Crise de ansiedade no trabalho: o que fazer para lidar com o problema?


  • +A
  • -A

Em níveis brandos, a ansiedade é uma sensação normal, que não representa problema algum. Porém, as versões mais graves podem comprometer significativamente a qualidade de vida, especialmente quando há crises. Caso um indivíduo tenha crises de ansiedade no trabalho, por exemplo, pode ser necessário até mesmo um afastamento profissional visando uma recuperação.  

Como evitar que a ansiedade atrapalhe no trabalho?


“Quando o
indivíduo apresenta problemas de sono, cansaço excessivo, ansiedade ou depressão e, principalmente, está perto de chegar a um colapso (hoje conhecido como burn out), é preciso que haja uma avaliação médica. Por vezes a medicação e o afastamento do trabalho podem ser necessários”, afirma o psiquiatra Miguel Angelo Boarati.

Se o profissional for diagnosticado com algum transtorno, será necessário adotar um tratamento específico, com uso regular de remédios e psicoterapia, para permitir um maior bem-estar no ambiente de trabalho. Já no caso da ansiedade leve, esses métodos podem até não ser usados, mas é importante buscar alternativas para se manter equilibrado.

Cuidar da saúde ameniza os sintomas


Muitas vezes a ansiedade no trabalho é provocada por fatores externos comuns à rotina da maioria das pessoas, como sono ruim, acúmulo de tarefas, falta de organização, preocupações e hábitos ruins de vida (tabagismo, consumo de álcool em excesso, sedentarismo). Portanto, cuidar da saúde, além de buscar sempre
desenvolver atividades prazerosas, é fundamental para amenizar os sintomas.

Caso a ansiedade de um funcionário esteja sendo gerada pelo estresse do trabalho, pode ser interessante conversar com o líder da equipe e propor mudanças. “Somente em casos de extrema fragilidade nas relações de trabalho é que se faz necessário a mudança de emprego”, destaca Miguel. Mesmo assim, o ideal é buscar tratamento para que as crises não sejam mais um incômodo.  

Foto: Shutterstock

COLABORARAM NESTE CONTEÚDO: 
Dr. Miguel Angelo Boarati

Dr. Miguel Angelo Boarati

Psiquiatria

CRM: 85105 / SP

TAGS
ansiedade
psicologico

FIQUE POR DENTRO DE DICAS
DE SAÚDE
E BEM-ESTAR

5 comentários para "Crise de ansiedade no trabalho: o que fazer para lidar com o problema?"

Denise

Isso é muito sério. Tem gente que acha que é frescura, mas não está na gente. É uma sensação de abafamento misturada com raiva, desinteresse e muita falta de paciência. Estou passando por isso.

Cleria Maria

Meu filho sofre de eplipcia e de anciedade o médico neurologista passou trileptal 300 mg e friziun 20 mg ao dia gostaria de saber se está correto o medicamento para ansiedade ou preciso procurar um psiquiatra?

CUIDADOS PELA VIDA

Oi Cleria, o neurologista é habilitado para tratar essa patologia. Orientamos seu filho a seguir o tratamento e orientações prescritas por ele. Abraços.

Magna

Sofro há anos com ansiedade em Alto grau transpiro gelado sempre que saio de casa ou em situação de extresse fluoxetina e trasodona nao estão resolvendo preciso de ajuda oque fazer? Obrigada

CUIDADOS PELA VIDA

Olá Magna, é de suma importância que você procure ajuda de um especialista, converse com seu psiquiatra e informe que os medicamentos prescritos já não estão surtindo mais efeitos para que o tratamento seja alinhado e modificado se necessário. De acordo com o psiquiatra Dr Gustavo Cahú, existem técnicas de distração que podem ajudar a não focar na crise. Confira as dicas no link abaixo. Até logo.

https://cuidadospelavida.com.br/saude-e-tratamento/ansiedade/o-que-fazer-para-me-acalmar-durante-crise-de-ansiedade

Deixe seu comentário

Obrigado por compartilhar sua opinião! Todos os comentários passam por moderação, por isso podem não aparecer imediatamente na matéria.