afirma a especialista.

 

Remédio e boa relação com médico são trunfos do tratamento

 


O remédio acabou ajudando bastante a doméstica, tanto com as dores de cabeça, quanto com o transtorno em si. “Estou há meses sem sentir dor. Diria que melhorei 90%. Também nunca mais senti
os demais sintomas da síndrome, graças a Deus. Depois que iniciei o tratamento com remédio, há cerca de dois anos e meio, não voltei a me sentir mais daquele jeito”, afirma a dona de casa.

A relação desenvolvida com a médica que iniciou seu tratamento também foi destacada por Maria. “Tinha uma ótima relação com a minha médica. Ela é uma excelente profissional, me orientava e me deixava segura com o tratamento. É uma pena que ela recentemente se mudou para estudar. Quando voltar a uma consulta, terei que procurar outro médico”, completa.

 

Dra. Luciana Cristina Gulelmo Staut é psiquiatra, formada pela Universidade Federal de Mato Grosso, membro da Sociedade Brasileira de Psiquiatria e atende em Cuiabá (MT). CRM-MT: 6734

COLABORARAM NESTE CONTEÚDO: 
Dra. Luciana Staut

Dra. Luciana Staut

Psiquiatria

CRM: 6734 / MT

TAGS
dores-no-corpo
psicologico
panico
superacao

FIQUE POR DENTRO DE DICAS
DE SAÚDE
E BEM-ESTAR

8 comentários para "Paulistana sofria com dores de cabeça causadas pela síndrome do pânico"

Arlete Vieira Cavalcante

Estou me tratando a 3 anos de depressão mas agora meu coração fica muito acelerado e a pressão sobe não aguento mas é o peito apertado e fico apavorada demais toda hora no hospital e não encontro solução me ajude pelo amor de deus já perdi 4 kilos em menos de um mês ando muito angustiada e triste me ajude pelo amor

CUIDADOS PELA VIDA

Oi Arlete, realize uma consulta com o médico cardiologista para que ele possa te auxiliar com relação a este aumento na pressão arterial. Melhoras.

Luciana

Arlete, eu tomo oxalato de escitalopran pra depressão. Meu cardiologista disse que não interfere muito no coração. Fale com seu psiquiatra.

Micaela

Eu sinto dores de cabeça e ansia tontura como se fosse desmaiar queria saber se e normal esse sintimas na sindrome do panico

CUIDADOS PELA VIDA

Oi Micaela, como informa a psiquiatra Luciana Staut: “O transtorno do pânico é caracterizado pela presença de ataques de pânico recorrentes e inesperados, definidos como episódios de intenso medo ou desconforto, com sintomas psíquicos e sensação de descontrole e sintomas físicos, como coração acelerado, transpiração e tremores”. Abraços.

Alinse beatriz

Depois de muitos tempo estou voltando a ter os sintomas da síndrome . meu coraçao dispara, pressão sobe , ate mesmo eu dormindo tenho sofrido muito estou em alerta o tempo todo . dores de cabeça , fadigas etc

Alessandro

Estou tendo dor de cabeça todos os dias. Lado direto da cabeça., pegando no osso atrás da orelha e pescoço. AS vezes pontada em cima. Pressão 13×8. Tomei 2 neosaldina. Mas não consigo dormir. Qdo fecho os olhos me dá um pânico e acordo. Será que é pânico? Irei procurar um neurologista.

CUIDADOS PELA VIDA

Oi Alessandro, isso mesmo, marque uma consulta com o especialista para que ele possa te orientar. Abraços.

Deixe seu comentário

Obrigado por compartilhar sua opinião! Todos os comentários passam por moderação, por isso podem não aparecer imediatamente na matéria.