Quais são os diferentes graus de ansiedade que existem?


  • +A
  • -A

A ansiedade é uma emoção que todos os seres humanos sentem em determinadas situações, como no primeiro dia de trabalho em uma empresa ou antes de um encontro. É um sinal de alerta emitido pelo organismo a uma possível ameaça desconhecida, mas é considerada perfeitamente normal, desde que apresentada em graus adequados.

Ansiedade provoca sintomas físicos, como dor de cabeça


“Existem algumas graduações para a ansiedade utilizadas na prática clínica: leve, moderada e grave”, afirma a psiquiatra Claudia Chaves Dallelucci. Nestes casos, a ansiedade se caracteriza como uma sensação difusa e desagradável de apreensão que
pode ser acompanhada de sintomas físicos, como suor, aperto no peito, dor de cabeça e mal-estar gástrico, variando de intensidade de acordo com o grau.

Mas, quando este estímulo ganha proporções exageradas, sem a presença de fatores estressantes, sejam eles internos ou externos, a ansiedade se torna patológica. “Quando se fala de transtornos de ansiedade, estamos denominando algumas doenças, como o transtorno de pânico e transtorno de ansiedade generalizada”, explica a profissional. Neste grupo, também podem ser incluídos o TOC, a fobia social e o estresse pós-traumático.

O que determina o grau de ansiedade de um paciente?


Assim como em outras doenças psiquiátricas, existem alguns
fatores que interferem no desenvolvimento e no grau de um quadro ansioso. “As influências estão relacionadas a fatores genéticos e psicossociais, como traumas, perda de emprego, dificuldades financeiras e relacionamento familiar, além das relações que a pessoa estabelece entre estes acontecimentos externos e acontecimentos de dentro de sua psique”, diz Claudia.

Para o tratamento dos diferentes graus, medicações e psicoterapia podem ser utilizadas, mas adotar hábitos saudáveis também é fundamental. Entre eles, estão alimentação regular, rotinas para dormir, prática de atividade física, abstinência de álcool e de outras drogas. De acordo com a psiquiatra, alguns pacientes se beneficiam ainda do yoga, meditação e acupuntura.

Dra. Claudia Chaves Dallelucci é psiquiatra, formada em Medicina pela Universidade de Mogi das Cruzes e atua no Programa de Orientação e Atendimento a Dependentes da Unifesp (PROAD). CRM-SP: 151077

Foto: Shutterstock

COLABORARAM NESTE CONTEÚDO: 
Dra. Claudia Chaves

Dra. Claudia Chaves

Psiquiatria

CRM: 151077 / SP

TAGS
ansiedade
psicologico

FIQUE POR DENTRO DE DICAS
DE SAÚDE
E BEM-ESTAR

2 comentários para "Quais são os diferentes graus de ansiedade que existem?"

Simone

Tenho a doença grave faço zumba e trato psiquiatra.

sandra

tomo remedio todos os dias para ansiedade e tenho toc,as vezes me ameaca me dar crises,tbm tem dias que estou irritada com mal estar.

Deixe seu comentário

Obrigado por compartilhar sua opinião! Todos os comentários passam por moderação, por isso podem não aparecer imediatamente na matéria.